AAJ - Associação de Ajuda a Jovens

Categoria: Saúde Page 1 of 11

Culinária vegetariana

Culinária vegetariana: 5 receitas fáceis e simples para o dia a dia

Aprenda diferentes pratos vegetarianos para a sua alimentação diária 

Seja pela estética, pela ética ou pela alimentação saudável, o consumo da culinária vegetariana tem crescido muito nos últimos tempos. Consequência disso são as ofertas de produtos veganos e vegetarianos que, atualmente, estão ganhando espaço nas prateleiras dos supermercados.

Aderiu ao movimento ou está pensando em colocar receitas vegetarianas no seu cardápio? Então confira receitas fáceis e simples de cozinhar em casa

O movimento vegetariano

O vegetarianismo é uma prática alimentar que envolve o consumo de alimentos de origem vegetal. Essa dieta pode ser ou não composta por ovos e laticínios. 

Ultimamente, muitas pessoas têm se tornado adeptas do movimento por diferentes motivos, entre eles destaca-se a preservação da vida animal, mas também a busca por uma alimentação saudável e o apoio às causas sustentáveis.

Em 2018, a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) solicitou ao Ibope uma pesquisa que revelasse a situação do vegetarianismo no Brasil. Segundo os dados levantados, cerca de 30 milhões de pessoas, que corresponde a 14% da população, declara-se vegetariana. Essa estimativa sobressai aos costumes de países tais quais Austrália e Nova Zelândia. 

Assim, se deseja iniciar com essa dieta alimentar, saiba como introduzir esse hábito na sua rotina. 

Como aderir ao costume vegetariano?

Antes de tudo, peça a ajuda de um nutricionista para modificar a alimentação do seu cardápio. Esse profissional vai orientá-lo na escolha correta de alimentos necessários que irão substituir os nutrientes da carne. 

Outra sugestão é fazer a dieta conhecida como “a segunda sem carne”. Ela consiste em toda segunda-feira não consumir nenhum tipo de comida de origem animal. Aos poucos, aumente os dias que não comerá proteína derivada do animal, não precisa ser radical e cortar de uma vez. 

Procure inserir as leguminosas no seu menu, elas devem compor a maior parte do seu prato. Desse modo, é possível encontrar fontes de proteínas em:

  • feijão;
  • grão-de-bico;
  • lentilha;
  • ervilha;
  • brócolis;
  • rúcula;
  • couve;
  • espinafre.

5 receitas fáceis e simples para o dia a dia

Há quem acredite que a culinária vegetariana é nada apetitosa, mas engana-se quem pensa dessa forma. Existem diversas opções vegetarianas muito saborosas. Para provar isso, confira abaixo 5 receitas fáceis para fazer no seu dia a dia, que vão dar água na boca de qualquer um.

1. Hambúrguer de grão-de-bico

Ingredientes: 

  • 1 xícara de grão-de-bico;
  • 1 cebola picada;
  • 2 dentes de alho;
  • ½ colher de aveia;
  • farinha de rosca (para untar).

Modo de preparo

Cozinhe o grão-de-bico. Após cozido, descasque-o. No liquidificador, bata todos os ingredientes até ficar homogêneo. Coloque sal a gosto e outros temperos de sua preferência. Para finalizar, modele em forma de hambúrguer e leve para grelhar em uma frigideira com um fio de azeite.  

2. Ervilhas com ovo poché

Ingredientes:

  • ervilhas;
  • ovos;
  • pimenta, sal e gergelim.

Modo de preparo

Comece refogando as favas de ervilhas em uma panela, acrescente alho e azeite na água. Após macias, retire-as. Em uma frigideira, adicione água. Ao levantar fervura, mexa até formar um redemoinho, quebre os ovos e adicione-os na água. Continue mexendo até cozinhar. Desse jeito, as gemas serão mantidas moles. Por fim, no prato, coloque as ervilhas e os ovos, salpique pimenta, sal e gergelim a gosto.

3. Espaguete de abobrinha

Ingrediente:

  • abobrinhas;
  • alho;
  • azeite;
  • pimenta do reino;
  • molho pesto.

Modo de preparo

Fatie em um ralador ou processador as abobrinhas. Numa frigideira, aqueça o alho e o azeite, acrescente as abobrinhas fatiadas, salpique um pouco de pimenta do reino. No prato, acrescente o molho pesto ou outro que preferir.  

4. Batata ao murro

Ingredientes:

  • 4 batatas médias;
  • 2 dentes de alho;
  • 1 ramo de alecrim;
  • 3 colheres (sopa) de azeite;
  • sal e pimenta do reino;
  • queijo da sua escolha.

Modo de preparo

Cozinhe as batatas por 20 minutos ou até ficarem macias. Em uma forma untada, coloque os 2 dentes de alho, o alecrim, as colheres de azeite, as batatas um pouco amassadas, salpique pimenta e sal. Finalize cobrindo com o queijo e leve por 30 minutos ao forno pré aquecido a 200ºC, retire quando dourar.

5. Cuscuz marroquino com legumes

Ingredientes:

  • 1 xícara de chá de água;
  • ½ xícara de chá de cuscuz marroquino;
  • ¼ xícara de chá de salsinha (picada);
  • ½ xícara de chá de cada legume da sua preferência;
  • raspas de limão;
  • ½ colher de chá de sal.

Modo de preparo

Essa receita pode ser feita em uma cuscuzeira. Caso não tenha, utilize uma panela normal. Aqueça a água, ao desligar o fogo, coloque o cuscuz. Deixe ele cozinhar no vapor por volta de 5 minutos. Verifique se está com um aspecto solto e umedecido, se estiver basta  adicionar a salsinha, os legumes e as raspas de limão. Já está pronto para servir.

Com certeza, criatividade e ingredientes não vão faltar para tornar seu prato mais atrativo e saboroso.

Qual adoçante usar na dieta cetogênica?

É bastante comum que as pessoas que desejam começar um plano de dieta cetogênica, que no início elas sintam um enorme desejo por açúcar e adoçantes para colocar no seu café, dando aquele gosto especial.

Mesmo para quem já está seguindo uma dieta low-carb ou cetogênica a um bom tempo, é perfeitamente normal sentir vontade de algum doce, como o açúcar. Esse desejo é normal para várias pessoas que estejam em uma dieta cetogênica e ela pode ser tão forte que muitas pessoas não chegam a aguentar.

É nessa hora que a gente precisa avaliar em qual adoçante apostar. Eles possibilitam degustar verdadeiras iguarias mesmo ao realizar uma dieta cetogênica. É sempre importante ter bom senso, não é mesmo? É preciso saber que mesmo os produtos que dizem estarem “livres de carboidratos”, é bem provável que elas possuam algo.

Tipos de adoçante para inserir na dieta cetogênica

Ao longo deste artigo, a gente irá explorar algumas categorias, desde adoçante natural, sintéticos e artificiais. O resumo que você precisa saber, é que em uma dieta com baixo índice de carboidratos, a ideia principal em quando for colocar algum adoçante em uma dieta cetogênica, siga sempre o mesmo, que é colocar adoçante com poucos carboidratos.

Neste tipo de alimentação que muitas pessoas seguem hoje em dia, o adoçante que é mais considerado são os que possuem xilitol e estévia, um pouco com a mistura deles. Isso se deve ao fato de que além de serem naturais, não causam os temidos picos de glicose e podem adoçar do jeito ideal a sua bebida ou pratos.

Geralmente você vai querer procurar um adoçante puro, em vez daquele que possuem dextrose ou polidextrose. Estes aditivos podem chegar a causar um pico de açúcar no sangue, sendo assim o ideal é fazer o seu uso com moderação, para não ingerir gramas e carboidratos que são desnecessários a suas receitas.

Tenha cuidado com os aditivos

Por exemplo, a maior parte dos adoçantes levam substâncias como sucralose, sacarina e também stevia. No entanto, o que muita gente não sabe é que esses adoçantes são bem mais potentes do que o tradicional açúcar.

Os adoçantes se aproximam de certa forma à uma textura desejada, porém fique atento, pois adoçantes que possuem maltodextrina são repletos de carboidratos.

Imagem: Photo by Sharon McCutcheon on Unsplash

Adoçantes naturais: os mais indicados para uma dieta cetogênica?

Estévia, que também pode ser descrita como stevia, é uma erva que está presente na natureza e cujo extrato possui um alto teor de poder adoçante. Esse extrato não conta com praticamente nenhuma caloria, e por conta de não ter carboidratos, a sua popularidade vem crescendo em massa nos últimos anos.

A estévia pode incluir alguns benefícios que são essenciais para a sua saúde. Além dos resultados positivos com os humanos, até mesmo os animais podem usufruir desse adoçante natural.

Outro adoçante natural que é muito citado é a inulina, que é encontrada em diversas plantas. Muitas vezes na embalagem da inulina, vem descrito que os seus carboidratos não serão absorvidos, mas fique de olho, pois nem sempre essa informação é de total confiança.

Álcoois de açúcar também podem ser acrescentados na dieta cetogênica?

Os álcoois de açúcar também se tratam de praticamente um modelo de adoçante natural. Eles estão presentes em pequenas quantidades de frutas ou vegetais que são facilmente encontrados na natureza.

Aqui a gente irá comentar apenas sobre o xilitol, que se trata de álcool de açúcar natural e que também pode ser adicionado em uma dieta cetogênica, desde que com controle ideal. Apenas 60% dos seus carboidratos serão absorvidos pelo nosso organismo.

história do Liverpool

Os primeiros anos do Liverpool

O Liverpool Football Club foi fundado após uma série de disputas entre a liderança do Everton e John Houlding, proprietário do terreno em Anfield onde o Everton jogou como local desde a sua fundação em 1884 até 1892, as divergências que surgiram não encontraram solução. solução, razão pela qual a equipe se mudou para Goodison Park, e Houlding decidiu criar um novo clube, o Liverpool FC, para jogar no Anfield desocupado. A princípio, ele o chamou de Everton Football Club and Athletic Grounds, Ltd., ou Everton Athletic, mas logo depois, em junho de 1892, optou por chamá-lo de Liverpool FC porque a Football Association se recusou a reconhecer o time como Everton.

Confira a camisa do liverpool vermelha 2021 em promoção, 38% de desconto para novos clientes.

O clube venceu a Lancashire League em sua primeira temporada. Seu sucesso retumbante levou à sua entrada na Segunda Divisão para a temporada seguinte, onde ganhou a liga e seu ingresso de promoção para a Primeira Divisão do futebol inglês. O bom momento que viviam permitiu que conquistassem seu primeiro título em 1900 – 1901, repetindo o triunfo na temporada 1905 – 1906. A primeira final da FA Cup que disputou foi em 1914, mas perdeu por 1 a 0 contra o Burnley. O Liverpool venceu os campeonatos da Liga novamente nas campanhas 1921-1922 e 1922-1923, após o que o clube não ganhou outro troféu até 1946-1947, quando venceu a Liga pela quinta vez. O clube chegou à final da FA Cup em 1950, mas perdeu para o Arsenal algumas temporadas depois, na temporada 1953-1954, quando o Liverpool foi rebaixado para a Segunda Divisão.

Logo após este resultado infame, Bill Shankly foi nomeado treinador da equipe, contratando 24 novos jogadores. O novo treinador solicitou uma sala em Anfield para estudar novas estratégias, é aqui que juntamente com outros membros da comissão técnica como Joe Fagan, Reuben Bennett e Bob Paisley, iniciou a reestruturação da equipe.

Os triunfos e os infortúnios

A promoção para a Primeira Divisão foi alcançada em 1961 – 1962, e o clube conquistou a Liga após 17 anos em 1963 – 1964. Após duas temporadas, em 1965 – 1966, eles obtiveram outro título da Liga, após o clube ter conquistado sua primeira FA Copa na campanha anterior. O clube ganhou a Liga e a Taça UEFA em 1972 – 1973 e novamente a FA Cup um ano depois, depois disso Shankly se aposentou e foi substituído por seu adjunto Bob Paisley, que teve ainda mais sucesso do que Shankly, que infelizmente ganhou o troféu da Liga e o Copa da UEFA em 1975 – 1976. Na temporada seguinte, eles mantiveram o título da Liga, conquistaram a Copa da Europa pela primeira vez, mas perderam na final da Copa da Inglaterra. O Liverpool manteve a Taça dos Campeões na campanha seguinte, depois de vencer a Liga, mais uma vez, com 68 pontos, recorde nacional, Infelizmente, ele sofreu apenas 16 gols em 42 jogos do campeonato. Durante as nove temporadas de Paisley, o Liverpool conquistou 21 troféus, incluindo três Copas da Europa, uma Copa da UEFA, seis títulos da Liga e três Copas da Liga consecutivas.

Paisley se aposentou em 1983 e, como Shankly havia feito, passou as rédeas para seu assistente, Joe Fagan. O Liverpool conquistou três troféus na primeira temporada de Fagan, um da Liga, a Copa da Liga e a Copa da Europa, tornando-se o primeiro inglês a ganhar uma tríplice coroa. Em 1985, o clube voltou a chegar à final da Copa da Europa. A partida foi contra a Juventus no estádio Heysel. Antes do pontapé inicial, o desastre aconteceu: os torcedores do Liverpool quebraram uma cerca que separava os dois grupos de torcedores, criando um caos total. O peso das pessoas apoiadas em um muro de contenção fez com que ele desmoronasse, matando 39 torcedores, a maioria italianos. Apesar desses fatos, a partida foi disputada e o Liverpool perdeu por 1 a 0 para a Juventus. Embora esta tragédia não tenha tido repercussões imediatas, uma vez que tudo aconteceu, os clubes ingleses foram banidos das competições europeias por cinco anos, enquanto o Liverpool recebeu uma suspensão de dez anos, que mais tarde foi reduzida para seis anos. Por outro lado, quatorze de seus fãs receberam condenações por homicídio involuntário.

Oferta especial da semana: Camisa Barcelona preta Away 2021

Fagan renunciou após o desastre e Kenny Dalglish foi nomeado como o novo gerente. Durante seu reinado, o clube ganhou três Campeonatos da Liga e duas Copas da Inglaterra. O sucesso do Liverpool foi ofuscado pelo desastre de Hillsborough: em uma semifinal da FA Cup contra o Nottingham Forest em 15 de abril de 1989, onde mais de 90 torcedores do Liverpool foram esmagados até a morte. Após o drama de Hillsborough, uma revisão do governo sobre a segurança dos estádios, conhecida como Relatório Taylor, abriu caminho para a nova legislação dos estádios, afirmando que as equipes da Primeira Divisão tinham que ter palcos com todos os lugares. por falta de controle policial.

O melhor dos anos 90 e o início do milênio

Diante do desastre de Hillsborough, Dalglish apresentou sua demissão em 1991, sendo substituído por Graeme Souness, que além de vencer a FA Cup em 1992 teve pouco sucesso na Liga pela qual foi demitido do cargo, que foi assumido por Roy Evans. Evans não teve melhor sorte, apenas uma vitória na Copa da Liga em 1995 foi seu único troféu. Um destaque foi uma vitória por 4-3 sobre o Newcastle United em Anfield em 3 de abril de 1996, que foi nomeado, em abril de 2003, o Jogo da Década da Premier League em 10 temporadas. Gérard Houllier foi nomeado co-gerente em 1998 – 1999, mas foi deixado como gerente da equipe após a renúncia de Evans em novembro de 1998.

Em sua segunda temporada no comando, o Liverpool conquistou pela segunda vez a tríplice coroa, a Copa da Inglaterra, a Copa da Liga e a Copa da UEFA. Na temporada 2001-2002, na qual Houllier passou por uma cirurgia cardíaca, o Liverpool terminou em segundo atrás do Arsenal, após o que a equipe não correspondeu às expectativas e Houllier foi substituído por Rafael Benítez. Com Benitez no comando, o clube terminou em quinto em sua primeira temporada, mas venceu a Liga dos Campeões ao vencer o Milan da Itália por 3 a 2 nos pênaltis após a partida terminar em 3 a 3.

Na temporada seguinte o Liverpool terminou em terceiro com 82 pontos – seu maior total desde 1988. Ganhou a FA Cup batendo o West Ham United nos pênaltis após a partida terminar em 3 a 3. Na temporada 2006-2007, a busca por investimentos para o clube veio chegou ao fim quando os empresários americanos George Gillett e Tom Hicks se tornaram proprietários do Liverpool em um acordo que valoriza o clube e suas dívidas pendentes em um total de £ 218,9 milhões. Naquele ano, o clube chegou a outra final da Liga dos Campeões, mas desta vez perdeu por 2 a 1 para o AC Milan. Durante a temporada 2008-2009, o Liverpool obteve um total de 86 pontos na Premier League, colocando-se, ao final da campanha, como vice-campeão da Liga atrás do Manchester United.

Basquetebol – tipos de passes e recepções.

Passe e receba notas de aula

PASSE

ação pela qual um jogador envia (passa) a bola para um de seus oponentes é chamada de passe companheiros, diferencia-se dos demais fundamentos por relacionar os dois atores envolvidos na ação, sendo talvez o elemento técnico mais importante, porque no meio dela, os jogadores do mesmo time se reúnem em busca de outras ações técnicas, como lançamentos, dribles, etc, tudo isso sem esquecer que é a maneira mais rápida de avançar a bola entre duas posições o passe requer a ação sincronizada do passador e receptor e certas condições como precisão, direção, tempo, força, velocidade, etc, para que o receptor pode executar uma nova ação com sucesso mente.

Em termos de técnica de passe, o jogador que faz o passe deve estar bem equilibrado e Você deve ter o controle perfeito da bola, você também deve ter a noção correta do local e do parceiro para quem você quer passar.

TIPOS DE PASE

passe de peito

É o passe mais comum, usado em distâncias curtas e médias, geralmente é usado para movimentar a bola em situações de ataque estático e especialmente entre jogadores exteriores, pois exige que o pino não seja excessivamente marcado; além disso, é um tipo de passe bastante seguro e rápido, o que o torna muito adequado para rapidamente a bola para o lado ou cruzar o campo de jogo movendo rapidamente a bola passar de cabeça Este passe é muito eficaz, especialmente quando usado contra uma defesa menor altura, é também um passe rápido e forte. isso deve vir de cima da cabeça do passador e deve atingir a mesma altura que o recebedor do passe. Resultado de imagem para passar por cima

RECEPÇÃO

a recepção é um alicerce tão importante quanto a execução correta de um passe. do nada serviria para fazer um passe muito bom para um companheiro de equipe que não conseguiu receba-o. Antes de começar a receber e passar a bola, é preciso saber pegá-la exercícios de passagem e recepção uma bola por participante, cada jogador passa a bola de maneiras diferentes para um alvo desenhado na parede uma bola por par, cada par fica um atrás do outro, sendo o jogador atrás quem tem a bola a um sinal do jogador com a bola, seu companheiro deve virar e receber a bola.

uma bola por participante, em pares, um na frente do outro separados a uma distância de4 metros. um dos dois executa um passe de peito e seu parceiro simultaneamente passa a bola com um passe rebatido

Conheça nossas redes sociais:

  • Nosso Apsense está repleto de imagens da estética brasileira!
  • Nosso Medium compartilha nossas últimas notícias do esporte
  • Nossa conta no Quora abre questionamentos para a área esportiva.
  • Em nossa conta do GitHub compartilhamos nossas novidades em tecnologia.
  • O Gravatar é repleto de produtos bacanas e dicas de lifestyle
  • Vimeo com vários vídeos dos bastidores da BR Aesthetics

Confira uma seleção especial de camisas de basquete da NBA, coleções de times de basquete da NBA originais com até 50% de desconto. Confira essas e outras ofertas em até 6x sem juros. Brazillian Aesthetics, a estética brasileira em suas mãos, deixamos o convite para conhecer também nossas camisas do campeonato italiano.

Bichectomia

Bichectomia: entenda mais sobre esse procedimento tão procurando

A bichectomia, ou lipoplastia facial, é um procedimento cirúrgico simples que consiste na retirada de bolas de gordura localizadas entre a maçã do rosto e a mandíbula. 

Esse procedimento tem como objetivo deixar um rosto mais fino e as maçãs do rosto mais evidentes.

Essas bolas de gordura, também conhecidas como bolas de bichat, são formadas por tecido adiposo. Porém, elas não respondem ao processo de emagrecimento. Ou seja, apesar da perda de peso de uma pessoa, elas continuam do mesmo jeito.

Por questões genéticas, as bochechas podem ser maiores que o desejado por uma pessoa, o que pode causar incômodos estéticos e também durante a mastigação, provocando traumas e dores na mucosa decorrentes das mordidas constantes. 

Para entender mais sobre esse procedimento, suas indicações e contraindicações, e quem pode fazer esse procedimento depois de uma avaliação com um profissional de um plano odontologico para mei, confira os tópicos abaixo. 

Quem pode fazer bichectomia?

O primeiro passo para poder realizar uma bichectomia, é passar por uma avaliação profissional para entender se as suas condições de saúde permitem realizar o procedimento com segurança e se os resultados irão suprir as expectativas.

Além disso, também é importante a realização de exames pré-cirúrgicos indicados por um profissional de plano dental para mei ou outro convênio de saúde ou odontológico que o paciente possua.

Esse tipo de cirurgia é indicada para as pessoas que possuem o formato do rosto muito arredondado, e que se sintam incomodadas com isso de algum modo, seja pela parte estética ou por atrapalhar no momento da mastigação.

Apesar desse procedimento ser procurado mais por mulheres, os homens que possuem esse biotipo também podem fazê-lo e obter os resultados esperados, basta procurar por um profissional qualificado em seu convenio odontologico para mei.

Existem contraindicações?

Como dito anteriormente, é preciso que um profissional avalie as suas condições de saúde e as suas expectativas para definir se o procedimento é realmente necessário. 

Isso porque os pacientes que já possuem o rosto magro e fino, correm o risco do envelhecimento precoce.

Além do formato do rosto, existem outros fatores que podem indicar contraindicações, entre eles:

  • Gravidez;
  • Menores de idade;
  • Cardiopatias graves;
  • Problemas de coagulação;
  • Uso de radioterapia ou quimioterapia;
  • Problemas hepáticos ou renais severos.

Por isso, escolher um profissional especialista no assunto é fundamental para que tudo ocorra da forma correta e sem intercorrências graves. Procure um especialista de sua confiança no seu convenio odontologico empresarial

Como é feita a bichectomia?

A cirurgia de bichectomia é um procedimento simples e dura cerca de trinta minutos a uma hora. Após a aplicação de uma anestesia local, é feita uma pequena incisão dentro da boca em cima da bola de Bichat, em cado lado do rosto.

Em seguida, o lado externo da bochecha é pressionado para que a gordura seja removida e atravesse o corte, sendo tirada como uma pinça. 

Depois da remoção, o cirurgião irá suturar o corte, que é feito na parte interna da boca e não deixa cicatrizes externas.

É possível fazer dois tipos de pontos: absorvíveis ou normais. 

Caso sejam feitos os pontos normais, o paciente poderá retirá-los após 7 dias através do plano odontologico para microempreendedor individual

Antes de decidir de modo definitivo realizar o procedimento, lembre-se: a bichectomia é uma cirurgia irreversível. Isso quer dizer que uma vez feito o procedimento, o paciente não poderá voltar atrás na decisão.

Os cuidados que devem tomar antes e depois da cirurgia

Antes de realizar a cirurgia, é essencial fazer uma pré-avaliação com um profissional de confiança. Durante a consulta, é importante informar para ele sobre os medicamentos que você utiliza e tirar todas as dúvidas sobre o procedimento.

Para complementar essa pré-avaliação, também serão solicitados alguns exames para verificar a condição física do paciente, como o exame de glicemia, o coagulograma e o hemograma completo.

Depois de realizar a cirurgia, a recuperação não apresenta grandes complicações e os cuidados são bem simples. 

Basta realizar compressas de gelo e utilizar faixas de compressão facial nos três primeiros dias após o procedimento, para aliviar o inchaço e a dor.

Nos dois primeiros dias, também será preciso seguir uma alimentação líquida, podendo também ingerir papinhas e outras comidas que não exijam esforço de mastigação.

Por fim, também é preciso fazer repouso nos dois primeiros dias e evitar esforço físico na primeira semana após o procedimento. Também será necessário tomar as medicações receitadas pelo cirurgião e redobrar os cuidados com a higiene bucal. 

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Sertralina emagrece – Saiba aqui

Sertralina emagrece – Saiba aqui

O cloridrato de sertralina é um medicamento antidepressivo que é indicado para o tratamento de depressão e outras diversas condições psiquiátricas, como por exemplo, ataques de pânico, ansiedades crônicas e transtorno obsessivo compulsivo (TOC). Além disso, muitas pessoas se perguntam se a sertralina faz engordar ou emagrece. Saiba mais lendo esse texto.

O que é a sertralina?

A sertralina é uma substancia que age aumentando a disponibilidade da serotonina no nosso cérebro. A sertralina, por sua vez, é um neurotransmissor que age estabelecendo certas ligações como por exemplo entre as células nervosas e regula o sono, o humor, o nosso apetite, o ritmo cardíaco, a nossa sensibilidade corporal e também as funções cognitivas. Por isso, quando está em baixa concentração no organismo, ela pode gerar mau humor, insônias, a ansiedade e até depressão.

De acordo com a bula do próprio medicamento, a substancia começa a fazer o efeito no organismo entre sete dias e três semanas de uso. Porém, o tempo exato pode acabar variando de acordo com o número do grau do transtorno do paciente e também de suas características fisiológicas.

Sertralina: Para que serve o medicamento

Para que ela é indicada? Como já dissemos anteriormente, apesar de ser um medicamento antidepressivo, a sertralina também pode ser recomendada pelo o médico para o uso de tratamento de diversas condições:

  • Transtorno obsessivo compulsivo (TOC): esse é distúrbio psiquiátrico caracterizado por várias crises recorrentes de obsessões e também compulsões;
  • Ansiedade crônica: é a forma de preocupação persistente e excessiva desproporcional à circunstância real, essa que é difícil de controlar e acaba afetando o paciente fisicamente e também emocionalmente.
  • Síndrome do pânico: os ataques de pânico recorrentes que acabam causam uma preocupação excessiva com os ataques futuros e/ou modificações de grande comportamento para evitar situações que podem desencadear um ataque;
  • Transtorno do estresse pós-traumático: esse tipo de transtorno de ansiedade que acaba se desenvolvendo em pessoas que vivenciaram um grande evento traumático. Essa condição pode causar sofrimento intenso e também prejuízos a vários aspectos da sua vida, como no trabalho e relacionamentos;
  • Fobia social: é medo ou a ansiedade relacionada a várias e determinadas situações sociais ou de desempenho. Essas situações podem ocorrer com frequência evitadas ou suportadas com muita angústia.

Se você quer aumentar o desempenho com sua parceira confira o Supernutra T5. Ele pode ser bastate útil.

Conheça mais sobre os hormônios da felicidade

Sertralina emagrece ou engorda? Segundo a médica psiquiátrica Danielle H. Admoni, a sertralina não é um medicamento diretamente relacionado a ganhar ou à perder peso como outros antidepressivos como é o caso da fluoxetina e a vortioxetina, que podem levar mesmo ao emagrecimento; e a mirtazapina, que pode gerar o ganho de quilos a mais na balança.

“O que acontece é que as vezes, as pessoas, engordam porque comem por ansiedade. Por isso, ao tratarem essa condição com a sertralina, ela ajuda a melhorar o sintoma ansioso e controla a compulsão alimentar, isso causa a mudança de peso”, explica a profissional.

Ou seja, esse medicamento, sozinho, não vai fazer com que você engorde ou emagreça (e nem deve ser usado para esses fins). A relação entre essas substâncias e o emagrecimento é a mais indireta: vale lembrar, também, que a maior causa e disponibilidade de serotonina no cérebro ajuda a regular o apetite.

Emagrecer de forma saudável

Emagrecer de forma saudável

Aqui vão algumas dicas de ouro para emagrecer de forma saudável que podem ser usadas no dia a dia, de forma que você verá resultados em pouco tempo, de forma rápida e simplesmente saudável.

Tudo começa com uma alimentação saudável, invista em bastante salada, invista em gorduras boas como azeite, óleo de coco, abacate, que são aquelas gorduras que não se alocam na região do abdômen.

Dê adeus a refrigerante e bebidas alcoólicas e troque por sucos naturais e água. Essas bebidas são altamente calóricas, que fazem engordar e incham muito, principalmente para as pessoas que sofrem com retenção de líquidos. 

Se você é do grupo de pessoas que não tomam água ou comem alimentos ricos em água no decorrer do dia de jeito nenhum, porque esquecem, vai uma dica de ouro, sempre deixe uma fruta ou o suco da fruta perto de você, sempre que você olhar, você toma um pouquinho. 

Coloque atividade física no seu dia a dia, no mínimo 30 minutos todos os dias já é o suficiente para gerar mais energia e perder peso, atividades como corrida, crossfit que são de alto impacto, elas possuem um aumento de gasto calórico maior, mas atividades mais leves ajudam também.

Combinando uma alimentação saudável com a atividade física os resultados apareceram com mais rapidez, quanto menos caloria comer e mais exercícios fazer, maior seja a queima de gordura. 

Remédios que emagrecem 

Os remédios para emagrecer são considerados a formais mais rápida e simples de se perder peso, mas para que funcione de fato é necessário passar por um especialista, tomado de forma errada, pode causar efeitos colaterais sérios.

Algumas pessoas realmente precisam tomar algum desses remédios que falaremos abaixo para que consiga emagrecer, mas nesse caso é preciso receitas médicas para que consiga comprar, já que são remédios que tomando de forma errada, pode prejudicar a sua saúde.

Com certeza você já teve ter ouvido falar no Lipozenina, nos dias de hoje ele vem sendo o melhor produto, indicados para homens e mulheres que almejam alcançar para todas as idades. 

Ele deve ser inferido pela manhã, após 30 minutos de sua alimentação, deve ser acompanhado somente por água, outros líquidos como refrigerantes, bebidas alcoólicas ou sucos industrializados podem alterar o efeito.

Outro ponto importante a ressaltar e que nos primeiros 7 dias tomando as cápsulas você já começa a sentir diferença no apetite, no segundo mês já consegue notar a diferença no seu corpo e principalmente no aumento de energias. Os resultados aparecem rápidos.

Estabeleça metas 

Se você já está decidida de quer emagrecer e de forma saudável, antes de tudo faça um planejamento de quantos quilos você tem e quantos quilos você deseja chegar até a data que você vai estabelecer, a partir desse planejamento você saberá quantos quilos precisa perder. 

Ter metas é fundamental, pois assim você não se perde, estudos esclarecem que quando colocamos metas, nosso cérebro tende a cumprir no prazo. Dessa forma você pode estabelecer quantas vezes vai para a academia, quanto tempo de exercicios diários você precisa fazer. 

As metas vão ajudar a emagrecer de forma saudável, de acordo com o seu corpo, sua condição física e principalmente sua alimentação.Vou recomendar aqui o artigo do T5 Estimulante. Eu espero que seja útil para quem possa precisar dele.

Entenda o que pode causar retração gengival

Entenda o que pode causar retração gengival

Escovar os dentes de forma brusca não limpa os dentes e sim tende ferir a gengiva, provocando lesões e causando a retração gengival.

Engana-se quem pensa que para limpar bem os dentes devemos fazer movimentos fortes, isso, na verdade, prejudica toda a saúde bucal. 

É essencial conhecer sobre as maneiras de se escovar os dentes corretamente, para evitar doenças bucais geradas por falta de higiene inadequada e, consequentemente, a doença que leva a diminuição da gengiva.

Pessoas que possuem prótese dentária precisam de uma higiene mais eficiente para evitar complicações, principalmente no período de cicatrização.

Um fator importante para se ressaltar é sobre a alimentação que as pessoas fazem, que podem causar a retração gengival como, por exemplo, o consumo de alimentos muito ácidos.

Ao escovar os dentes bruscamente se estará prejudicando a gengiva, e se você necessita saber mais sobre a retração gengival e como prevenir continue a leitura.

O que é retração gengival? 

A retração gengival ocorre quando há a diminuição do tamanho da gengiva, aumentando assim os dentes e os deixando em exposição toda a parte gengival.

Há mudanças da posição da gengiva e deixando uma exposição grande da superfície radicular.

A impressão que se passa a se ter a retração gengival é de se ter dentes maiores, pois a parte que fica escondida pela mucosa bucal fica exposta, deixando um sorriso evidente dando a sensação de dentes maiores que o normal.

Existem diversas causas que podem causar esse problema como a escovação brusca, a alimentação inadequada, entre outros fatores.

Pessoas que fazem uso de aparelho invisível, por exemplo, devem tomar cuidado com a escovação ainda mais, pois como os dentes estão em movimento, a escovação brusca pode prejudicar toda a gengiva causando a retração gengival. 

O que causa a retração gengival? 

Como vimos, existem diversos fatores de riscos para se ocorrer uma retração gengival, o que pode suceder após restaurações mal adaptadas, escovação brusca, bruxismo entre outros motivos. 

Alguns dos fatores mais conhecidos para esse problema são doenças bucais e hábitos como: 

  • Inflamações gengivais e periodontais; 
  • Fatores genéticos; 
  • Escovação inadequada com muita força; 
  • Bruxismo.

Saiba mais sobre cada uma das causas mencionadas:

  1. Inflamações gengivais e periodontais 

Quando há um acúmulo de placa bacteriana (camada mole e amarelada que se forma após o acúmulo de restos alimentares sobre os dentes), ele passa a endurecer se tornando o famoso tártaro, como é conhecida a camada dura, espessa e amarelada que pode surgir devido a higiene bucal inadequada e a falta de consultas periódicas ao dentista. 

Ao deixar o acúmulo do tártaro nos dentes, pode-se ocorrer inflamações gengivais como a gengivite e até mesmo a periodontite, podendo levar a retração gengival. 

  1. Fatores Genéticos

Uma das maiores causas que podem acometer pessoas a se ter uma retração gengival são os  fatores genéticos.

Assim como as características físicas que temos dos nossos pais, também podemos herdar doenças genéticas, e a retração gengival é uma delas. 

Então se você tem pais que possuem esse problema genético, deve-se tomar ainda mais cuidados com a escovação e ir com mais frequência ao dentista para prevenir esse problema. 

O clareamento a laser é ótimo para deixar os dentes brancos e com aparência saudável, porém quem possui esse problema deve esperar um tratamento adequado para fazer esse procedimento, pois ele tem substâncias químicas que podem prejudicar ainda mais a gengiva.

  1. Escovação inadequada com muita força 

Escovar os dentes  é algo que deve estar dentro dos nossos hábitos diários e deve ser feito de forma leve, escovando os dentes devagar, com escova de cerda macia, pasta de dente com flúor, quando é feito de forma brusca há riscos de se ocorrer uma retração gengival.

  1. Bruxismo

O bruxismo pode ocorrer a noite ou de dia e acontece ao ranger os dente apertando a mandíbula, causando dores na face e cabeça, assim podendo também levar a retração gengival.

Muitas vezes para tratar é usada uma placa nos dentes e aparelho móvel transparente para conter o problema.

Como prevenir que a retração gengival aconteça?

Sabemos que uma das causas principais para ocorrer a retração gengival é a forma de se escovar os dentes.

Com isso, a prevenção é manter uma escovação de forma leve, com escovas de cerdas macias, creme dental adequado para dentes sensíveis, evitando doenças como a gengivite e periodontite.

Mantendo os hábitos corretos, se evitará problemas bucais, mantendo a saúde da gengiva por muito tempo.

Como tratar a retração gengival? 

Se a retração gengival ocorreu devido a escovação feita de forma brusca o dentista irá passar a forma certa para evitar complicações, com técnicas certas. 

Já se o problema for devido a tártaros, será feita uma limpeza melhorando as fibras gengivais, fazendo também o tratamento do periodonto. 

Em alguns casos, pode ser usada faceta dental para melhorar a aparência do dente devido ao problema.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Saúde dos pés: conheça todos os cuidados que precisamos ter

Saúde dos pés: conheça todos os cuidados que precisamos ter

Alguns dizem que os pés formam a parte mais esquecida do corpo humano. Responsáveis por aguentar o corpo e levá-lo de um lado para o outro, eles costumam ser um pouco subestimados. Até quem é mais vaidoso acaba negligenciando a região.

O problema é que essa falta de atenção pode permitir que infecções, calosidades, verrugas plantares e até uma fascite surjam sem que o indivíduo se dê conta. Rachaduras, por exemplo, podem ser indicativo de psoríase, micose e alergias. Portanto, é preciso ter cuidado não apenas pelo lado estético, mas também pela saúde.

Lavar os pés com água e sabonete, fazer um exame diário e usar tênis respiráveis são algumas alternativas para mantê-los frescos e confortáveis. Observe em detalhes:

Lave os pés com cuidado

Assim como qualquer parte do corpo, os pés precisam ser lavados durante todos os banhos que um indivíduo tomar durante o dia — inclusive até mais vezes, se for necessário. Além da água, é preciso passar sabonete e esfregar toda a região. Por fim, passe a toalha com atenção especial entre os dedos. A região úmida é ideal para a proliferação de fungos e micro-organismos causadores de problemas.

Examine-os

Olhar-se no espelho constantemente é até um hábito comum, mas quem repara nos pés durante esse momento? O problema é que a região pode desenvolver alguma dermatite que só será notada quando ficar muito visível ou dolorida. Portanto, dar uma examinada diariamente pode evitar muitas complicações.

Pegue um espelho para olhar com detalhes a sola do pé. Observe se há manchas, bolhas, calosidades, edemas/inchaços, contusões, rachaduras, sinais de infecção por fungos ou mudança na posição dos dedos. Ao perceber alguma alteração do tipo, procure um médico.

Faça esfoliação

Os pés costumam formar uma pele grossa, pois sustentam o peso do corpo inteiro. Com o tempo e a falta de hidratação, ela fica ressecada e áspera. Para mantê-los sempre bonitos e macios, faça esfoliação uma vez por semana. O exagero também pode deixar a região sensível, pois não há tempo de se recuperar.

O esfoliante para os pés pode ser físico, quando os grãos do produto removem as células mortas, ou químico, em que a composição do produto estimula a renovação celular. 

O mercado oferece uma série de produtos para esfoliação da pele, mas existem pessoas que fazem o próprio esfoliante em casa misturando ingredientes como mel, açúcar, café, farinha, leite, aveia, gengibre e óleos essenciais. O ideal, porém, é utilizar produtos específicos, que foram testados e aprovados pela vigilância sanitária.

Outro fator importante é não utilizar lixas, que são muito agressivas e podem provocar o efeito rebote, ou seja, engrossar ainda mais a pele.

Hidrate o corpo diariamente

Todo o corpo precisa repor a água perdida no dia a dia. Contudo, como a pressão sobre os pés é ainda maior, a capacidade de hidratação do produto também deve ser. Além disso, a região costuma ficar abafada pelos calçados, provocando suor. 

Hidrate todo o corpo diariamente, mas separe um produto mais potente para os pés. Os cremes com ureia são os mais potentes, portanto procure por um hidratante com 10% a 20% da substância em sua composição. Deixe-o para a noite, pois os pés podem ficar escorregadios.

Massageie os pés

Aproveite o momento da hidratação para fazer uma massagem nos pés. Ela ajuda a potencializar o efeito do creme, além de aumentar a sensação de relaxamento. Por fim, os movimentos ajudam a encontrar calos, inchaços, dores e até uma fascite plantar 

Tenha calçados confortáveis

Um calçado confortável não é, necessariamente, uma rasteirinha ou sapatilha — calçados totalmente retos costumam ser até prejudiciais à saúde dos pés. O ideal é que eles sejam confortáveis, tenham uma altura máxima de 1,2 cm a 2 cm para os homens e 1,2 cm até 3 cm no calcanhar para as mulheres.

Olhe também o material do calçado. Um tênis respirável, por exemplo, tem uma trama que permite mais circulação de ar no calçado. Além disso, sua matéria-prima mantém as propriedades térmicas dos pés, tornando-o confortável para o uso tanto no verão quanto no inverno.

Quando for comprar um sapato, prove-o no final do dia, quando os pés estão mais inchados. Isso garante que ele continuará confortável em dias de uso prolongado.

Para que serve o peeling? Saiba aqui!

Para que serve o peeling? Saiba aqui!

O termo “peeling” está nos lábios de todos. Mas você sabe o que é um peeling facial? Para que serve o peeling?

Para ajudar você a entender mais sobre para que serve o peeling, eu preparei o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessado em saber mais? Então acompanhe comigo agora mesmo!

Para que serve o peeling?

Em primeiro lugar, é importante que você saiba que o peeling é um dos tratamentos corporais mais comuns.

O peeling é um tratamento dermatológico baseado na esfoliação das camadas mais superficiais da pele para favorecer sua substituição por outras de melhor qualidade e textura. 

Isso induz a criação de novas camadas da derme e epiderme. Ou seja, o que um peeling facial faz é renovar as células da pele do rosto para remover possíveis impurezas.

Em caso de dúvida sobre como um peeling facial é realizado, é necessário enfatizar a importância de sempre ir a um centro médico ou clínicas dermatológicas para garantir a segurança dos pacientes. Nas unidades especializadas, a equipe médica explicará as etapas para fazer o peeling facial e o possível desconforto que você possa notar durante o processo.

O tratamento começa com uma limpeza completa da pele. Ácidos fracos, como ácidos glicólicos, são então aplicados na pele a ser tratada, o que induz o corpo a gerar novas camadas de pele. 

Após alguns minutos, esta substância é removida e uma solução neutralizante ácida é aplicada. Posteriormente, um creme ou máscara calmante é espalhado de acordo com o tipo de pele de cada pessoa.

Tipos de peeling facial

Peeling superficial 

O peeling superficial só penetra na epiderme (a camada mais superficial da pele). Destina-se a fazer com que rugas finas, manchas e acne desapareçam naqueles pacientes que não querem ou não podem pagar por uma descamação da pele visível. 

Depois de fazer isso, ele só deixa uma leve vermelhidão da pele que desaparece em várias horas. Pode ser reaplicado em intervalos de quinze dias. 

Entre as substâncias usadas para este tipo de peeling estão os ácidos alfa-hidroxi (ácidos glicólico, láctico, málico, tartárico e mandélico), beta-hidroxiácidos (ácido salicílico e seu derivado lipohidroxiácido) e ácido tricloroacético em concentrações entre 10 e 20%.

Peeling médio

O peeling médio tem uma penetração maior, até a derme superficial. Destina-se a apagar rugas superficiais, bem como várias manchas (lesões pigmentadas estendidas) e acne ativa. Sua administração é acompanhada por maior vermelhidão e descamação mais visível, deixando a pele seca. 

Devido à aparência física que produz, o paciente não deve viver a vida social normal por 7 a 10 dias. É feito em uma única sessão e pode ser repetido após seis meses. 

Entre as substâncias usadas para este tipo de peeling estão: solução especial (combinação de resorcinol, ácido salicílico, ácido láctico e etanol) e ácido tricloroacético em concentrações entre 20 e 33%.

Peeling profundo 

O peeling profundo penetra na derme média e destina-se a eliminar as rugas mais marcadas, envelhecimento devido à superexposição solar de médio-alto grau, cicatrizes de acne e manchas circunscritas. 

Produz uma vermelhidão da pele de três ou quatro dias e descamação intensa por cerca de dez dias. A vida social normal pode ser alterada por cerca de duas semanas.

É feito em uma única sessão e pode ser aplicado novamente a partir dos seis meses posteriores. Entre as substâncias usadas para este tipo de peeling estão o fenol e o ácido tricloroacético em concentrações superiores a 50% (atualmente abandonados devido a efeitos colaterais significativos). 

O peeling de fenol produz um clareamento permanente do tom da pele, portanto, este é um fator limitante para o seu uso. 

Além disso, a pele perde potencial de formação de pigmentos (não será capaz de se bronzear), portanto, o protetor solar total deve sempre ser usado a partir do tratamento. O peeling profundo representa um risco adicional para pacientes cardíacos.

Page 1 of 11

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén