AAJ - Associação de Ajuda a Jovens

Dicas sobre: Guarda compartilhada

A guarda compartilhada é um dos regimes ou formas de tutela e guarda contemplados pelo direito de família. Consiste na atribuição a ambos os progenitores da guarda dos filhos menores ou deficientes , com igualdade de direitos e deveres, após separação ou divórcio. 

A guarda compartilhada é considerada pelos profissionais como a opção mais benéfica para o bom desenvolvimento dos menores.

É essencial ter presente que a tutela e a guarda são diferentes da autoridade parental :

  • Autoridade parental : refere-se à representação geral e administração dos bens dos filhos menores. Pelo fato de ser pai ou mãe, tem-se o poder paternal sobre os filhos menores, embora existam causas de privação.
  • Tutela e guarda : centra-se na convivência habitual e diária com filhos menores, em caso de separação ou divórcio.

Normalmente, ambos os progenitores têm autoridade parental , embora a guarda possa ser atribuída a um deles ( guarda monoparental ), ou a ambos ( guarda partilhada ).

O que é guarda compartilhada?

Quando a vida de um casal é rompida, a guarda dos filhos menores pode ser compartilhada entre os pais.

Ou seja, o  cuidado ,  a educação e, em geral, a convivência habitual dos filhos menores podem ser atribuídos a ambos os pais, com igualdade de condições e direitos . Esse sistema de cuidado e custódia é chamado de guarda compartilhada.

Desta forma, os filhos menores poderão estar na companhia dos pais em períodos alternados, sendo o habitual por semanas alternadas ou dois dias seguidos com cada progenitor e fins-de-semana alternados .

Até alguns anos atrás, a guarda monoparental ou monoparental (atribuída a apenas um dos pais) era a opção majoritária. No entanto,  é cada vez mais comum que se estabeleça um regime de guarda compartilhada .

Este tipo de custódia vem ganhando importância na Espanha nos últimos anos, já representando 41,4% da custódia concedida na Espanha em 2020  (o último ano para o qual existem estatísticas completas).

De fato, várias comunidades autônomas desenvolveram seus próprios regulamentos para estabelecer a guarda compartilhada como uma “opção preferencial” .

Esse boom se deve ao fato de a guarda compartilhada ser considerada pelos especialistas como a mais benéfica para o interesse e o correto desenvolvimento do menor .

Entenda melhor de maneira simples e fácil sobre – Guarda compartilhada aqui

Quando é acordado o regime de guarda compartilhada?

Durante o processo de separação ou divórcio

Em caso de  separação  ou  divórcio , o exercício compartilhado da guarda dos filhos será acordado:

Guarda compartilhada por acordo entre os pais

  • Quando  solicitado pelos progenitores na proposta de acordo regulamentar , no processo de separação ou divórcio por mútuo acordo .
  • Quando  os pais chegarem a este acordo durante o processo de separação ou divórcio contencioso .

Em ambos os casos,  antes de pactuar a guarda compartilhada , para determinar se a guarda compartilhada é cabível  , o Juiz avaliará :

  1. O relatório do Ministério Público.
  2. A opinião de crianças que têm julgamento suficiente.
  3. Os argumentos das partes e os testes praticados.
  4. As relações dos pais entre si e com os filhos.
  5. O laudo de especialistas devidamente habilitados, se solicitado ex officio ou pelas partes.

Guarda compartilhada por decisão do Juiz

Excepcionalmente , o Juiz,  quando solicitado por apenas um dos pais , com parecer favorável do Ministério Público, pactuará a guarda compartilhada quando considerar que é do interesse superior do menor .

Embora o Código Civil  utilize a palavra “excepcionalmente”, a guarda compartilhada não deve ser considerada uma medida excepcional, mas normal , podendo ser acordada pelo Juiz, levando-se em conta as circunstâncias de cada caso.

Este é o critério seguido do Acórdão do STF de 29 de abril de 2013, que estabelece que a guarda compartilhada deve ser considerada normal e até desejável :

Após o decreto de separação ou divórcio

É possível requerer a guarda compartilhada a qualquer momento após a sentença de divórcio ou separação, independentemente do tempo decorrido.

Para isso, é necessário iniciar um  procedimento de modificação de medidas , que pode ser de comum acordo ou contencioso.

Se ambos os pais concordarem, poderão apresentar um novo acordo regulatório especificando a mudança da guarda e guarda para guarda compartilhada.

Não havendo acordo entre os progenitores, o progenitor que pretender a alteração do regime para a guarda partilhada pode instaurar processo judicial para alteração das medidas .

Critérios a serem avaliados pelo Juiz para acordar a guarda compartilhada

Em qualquer caso, o Juiz levará em consideração alguns aspectos para optar pela guarda compartilhada :

  1. A atitude anterior dos pais nas suas relações com o menor.
  2. Os desejos expressos pelas crianças que têm discernimento suficiente.
  3. O número de filhos.
  4. O cumprimento pelos pais de seus deveres em relação aos filhos.
  5. Respeito mútuo em suas relações pessoais.
  6. O resultado dos relatórios legalmente exigidos.
  7. Em suma, qualquer outra que permita aos menores uma vida adequada, embora na prática possa ser mais complexa do que a realizada quando os pais vivem juntos.

É importante notar que a Suprema Corte estabeleceu que  diferenças razoáveis ​​entre os pais não impedem a guarda conjunta .

A existência de conflitos entre os pais não exclui o regime de guarda compartilhada, desde que tais conflitos não prejudiquem o menor .

Tipos de custodia compartida

Existem diferentes formas de exercer a guarda conjunta, dependendo:

  • O endereço onde as crianças moram.
  • O tempo que as crianças vão ficar com os pais.

Guarda compartilhada de acordo com o endereço em que os filhos vão morar

Guarda compartilhada com endereço fixo dos filhos

Neste caso, os filhos permanecem na mesma habitação, serão os pais que mudam .

Ou seja, quando chegar o tempo estipulado para ficar com os filhos, o genitor que desfrutou desse período irá para outra casa e o outro genitor será aquele que ficará com os filhos.

Guarda compartilhada com domicílio rotativo dos filhos

Cada um dos progenitores terá a sua própria casa e serão os filhos que passarão de um para o outro , durante o período que corresponde a cada um dos progenitores exercer a guarda.

Esta é a forma mais utilizada na prática. No interesse do menor, os filhos devem permanecer na mesma escola e manter o seu círculo de amigos, o que implica que não pode haver uma distância excessiva entre as casas dos pais .

Custódia Conjunta Coexistente

Quando  os pais podem viver na mesma casa  , uma vez divorciados ou separados.

Este caso é o menos frequente, pois implica que os pais devem ter um relacionamento muito bom.

Guarda compartilhada de acordo com o tempo de permanência

Custodia compartida por igual periodo de permanencia

Geralmente, o mesmo prazo é estabelecido para que cada um dos pais exerça a guarda dos filhos menores.

Dependendo das circunstâncias de cada caso e sempre no interesse do menor, geralmente são estabelecidos períodos semanais.

Custodia compartida por diferente periodo de permanencia

Neste caso, um dos pais terá mais tempo para ficar com os filhos menores .

É importante ter em conta que a guarda partilhada não implica necessariamente que os períodos que o menor passa com cada um dos seus progenitores tenham a mesma duração . Essa situação pode ocorrer, por exemplo, quando um dos pais precisa viajar a trabalho.

Pensão e guarda compartilhada

Ao contrário do que muitos pais acreditam, o sistema de guarda compartilhada não elimina automaticamente a  pensão alimentícia .

Apesar disso, é comum que, no regime de guarda compartilhada, os pais assumam as despesas do menor em partes iguais e nenhuma pensão alimentícia está incluída.

Leia aqui também – Como escolher um bom advogado para o seu divórcio?

Tipos de misturadores um para cada receita

Aqui está uma ferramenta de cozinha muito simples e prática. Usamos para preparar cremes quentes ou frios, sumos de fruta, papas de bebé… Os liquidificadores servem para quase tudo! Vamos ver quais são os tipos que existem no mercado e quais são os aspectos que devemos observar na hora de escolher o modelo que precisamos.

Antes de comprar um liquidificador

Existem algumas perguntas que devemos nos fazer antes de começar a escolher entre os diferentes modelos de mixers. Fundamentalmente, trata-se de ser claro sobre o uso que vamos dar a ele . A partir daí, você terá que prestar atenção em várias questões:

  • Que tipo de materiais são os melhores? Quase todos os misturadores são feitos de peças de aço e plástico em diferentes proporções. O aço inoxidável é muito mais forte e durável. O plástico é mais frágil e muitas vezes mais difícil de limpar.
  • Qual é a potência adequada? Vai depender de qual será o uso que vamos dar ao liquidificador. A faixa de potência dos modelos à venda vai de 200W a 1000W. Para uso normal, um meio termo (400-500 W) é mais que suficiente.
  • Quais recursos ele deve ter? Bater, misturar, picar, triturar… Mais uma vez, vai depender da necessidade de cada um. Basta ter em mente que quanto mais completos os liquidificadores, maior o preço.

Outros aspectos não menos importantes a considerar antes de escolher uma batedeira são o peso do aparelho, bem como o tipo e comprimento do cabo , para poder manuseá-lo confortavelmente na nossa cozinha . A questão da limpeza também é importante. Por exemplo, o ideal é que suas peças possam ser colocadas na máquina de lavar louças para eliminar todos os restos de alimentos que possam permanecer nelas.

Tipos de misturadores

Os tipos mais comuns de misturadores que podemos encontrar são três: misturadores de braço, misturadores de vidro e misturadores. Robôs de cozinha também devem ser adicionados à lista, que são uma espécie de forma evoluída da batedeira clássica.

batedeiras de braço

É o modelo mais comum , aquele que quase todo mundo tem em casa. Possui um braço de metal removível no qual a lâmina é incorporada.

Os modelos mais completos oferecem diferentes velocidades e incorporam uma série de acessórios úteis : batedeiras ou um copo de plástico que pode ser ajustado ao formato da batedeira, muito prático na hora de triturar alimentos.

Confia sua melhor escolha de mixer

copos de liquidificador

Também conhecido como blenders ou blenders , pelo nome em inglês. São compostos por um pé onde se encontram o motor e os botões, e um vidro com tampa que se coloca na parte superior. Estes mixers são perfeitos para preparar smoothies e sucos .

Liquidificador ou liquidificador.

A faixa de preço dos liquidificadores de jarro é muito ampla e depende das funções, da capacidade do jarro e dos diferentes níveis de potência do dispositivo.

Batedeira

Este tipo de batedeiras está localizado em um degrau mais alto, pois além das funções básicas desses dispositivos (triturar, misturar, picar, etc.) eles adicionam mais uma: amassar . Este é o dispositivo que você deve ter em sua cozinha se você gosta de cozinhar em casa .

A qualidade desses misturadores geralmente é claramente superior às dos dois tipos anteriores. Eles são mais poderosos, estáveis ​​e duráveis. Seu preço, por outro lado, também é mais alto, mas quem compra um desses aparelhos sabe que está fazendo um investimento de longo prazo.

Robô de cozinha

Finalmente, os robôs de cozinha úteis e cada vez mais populares devem ser incluídos na lista. Entre as múltiplas e variadas funções oferecidas por estes aparelhos completos, também se incluem as dos liquidificadores. Então, por que não escolher um deles?

Veja aqui também – Como escolher um liquidificador para um restaurante

O que é CRM

O que é CRM e qual a importância para o seu negócio

Em um ambiente corporativo, os empreendedores estão mais frequentemente preocupados com o dinheiro que entra no fluxo de caixa e o tempo gasto em atividades específicas, buscando formas de otimizar processos, o que pode ser alcançado por meio de diversas ferramentas como o CRM.

Para ajudar a otimizar o processo de atividades e entender melhor a importância do sistema crm, este artigo trará informações sobre a ferramenta, seus usos e importância, que pode abordar muitos dos processos e estratégias de uma empresa.

O que é CRM?

O CRM é uma ferramenta essencial para aproximar os clientes da empresa. A sigla vem do inglês e significa “Customer Relationship Management” (Gestão de relacionamento com o cliente).

Seu nome não é por acaso, pois é uma ferramenta pensada para aprimorar e aproximar os clientes, melhorando seu relacionamento com a marca, ao mesmo tempo em que aprimora e gerencia melhor as conexões já estabelecidas.

Existem vários recursos para implementar essa abordagem, que também podem ter um impacto positivo no planejamento, estratégia organizacional e de marketing, vendas, suporte e muitos outros departamentos.

Como funciona o CRM?

Construir um relacionamento próximo e pessoal com cada cliente pode ser difícil, principalmente quando outras responsabilidades em um ambiente corporativo se acumulam.

Para facilitar a formalização, padronização e acompanhamento dos clientes no processo de compra, o crm gratis permite o cadastro e captura de informações de clientes e prospects por meio da importação de arquivos que já contêm os dados necessários.

Tais perfis também podem incluir acessos realizados e até mesmo informações previamente coletadas pelos garçons – eles podem registrar novas informações em um banco de dados.

A partir disso, o próprio software apresenta dados como histórico de interações e canais preferenciais para realizar processos de atendimento e realizar compras.

Para uma compreensão mais clara do escopo e dos benefícios do pipeline de vendas, dê uma olhada nos principais benefícios que a ferramenta oferece ao seu negócio no tópico.

  1. Visão parametrizada do negócio

Um dos principais problemas enfrentados pelos gestores é justamente a visão limitada ou a necessidade de múltiplas ferramentas para monitorar adequadamente todos os processos que ocorrem na empresa.

No entanto, com uma ferramenta de crm operacional, é possível avaliar melhor o desenvolvimento profissional e possíveis gargalos no processo, aumentar a visão do empreendedor e otimizar as estratégias utilizadas para ampliar os resultados.

Ao centralizar as informações disponíveis em dispositivos móveis e estáticos, os líderes podem tomar decisões mais rapidamente, as equipes podem atuar de forma mais integrada e também fornecer insights para o negócio.

Além disso, o crm plano permite decisões e soluções rápidas para problemas comuns que podem prejudicar o desempenho da produção de uma empresa, identificando potenciais infratores antes que eles realmente afetem o negócio.

  1. Faça mais com menos

Aumentar a produção com menos esforço é o sonho de quase todo empreendedor, e o CRM torna isso possível.

Isso porque a ferramenta possibilita maior produtividade e dinamismo nas tarefas com base nos processos e necessidades otimizados da empresa, uma melhoria sustentável e escalável.

Não se pode esquecer que os funcionários também são pessoas, o que pode afetar os “limites” associados a determinadas atividades quando feito apenas manualmente.

  1. Controle de Vendas

O CRM permite que os empreendedores entendam todo o funil de vendas e processo de compra, determinem o caminho do relacionamento com os clientes e os procedimentos a serem executados.

O acesso a esse tipo de dados pode aumentar o número de vendas, pois leva a um melhor entendimento das necessidades do público e processos que podem ser otimizados.

Por isso, é necessário que as empresas acompanhem as movimentações dos clientes ou de seus prováveis ​​clientes para identificar os momentos mais favoráveis ​​de contato e de fato trazê-los para o seu negócio.

  1. Estratégia

Planejamento e estratégia são dois elementos-chave de “upgrades” de vendas e relacionamento, mesmo quando os recursos permanecem os mesmos.

Para ter sucesso, é necessário ter informações relevantes para orientar as decisões tomadas e servir de base para possíveis mudanças e estratégias.

O software de CRM é basicamente um local onde as principais informações são centralizadas e, além de funcionários e clientes, é possível realizar análises individuais e abrangentes de processos, atividades, contatos.

Com isso, esta ferramenta pode armazenar e exibir de forma inteligente os seguintes dados:

  • Histórico de contatos entre a empresa e seus clientes;
  • Detalhes do contato;
  • Fases de contato e compra mais eficientes;
  • Histórico de compras de cada cliente;
  • Desempenho do setor empresarial.

Todas essas informações fazem do CRM um importante aliado no desenvolvimento de estratégias e campanhas para alcançar os clientes, obter melhores resultados de vendas e fidelizar esses públicos.

  1. Monitoramento de desempenho

Como pode ser visto, o CRM é uma ótima maneira de monitorar departamentos e atividades, avaliar desempenho e possíveis ofensores de produtividade.

Isso permitirá que os empresários entendam como a produção e os processos podem ser melhorados de forma mais eficaz.

Além disso, as ferramentas de CRM podem gerenciar melhor essas equipes e as estratégias empregadas, concentrando-se em avaliações específicas e determinando quantos leads cada vendedor ou departamento pode conquistar e converter em clientes.

Quais são os tipos de CRM?

Existem basicamente quatro tipos de CRM:

  • CRM operacional;
  • CRM analítico;
  • CRM estratégico;
  • CRM colaborativo.

Como tal, o CRM é uma ferramenta muito eficaz e versátil que pode ser utilizada em todos os segmentos de mercado, desde a criação de estratégias de marketing até à venda propriamente dita, de acordo com as necessidades e adequações.

A parte operacional do CRM pode combinar com eficiência os contatos com os clientes, criar pipelines de vendas, com o objetivo de manter essa plataforma e tornar os relacionamentos mais seguros.

Já a análise busca traçar o perfil de quem compra o produto ou serviço de uma empresa, identificando necessidades e hábitos. Isso permite direcionar a persona ideal para o público-alvo e estratégia, reduzindo o risco de investir em atividades inadequadas.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Markplan, site voltado 

para a veiculação de conteúdos relevantes sobre estratégias de negócios, pensados para abranger informações e novidades relacionadas aos maiores segmentos empresariais.

Quais as causas da insônia

Quais as causas da insônia

Você vira de um lado e para o outro, pela sua mente se passam mil assuntos e coisas diferentes, e de repente, quando você percebe, aquele sono que você sentiu durante o dia todo sumiu na hora de encostar a sua cabeça no travesseiro. Essa situação parece bem familiar para você? Se você respondeu “sim” a essa pergunta, você faz parte do grupo dos 73 milhões de brasileiros que sofrem com a insônia.

Se você quer saber bem sobre o assunto e as possíveis causas e também soluções para esse problema, acompanhe o texto até o final.

O que é insônia?

A insônia é caracterizada como um tipo de distúrbio do sono que causa as dificuldades para dormir ou para manter um ciclo regular do sono durante toda a noite. 

Vale ressaltar também que a insônia não se caracteriza apenas do fato do indivíduo não conseguir dormir, mas também como uma alteração que causa muitos prejuízos à qualidade de sono, fazendo com que a pessoa durma muito mal ou não tenha um sono de qualidade. Conheça o Sonofix.

Tipos de insônia

A insônia pode ter três classificações diferentes. São eles:

  • Intermitente: é a esporádica e acontece apenas de tempos em tempos;
  • Transiente: dura alguns dias e pode se acabar se repetindo por mais de 3 semanas;
  • Crônica: quando já ultrapassa o período de 3 semanas.

Quando causada por fatores ou por doenças físicas, a condição é classificada como insônia secundária. Caso não haja a presença de alguma doença, trata-se da insônia primária.

Sintomas da insônia

As consequências da insônia costumam ser bem percebidas através de um mau humor ou do cansaço extremo no dia seguinte, prejudicando assim, as tarefas diárias e também a rotina de quem tem essa condição. 

Além disso, as noites mal dormidas também podem afetar muito a saúde do coração e agravar também outras doenças como a hipertensão e a diabetes, por exemplo. Por isso, é fundamental estar sempre atento aos sintomas para que um tratamento e cuidados sejam logo adotados a fim de resolver ou melhorar o problema.

Alguns dos principais sintomas são:

  • Dificuldade em iniciar e manter o seu sono;
  • Despertar antes do desejado;
  • Resistência em ir para a sua cama no horário planejado;
  • Não sentir que descansou o suficiente na hora de acordar;
  • Dificuldade de concentração e de memória;
  • Irritabilidade ou de agressividade;
  • Cansaço extremo no seu dia a dia.

Principais causas da insônia

As causas de ter a insônia podem variar bastante de pessoa para pessoa. A medida que ela pode ser causada por algum fator que seja físico e hormonal, ela também pode ser causada pelos fatores psicológicos e pelo acúmulo das tarefas do dia a dia.

Fatores bem simples como a alimentação, o ambiente em que se adormece, o uso de uma determinada medicação ou de ingerir comidas pesadas também podem influenciar muito na qualidade do sono. 

Ansiedade

As inúmeras tarefas do seu dia a dia e as pendências do trabalho podem fazer com que a pessoa fique muito mais ansiosa, fazendo assim com que a qualidade do sono seja bem afetada.

Estresse

Além da ansiedade, o estresse também é um dos campeões das causas da insônia. De acordo com um estudo que foi realizado pela Isma-BR, o Brasil está entre os países com o maior índice de estresse do mundo, representando até 70% da população.

Aparelhos eletrônicos

Seja computadores, celulares ou tablets. Todos esses e demais aparelhos eletrônicos emitem uma luz que acaba inibindo a produção da melatonina, um hormônio que é responsável pela sonolência.

Dores

Enxaqueca, as dores de cabeça e os demais problemas físicos também podem influenciar negativamente no seu sono e causar mal-estar. Portanto, é importante realizar os exames de rotina e ir ao médico para investigar outras possíveis causas físicas que estejam afetando o seu sono.

Este artigo foi produzido pelos redatores do Saude Brasil e Cultura Brasil

Como transformar minha televisão em uma SmartTV

Como transformar minha televisão em uma SmartTV?

Com as recentes opções de entretenimento que estão surgindo, muitas pessoas desejam assistir em suas TVs serviços de streaming como a Netflix ou Amazon Video, ou acessar a internet diretamente da televisão.

Isso é uma realidade bastante comum para todos atualmente, pois, estamos acostumados com as SmartTVs – as versões aprimoradas das televisões, que contam com acesso à internet por meio de Wi-Fi ou conexões cabeadas, loja de aplicativos, navegador de internet e conexão Bluetooth, dentre outros benefícios.

Porém, muitas pessoas possuem em suas casas aparelhos de televisão que ainda são de modelos antigos, que não possui nenhum acesso à internet, tampouco conta com uma lista de aplicativos com suas opções de entretenimento. 

Para resolver este problema, opções de aparelhos de conversão de TVs antigas em Smart TVs estão disponíveis no mercado: a chamada TV Box. 

Estes aparelhos podem fazer com que televisões antigas tenham os mesmos recursos que uma SmartTV tem, mesmo que não tenha um hardware atualizado, apenas utilizando um aparelho externo para realizar essa conversão. 

Benefícios do TV Box

Um aparelho TV Box pode lhe proporcionar muitos benefícios. Pense em uma SmartTV: geralmente, os modelos que estão no mercado já vem com uma lista de funcionalidades instaladas de fábrica que melhoram o entretenimento. 

Com o TV Box, sua televisão antiga poderá ter uma loja de aplicativos como uma Smart TV tem. Com isso, você poderá instalar vários outros aplicativos, conforme o seu interesse, aumentando a gama de opções na hora da diversão.

Além disso, serviços de streaming como a Netflix ou a Amazon Prime Video ficam disponíveis para o usuário assistir, pois, estes aparelhos dão suporte a essas tecnologias mais recentes, que só SmartTVs possuem.

Dependendo do aparelho TV Box que você comprar, uma lista de canais, filmes, séries, noticiários e documentários também estará disponível para assistir, tudo de maneira legal e segura, aumentando os momentos de lazer em família.

A Gooffy Box é um exemplo disto: um aparelho de TV Box, baseado na tecnologia chromecast, que sem necessidade de pagar mensalidade, disponibiliza vários canais da TV aberta, filmes, seriados e notícias para você e sua família, por um preço acessível.

Uma vez adquirido o aparelho, ele sempre será seu! Veja mais informações no site oficial sobre a Gooffy Box.

Custo-benefício

Transformar sua TV sem funcionalidades de uma Smart TV em um equipamento mais moderno pode ser vantajoso e apresentar um bom custo-benefício.

Analisando o cenário, se você não pode comprar uma Smart TV mais recente por causa do alto preço que o equipamento apresenta, transformar sua TV em uma SmartTV com um aparelho TV Box é mais vantajoso.

Geralmente, esses aparelhos custam pouco, abaixo de mil reais, sendo bastante acessíveis e eficazes quando comparamos que comprar uma Smart TV por mais de dois mil reais para cima, para assim pode ter acesso aos recursos já descritos, pode ser mais barato com uma TV Box.

E o processo de instalação de uma TV Box é bastante fácil e rápido: no caso da Gooffy Box, por exemplo, é só plugar o aparelho e pronto.

Todas as configurações necessárias já estão feitas e o aparelho já está pronto para uso. Mais uma vantagem agora na questão técnica e também do tempo. 

Transformar uma TV de um modelo mais antigo em uma Smart TV não é nada anormal e difícil, principalmente atualmente. E também custa pouco ter acesso aos recursos que somente uma TV mais moderna tem.

Por isso, analise suas questões e invista em um aparelho de TV Box, como a Gooffy Box, pois, apresenta um bom custo-benefício e proporcionará horas de entretenimento e lazer em família ou amigos. 

Este artigo foi produzido pelos redatores do Combata Dengue e Erika Palomino

Tipos de Diabetes

Tipos de Diabetes

Ouvimos muito por aí que a diabetes está cada vez mais comum, em pessoas de todas as idades, mas nem sempre sabemos o que é exatamente a própria diabetes. Às vezes, apenas relacionamos essa doença com o exagero em comer doces, mas não é bem assim.

E como é, então? Aqui vamos te explicar o que é a diabetes e como diagnosticá-la. É bem importante saber do diagnóstico dessa condição o quanto antes por ser uma doença mais silenciosa, então fique atento!

O que é Diabetes?

Para iniciar, não existe só um tipo de diabetes. Por isso não dá pra dizer sempre que o diabético sempre será uma pessoa que consome muitos doces, porque cada tipo tem uma certa causa. A Diabete Mellitus (DM) como é conhecida mais formalmente, é uma síndrome metabólica de origens múltiplas. O que isso significa? Resumidamente, é uma doença que afeta o nosso metabolismo (a “absorção”) de algum nutriente e que pode surgir de mais de uma forma.

No caso, a diabetes ocorre pela falta da insulina e/ou da insulina não estar surtindo o efeito adequadamente. A insulina é um hormônio produzido pelos pâncreas que age na absorção da glicose, reduzindo a quantidade de açúcares no sangue. Com a falta da insulina, o corpo tem dificuldade para “processar” a glicose, e é aí que a diabetes acaba aparecendo. Glico 100 é uma ótima opção.

Tipos de diabetes

Diabetes tipo 1

Um dos principais tipos dessa doença é a diabetes tipo 1, que é causada pela falta das células que produzem a insulina. Essa destruição das células ocorre pelo o ataque do próprio sistema imunológico, em que os nossos anticorpos (as células de defesa) atacam as células que produzem esse hormônio.

Essa destruição também pode acontecer ainda por outro motivo menos comum: a maior parte desses casos são por esse processo autoimune. Pessoas com a diabetes tipo 1 necessitam de aplicações da insulina obrigatoriamente, que são injeções com o hormônio.

Geralmente, essa diabetes vem acompanhada de mais doenças autoimunes, como a tireoidite de Hashimoto.

Sintomas

  • Vontade de urinar frequentemente;
  • Fome e a sede frequentes;
  • Perda de peso;
  • Fraqueza e fadiga;
  • Mudança de humor;
  • Náuseas e vômitos.

Diabetes tipo 2

A diabetes tipo 2 ou a resistente à insulina, é quando a pessoa se torna bem resistente ao hormônio. Ela ocorre em cerca de 90% dos casos da diabetes e é mais frequente depois dos 40 anos de idade. Nesses casos, a pessoa produz normalmente a insulina, mas continua com as elevadas quantidades dos açúcares no sangue pois é resistente ao hormônio.

Sintomas

  • Infecções frequentes;
  • Visão embaçada;
  • Dificuldade de cicatrização;
  • Formigamento nos pés;
  • Furúnculos.

Diabetes gestacional

Essa diabetes que afeta as gestantes ainda não tem uma causa conhecida, mas parece estar relacionada a uma certa intolerância aos carboidratos no geral. Ela pode ter várias intensidades e também pode ou não continuar depois do nascimento da criança, mas é realmente diagnosticada pela primeira vez durante a gestação.

Os fatores de risco relacionados são:

  • Ganho de peso bem exagerado durante a gestação;
  • Baixa estatura;
  • Crescimento excessivo do seu feto;
  • Polidrâmnio (excesso de líquido amniótico);
  • Hipertensão ou pré-eclâmpsia (pressão alta durante a gravidez;
  • Casos de morte fetal/neonatal anteriores.

A confirmação da diabetes gestacional é feita logo entre as 24° e 28° semanas, e em casos de exames que estejam normais, mas ainda tenha a suspeita, o teste deve ser sempre repetido em um mês ou perto da 32° semana.

Criança pode ter diabetes?

Sim. A diabetes é uma doença que pode também ocorrer em qualquer idade por mais que tenha mais propensão em certas faixas etárias. Mas no geral, você pode ter crianças, adolescentes e adultos com esse tipo de condição.

Este artigo foi produzido pelos redatores do Tropa de Elite e Na Cozinha do Dezim

Saiba como planejar o churrasco de domingo em família

Saiba como planejar o churrasco de domingo em família

O churrasco é uma confraternização regada de carne, comida boa e cerveja gelada. Além disso, é um curinga na hora de reunir as pessoas, seja para comemorar um aniversário, celebrar as festas de final de ano e principalmente para aquela reunião gostosa da família, cheia de bons momentos.

Apesar de parecer muito simples, planejar um churrasco de domingo em família é uma tarefa cheia de detalhes, pois não basta ter carvão, carne e cerveja para todos se divertirem. 

Como é uma reunião familiar, terão várias pessoas com gostos e necessidades diferentes, então é preciso escolher bem o lugar, as carnes, os acompanhamentos, as bebidas e coisas menores, como os descartáveis, por exemplo.

Para garantir que o seu churrasco de domingo em família seja ótimo e deixe todo mundo satisfeito, vamos te ensinar o que é preciso levar em consideração na hora de planejar esse evento. Boa leitura!

1. O primeiro passo é a lista de convidados

Para entender o que será necessário em seu churrasco de família é preciso saber quem irá participar da reunião. Assim, você consegue ter uma base inicial da quantidade de lugares, itens, comida e bebida que serão necessários.

Além disso, com a lista de convidados, você consegue visualizar o número de crianças, idosos, pessoas que não comem carne ou não bebem. Essas são informações indispensáveis na organização.

Portanto, antes de marcar uma data e um local, entre em contato com seus familiares e veja quem vai participar do churrasco.

2. Entre em consenso com os familiares sobre o local

Depois de montar sua lista de convidados, você saberá quais características o local deve ter. 

Se tem idosos, é preciso de lugares confortáveis e espaço para eles circularem livremente. Se tiver crianças, é melhor providenciar um lugar onde elas possam brincar, correr e pular sem perigo, além de um quartinho reservado para tirarem uma soneca durante a tarde. 

Sabendo do que é realmente necessário, você pode se reunir com os familiares ou criar um grupo no whatsapp e conversar com eles sobre as características de um lugar ideal para o churrasco. Assim, vocês conseguem chegar em um consenso acerca do local — se é melhor fazer na casa de alguém ou se o ideal seria alugar uma chácara, por exemplo. 

3. Faça um levantamento de itens

Com os convidados e o local definidos, você consegue saber o que será necessário como suporte para o churrasco acontecer. 

Faça uma listinha e marque a quantidade necessária dos seguintes itens.

  • Número de cadeiras;
  • Número de mesas;
  • Quantidade de copos plásticos;
  • Quantidade de guardanapos de papel;
  • Quantidade de talheres, pratos e utensílios de churrasco;
  • Quantidade de carvão;
  • Sacos de lixo;
  • Quantidade de água — caso o local não tenha água filtrada ou mineral;
  • Papel higiênico para os banheiros;
  • Caixa de som.

Se lembrar de mais algum item importante, coloque-o na lista. Este levantamento é só um exemplo básico para um churrasco bem organizado.

4. Defina o cardápio

Hoje os churrascos em família são do tipo “comunitário”, ou seja, cada grupo de pessoas leva a quantidade de bebida e comida que irão consumir durante o evento. 

Sem dúvidas, esse é o jeito mais fácil de organizar um churrasco e garantir que ninguém saia insatisfeito ou reclamando da festa, algo muito comum de acontecer quando todo o dinheiro é levantado e uma só pessoa se responsabiliza por comprar comida.

No entanto, além das bebidas e dos alimentos trazidos pelos convidados, também é muito importante fazer petiscos e guarnições para acompanhar a comilança.

Isso quer dizer que é fundamental você incluir no churrasco folhas, legumes, molhos, pães, arroz, farofa e o que mais a sua família gostar de comer. Nesse caso, é interessante combinar antes sobre o que será comprado de comida além da carne e dividir entre todos o valor.

Pronto! Seguindo esses quatro passos, com certeza seu planejamento do churrasco de domingo em família vai resultar em um evento inesquecível e com gostinho de quero mais. Não se esqueça de fazer uma playlist para tocar o dia todo e aumentar ainda mais a diversão.

Entenda o que são as manchas brancas que aparecem nas unhas

Entenda o que são as manchas brancas que aparecem nas unhas

Você sabia que suas unhas podem mostrar como está sua saúde? Unhas quebradiças, fracas, opacas e com manchas brancas podem indicar que algo do organismo não está certo. 

Por isso, vitaminas para as unhas e outros cuidados vem sendo cada vez mais utilizados e podem ser um aliado para as unhas, mas também para a saúde. Entenda mais sobre o assunto!

Manchas brancas nas unhas: por que aparecem?

As manchas brancas são um problema muito comum e está relacionado com a maneira como a unha é formada, em sua estrutura. Ou seja, algum problema durante sua formação fez com que ela ficasse mais suscetível a problemas. 

Elas podem aparecer tanto nas unhas da mão quanto nas do pé (ou ambos), mas cada local pode ter uma razão diferente. Por exemplo, uma pessoa que usa muito sapato fechado ou salto alto pode acabar tendo manchas nas unhas por conta do atrito. 

As razões principais para o aparecimento de manchas brancas nas unhas são:

  • deficiência nutricional de proteínas;
  • falta de nutrientes e vitaminas no corpo (principalmente cálcio, zinco ou vitamina B12); 
  • alergia a esmaltes e outros produtos para unhas;
  • pancadas nas unhas, quando estão sendo formadas;
  • atrito da unha com o calçado, tornando-a mais fraca. 

Ou seja, essas manchas brancas estão muito relacionadas com a saúde do organismo daquela pessoa. Por isso, são um sinal de que alguns hábitos precisam ser mudados, principalmente aqueles voltados à alimentação. 

Mesmo assim, se esse problema for muito recorrente e em muitas unhas, o indicado é procurar um médico dermatologista, que pode avaliar melhor o caso e definir se o problema realmente está relacionado à falta de nutrientes. Às vezes, pode ser um caso de micose ou microorganismos.  

Como tratar o problema?

Como foi visto, as principais razões para o surgimento das manchas brancas nas unhas estão relacionadas aos hábitos alimentares. Isso porque a unha precisa ter os nutrientes corretos (proteínas e vitaminas) para ser formada de maneira saudável. 

Porém, é importante ressaltar que nem sempre a razão é essa. Então, quem sofre com isso frequentemente pode procurar ajuda médica e nutricional para entender exatamente o que fazer.  

Mesmo assim, algumas dicas podem ajudar a evitar esse problema, como:

  • ter uma alimentação balanceada, considerando todos os grupos alimentares;
  • aumentar o consumo de proteína (animal ou não) para aumentar a disponibilidade para o organismo;
  • evitar ficar com as unhas úmidas e abafadas, ou seja, secar bem os pés antes de colocar uma meia, evitando a micose;
  • não usar sapatos muito apertados, evitando o atrito;
  • tomar cuidado com pancadas, principalmente quem tem trabalhos mais manuais;
  • proteger as unhas com bases fortalecedoras, que evitam a quebra das unhas. 

Essas são algumas maneiras de evitar não apenas as manchas brancas, mas também outros problemas nas unhas, como enfraquecimento e rachaduras. 

Vitaminas e suplementos podem ajudar

Vitaminas e suplementos para unhas e cabelos são cada vez mais comuns e tem o objetivo de fornecer ao organismo os nutrientes necessários para um crescimento mais forte. Por isso, são uma boa opção para quem tem esse problema frequentemente, mesmo cuidando da saúde. 

Apesar de trazerem mais praticidade para essa questão nutricional, o ideal mesmo é mudar a alimentação e procurar ajuda de um nutricionista. A partir dos exames feitos e da avaliação, ele vai conseguir indicar os melhores alimentos e até qual opção de suplemento é melhor para o seu caso. 

Dessa forma, estar sempre atento à saúde das unhas é essencial para saber também como está sua saúde de maneira geral. Caso perceba as manchas brancas, tome os cuidados devidos para mantê-las saudáveis.

Tudo sobre multa Renainf

Tudo sobre multa Renainf

Você se deparou com uma ou mais pendências no Renainf, não sabe como fazer a consulta das multas e não faz ideia de onde surgiram essas penalidades? 

Sim?! Então fique aliviado(a), pois aqui você encontrará todas as informações importantes sobre a multa Renainf e onde fazer as consultas para que possa solucionar as pendências. 

Assim, você poderá licenciar seu veículo ou fazer a transferência de proprietário durante a compra, ou venda de um automóvel sem dores de cabeça.

O que é uma multa Renainf?

Quando um motorista comete uma infração num município fora da unidade federativa (Estado) em que o veículo está licenciado, a multa é aplicada e enviada ao Renainf, o sistema nacional para Registro de Infrações de Trânsito.

Por meio do banco de dados do Renainf, os órgãos responsáveis pelo envio da multa conseguem encontrar o endereço do proprietário do veículo e enviá-la.

Por exemplo, se um veículo licenciado no estado de Santa Catarina é autuado num município de São Paulo, o DETRAN SP irá aplicar a multa e registrá-la no sistema Renainf para que ela chegue onde o proprietário do veículo mora e ele seja notificado sobre a infração.

É importante ressaltar que além do DETRAN de cada unidade federativa, as multas Renainf também podem ser aplicadas por outros órgãos do SNT (Sistema Nacional de Trânsito), como a ANTT, DNIT e PRF.

Como identificar se um veículo tem uma multa registrada no Renainf?  

Caso seu veículo tenha uma multa Renainf registrada, não será possível realizar o licenciamento até que os débitos sejam quitados. Na compra ou venda de veículos, as multas Renainf impedem a transferência de proprietários se não estiverem regularizadas. Ambas as situações acontecem devido ao bloqueio do Renainf.

Por isso, antes de licenciar, comprar ou vender um veículo, é fundamental realizar a consulta dos débitos vinculados ao automóvel que tenham relação com infrações cometidas em unidades federais diferentes a do registro do veículo. 

Assim, você consegue se livrar de eventuais dores de cabeça na hora de regularizar o documento ou transferir para o proprietário responsável.

Veja como fazer a consulta

Se você tem a multa em mãos, é bem simples. Basta verificar qual o órgão emissor (DETRAN do seu estado, ANTT, DNIT ou PRF), acessar o site do órgão e buscar por débitos do veículo. Para isso, você vai precisar da placa do veículo e número do RENAVAM.

Depois de inserir as informações você conseguirá ver a(s) multa(s) do Renainf e quaisquer outros débitos do veículo no SNT.

No caso da compra de um veículo usado, você pode fazer a consulta por conta própria. É um direito seu como consumidor verificar se existem irregularidades que impeçam a transferência de proprietário e, posteriormente, o licenciamento do veículo.

Para isso, basta você anotar a placa do veículo e pedir ao vendedor/proprietário o número do Renavam. Com essas informações você pode consultar no DETRAN do seu estado e órgão federais (PRF, ANTT ou DNIT) para verificar se existem pendências.

Como retirar o bloqueio do Renainf depois de pagar a multa?

Depois do registro do pagamento da multa, o proprietário do veículo não precisar fazer mais nada, pois a confirmação do pagamento e a baixa para o desbloqueio são responsabilidades do órgão autuador, seja ele executivo de trânsito dos Estados e DF (DETRANs) ou federal (PRF, DNIT e ANTT).

O prazo para a baixa da multa Renainf é curto, o desbloqueio normalmente acontece em até 5 dias úteis. Depois desse período, se a baixa não for dada e o bloqueio se manter ativo, é preciso realizar novas consultas para identificar se existem outros débitos. 

Caso não existam pendências ativas, o correto é entrar em contato ou ir à agência de DETRAN mais próxima de seu endereço para verificar os motivos que estão levando ao atraso ou impedimento do desbloqueio. 

Metais Deca

Metais Deca: Descubra como trazer inovação e tecnologia para seu banheiro

A Deca Metais veio para fornecer a você praticidade através de um produto considerado simples durante anos, como as torneiras para banheiro. E te mostrará a qualidade que tem no uso diário. 

Escolher por torneiras excelentes, feitas especialmente para atender às suas necessidades tornarão o seu cotidiano agradável e prático! Por isso, preparamos este artigo para lhe mostrar as vantagens de utilizar a Deca Metais.

Como posso trazer inovação através de torneiras para banheiros?

Graças às torneiras para banheiro da Deca Metais, você colocará um fim em suas roupas molhadas ao escovar os dentes, lavar as mãos ou fazer a limpeza do objeto durante a faxina semanal.

Hoje em dia, conseguimos trazer beleza e utilidade ao nosso banheiro, sem ter a necessidade de nos molharmos, ou gastar com mais de um produto! Este era um problema recorrente, mas a Deca Metais estudou e criou produtos com uma tecnologia surpreendente!

O que seriam as tecnologias para o banheiro que ajudam?

A Deca Metais conseguiu inovar e trazer aos clientes uma tecnologia chamada Acqua Return, responsável por evitar que aconteça desperdício de água gelada ao aguardarmos por uma água morna ou quente nas torneiras para banheiro. É comum que esperemos a troca das águas com a torneira aberta, e isto faz com que haja gastos maiores e um excessivo desperdício de água que pode acabar!

No caso da Deca Metais Smart Link, este é um serviço tecnológico que possibilita a você conferir os gastos de água. O monitoramento é feito por intermédio de um aparelho inserido na saída de água, e consegue captar a quantidade que é gasta e identificar vazamentos. 

É necessário, porém, que você tenha acesso à plataforma pelo celular, a fim de checar os números gastos e o que poderia causar o aumento na sua conta de água. Isto possibilitará que você encontre qualquer índice de gasto diferente do normal, e consiga solucionar o problema com facilidade. 

A Deca Metais criou torneiras para banheiro que são controladas por voz! Isto permitirá a você ativar com facilidade o Acqua Return, que possibilitará evitar gastos de água sem necessidade. 

Para fazer uso do sistema, basta dizer “Deca, prepare meu banho” e este pequeno dispositivo inteligente fará a recirculação de água e avisará se a sua água quente está no ponto certo ao seu banho, por exemplo.

Qual o melhor tipo de torneira da Deca Metais para o meu banheiro?

Antes de você fazer a escolha das torneiras para banheiro da Deca Metais, é conveniente observar o seu tipo de banheiro e o tipo de água que ele te oferece para higienizar as mãos. Caso seja a tradicional fria, sem ser a monocomando, opte por fazer a compra de um modelo feito especialmente para liberar a água gelada. 

Além disso, recomendamos que antes de encontrar as torneiras para banheiro da Deca Metais, para verificar o local que está inserido o ponto de água. Isto permitirá que você tenha uma ideia maior do estilo de torneira a ser posta em seu ambiente. 

Perceba que, se for acima da cuba, as torneiras de parede são interessantes de se instalarem no banheiro. Caso seja na parte de baixo, opte por uma torneira de mesa que combine mais com a proposta de instalação do ponto de água.

Conheça as vantagens de ter uma torneira da Deca Metais!

Anos atrás era comum que as torneiras para banheiro fossem mais simples, menos chamativas e não combinavam em nada com a decoração do ambiente. No entanto, a Deca Metais possibilita a você fazer uso de um item elegante e com um design extremamente robusto.

Se você tem o interesse de combinar as torneiras para banheiro com este cômodo, a melhor escolha é fazer a aquisição de um modelo feito pela Deca Metais. Torne o ambiente delicado, tecnológico e do jeito que sempre sonhou. 

Page 1 of 62

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén