Reduza pela metade o custo de seus anúncios no Facebook e Instagram

Deseja otimizar seu orçamento de publicidade no Facebook?
Você está começando a ver resultados positivos, mas não consegue ver como pode reduzir seus custos?
Conversei esta manhã com a Inbounder Marketing , nossa especialista em anúncios do Facebook, sobre como otimizar a publicidade no Facebook e no Instagram.

A otimização dos anúncios do Facebook é um processo contínuo com tentativa e erro. Não é um processo fácil, mas é essencial economizar tempo e dinheiro a longo prazo. Falando em erro, eis como descobri o que chamo de grupos do público (personas) para facilmente cortar pela metade o custo de uma campanha.

Antes de reduzir pela metade o custo dos seus anúncios no Facebook, aconselho você a otimizar suas campanhas.

Noções básicas – Diagnosticando uma conta de anúncios do Facebook

Para gerenciar adequadamente uma conta de publicidade do Facebook, comece diagnosticando estas três dimensões:

  • A audiência,
  • A propaganda,
  • página de destino .

Essa é a única maneira de verificar se tudo está pronto para otimizar custos e otimizar o orçamento de publicidade.

1. O público de suas campanhas de publicidade no Facebook

Este é o primeiro item a verificar.

  • Suas campanhas estão segmentando as pessoas certas?
  • Você tem o cliente certo?

Para ter sucesso nesta etapa, é claro que é necessário ter estabelecido sua persona corretamente com antecedência .

Se você ainda não os estabeleceu, aqui estão três perguntas para verificar se seus critérios de segmentação para suas campanhas de anúncios no Facebook são relevantes:

  • Quem é seu cliente?
  • Qual é o problema dele para resolver?
  • Qual é a sua solução ou oferta para ajudá-lo?

Depois que essas respostas forem coletadas, valide-as procurando o que seus clientes em potencial leem, veem e gostam.

Mas como fazer isso ?

  • Pelo que eles dizem  : use a barra de pesquisa no Facebook digitando uma de suas palavras-chave,
  • Pelo que eles lêem  : faça o mesmo na Amazon,
  • E para o que eles gostam  : estude as estatísticas  de público – alvo da sua página do Facebook chamada “Facebook Audience Insights”.

Uma vez validadas suas hipóteses, você poderá encontrar os centros de interesse do seu alvo com todas as informações em mãos.

Na verdade, você não apenas identificou seu cliente em potencial, mas também entendeu essas expectativas.

Pelo menos você tem algum pensamento sobre o que ele pode experimentar e o que o impede de seguir em frente e como ele fala sobre isso.

2. O visual da campanha publicitária

O visual é a chave com tanta frequência no Marketing Digital.

Mas isso é ainda mais verdadeiro para campanhas de publicidade online.

Muitos empreendedores lançam campanhas publicitárias com uma única variante visual no público que estão testando.

De fato, o algoritmo do Facebook gosta de diversidade, ou seja, tem a liberdade de escolher.

Como explicar isso simplesmente?

Vamos dar um exemplo.

O algoritmo do Facebook Ads pode distinguir pessoas que preferem ler textos longos daquelas que preferem textos curtos.
Meu conselho  : tente tirar o máximo proveito do poder de seu algoritmo preditivo. E, para isso, sempre ofereça várias variantes de suas campanhas.

Nada é mais fácil.


Ofereça a ele diversas variações de visuais, títulos e textos e dê a ele a liberdade de otimizar o desempenho da campanha.

Para fazer isso, ative suas diferentes variantes diretamente no gerente de publicidade.

Isso acontece no pacote de publicidade ativando o botão de conteúdo criativo dinâmico como abaixo.

O conteúdo criativo dinâmico  é uma ferramenta de otimização muito prática se você realmente não sabe qual conteúdo funciona com diferentes públicos.

Além disso, os anúncios do Facebook agregam para você o desempenho de todas as variantes transmitidas.

Último ponto  : use a ferramenta de sobreposição de texto  para avaliar a quantidade de texto nela. De fato, se seu visual incluir muito texto, sua publicidade poderá não atingir todo o público-alvo.

3. Página de destino da sua campanha

Infelizmente, a página de destino é frequentemente subestimada.

No entanto, esta é a página na qual as pessoas que clicam no seu anúncio são direcionadas.

Deve deixar uma ótima impressão, o que implica pelo menos:

  • Tempo de carregamento rápido desta página, especialmente em dispositivos móveis,
  • Design responsivo , ou seja, perfeitamente adequado para todos os tamanhos de tela (PC, celular, tablet etc.),
  • Taxa de rejeição não muito alta,
  • Taxa de conversão totalmente otimizada para sua página de destino…

Basicamente, você está gastando dinheiro para atrair clientes em potencial para seu site, e assim deve recebê-los o máximo possível e orientá-los em direção ao seu objetivo.

Além disso, uma Landing Page também ajuda a reduzir o custo por resultado e otimizar o desempenho da sua publicidade.

Como? Ou? O quê?

Você acha que o Facebook está interessado apenas no que está acontecendo com ele!

Este não é o caso.

O Facebook, pelo menos seus algoritmos, leva em consideração toda a experiência do usuário.

É normal.

O Facebook não quer decepcionar seus usuários. É o caso da isca  de clique, por exemplo, mas não apenas.

Se esta parte não for dominada, o Facebook o penalizará.

Correndo o risco de me repetir, como todas as plataformas da Internet, o Facebook procura melhor satisfazer seus usuários.

Se seus usuários não estiverem satisfeitos, o Facebook perderá membros em sua rede social … e se perder pessoas, não poderá ganhar dinheiro e, claro, você também!

Simplificando, as prioridades do Facebook são:

  • Usuários felizes,
  • Ganhar dinheiro,
  • Deixe você fazer isso também.

Observe a ordem dessas prioridades.

Agora você conhece as regras e sabe como aplicar com elas as melhores táticas.

O bônus – como otimizar uma campanha já otimizada?

O que fazer quando essas três otimizações forem concluídas?

Paradoxalmente, você tem a coisa mais fácil a fazer.

Na Inbounder, chamamos essa última otimização de bolsões de público .

Essa estratégia é baseada em um conceito simples: alcançar pessoas diferentes no mesmo público com custos diferentes para você  !

Mas como isso é possível?

Uma audição não é homogênea?

Quando você segmenta “moda por exemplo”, não alcança todos da mesma maneira?

Bem não !

Aqui está o porquê.

A analogia disso

Vamos fazer uma analogia para entender:

  • O objetivo da publicidade representa a atração e venda,
  • O públic-alvo representa um oceano para se descobrir: vários objetivos
  • O conjunto de publicidade representa seu barco lançado neste oceano,
  • O anúncio representa sua rede para a captura de peixes no oceano.

Assim como na vida real, se você envia 2 barcos para uma região próxima, um barco pode pescar bem e o outro volta sem peixe…

Eu sei que essa analogia pode parecer terrivelmente simplista …

Mas é exatamente isso que acontece com seus conjuntos de anúncios!

Conclusão para reduzir pela metade o custo dos seus anúncios no Facebook Ads

Existem vários artigos sobre a otimização de campanhas publicitárias no Facebook.

A maioria delas contém dicas básicas como “Instalar o pixel do Facebook” ou “Criar uma audiência no Facebook”.

Em última análise, não é muito útil, é?

Este artigo descreve um truque para reduzir pela metade o custo dos seus anúncios no Facebook.

Para alcançar seu público-alvo e ficar à frente dos seus concorrentes, gastando menos, pense em simplesmente duplicar seu público.

E a boa notícia é que está a apenas um clique de distância.

Obviamente, essa estratégia de duplicação não substitui ter uma campanha bem estruturada e um produto ou serviço que funcione perfeitamente. Ex: pode vender um produto na internet como um clareador dental ou venda de serviços: pacote de intercâmbio

Porque não se esqueça: a publicidade existe para ampliar uma base que funciona com diferentes ingredientes principais:

  • Uma página de vendas que converte e carrega rapidamente no celular,
  • Uma oferta irresistível (trabalho de fornecimento),
  • Bom momento para a venda (calendário).

Em seguida, considere analisar o desempenho de suas campanhas de anúncios no Facebook .

Resumir em 3 perguntas

Os anúncios no Facebook valem a pena?

Um excelente custo por conversão não significa que uma campanha no Facebook seja eficaz. Para oferecer uma ordem de grandeza, se você ganhar mais de R$ 4,00 em receita por cada real investido em publicidade, sua campanha será bastante lucrativa.

Por que seus anúncios no Facebook são tão caros?

Uma segmentação insuficiente do público-alvo pode derreter seu orçamento como do gelo ao liquido. De fato, no Facebook, algumas audiências são mais caras do que outras. Por quê ? Porque eles são mais competitivos. Esteja ciente de que seus anúncios podem competir com anúncios de outras empresas que nem sequer estão no seu setor.

Como reduzir pela metade o custo dos seus anúncios no Facebook?

Comece estudando seu público. Em seguida, execute várias variações de uma campanha para dar ao Facebook a opção de escolher o melhor. Otimize sua Landing Page, porque o Facebook também leva em consideração o comportamento de seus usuários no site da sua empresa. Depois que tudo isso for feito, em um clique, duplique seu público-alvo para dividir significativamente o custo de suas campanhas.

E ai, gostou das nossas dicas? Entre em contato conosco em nosso site https://www.inbounder.com.br

5 razões para ir ao psicólogo – Confira agora mesmo

Embora a visibilidade dos problemas de saúde mental tenha aumentado nos últimos anos, ainda há muita ignorância sobre isso. Ao torcermos o braço ou torcermos o tornozelo, sabemos que devemos procurar um especialista para tratar a lesão. No entanto, quando não conseguimos lidar com os problemas do dia-a-dia , achamos difícil supor que possamos precisar de ajuda profissional.

Em muitas ocasiões , esquecemos de cuidar do nosso bem-estar mental, porque os sintomas de que algo está errado são muito mais abstratos. Neste artigo, mostramos algumas razões pelas quais ir ao psicólogo pode ser bom para você se sentir melhor , ser mais animado e aprender a gerenciar suas emoções.

Confira agora: Psicologo online – Melhore sua vida mentalmente

psicologia

Por que ir ao psicólogo fará você se sentir melhor

Muitos anos atrás, algumas pessoas associaram ir ao psicólogo com insanidade. Felizmente, hoje esse estigma diminuiu consideravelmente.

Mais e mais pessoas entendem que o psicólogo é um profissional com o conhecimento e as ferramentas necessárias para ajudá-lo a gerenciar seu comportamento, seus relacionamentos com os outros e suas emoções, com o objetivo de fazer você se sentir confortável consigo mesmo e com o seu ambiente.

Aqui estão algumas razões pelas quais ir ao psicólogo o ajudará mais do que você pensa:

  1. Você entenderá melhor o que está acontecendo com você

O psicólogo sabe como fazer as perguntas certas para traduzir os pensamentos que circulam em nossas mentes em palavras e, muitas vezes, expressar o que pensamos em voz alta nos permite organizar nossas idéias e pensamentos.

  1. Este é um profissional alheio à sua vida

Isso lhe dá objetividade e permite que ele tenha uma visão mais global dos seus problemas , algo que às vezes as pessoas que nos conhecem não importam o quanto elas querem nos ajudar.

  1. O psicólogo ouve você sem julgamento

Outra vantagem de ser um profissional alheio aos problemas que o preocupam.  Conte sua história , explore suas experiências passadas sem medo do que você pensa em tentar encontrar soluções .

  1. Você aprenderá a gerenciar seus sentimentos e sua maneira de se comportar

Com a ajuda da terapia, será mais fácil para você controlar as emoções negativas que o perturbam.

Razões pelas quais você pode precisar de um psicólogo

Embora o psicólogo também seja treinado para lidar com transtornos mentais , você não precisa de um profissional para ajudá-lo. Aqui estão outras razões pelas quais você pode precisar de um psicólogo:

  • Você está deprimido ou tem mudanças de humor muito repentinas.
  • Você sente apatia pela vida e se sente “desligado”.
  • Você se estressa com facilidade, a ponto de ter momentos em que é difícil respirar, sentindo-se ansioso.
  • Você tem um medo irracional muito forte de algo que o impede de desenvolver sua vida normalmente.
  • Você quer aprender a gerenciar sua maneira de se comportar, sentir e reagir para enfrentar algumas situações do seu dia a dia.
  • Você quer superar um vício.

Em geral, se você acha que algo não está funcionando corretamente em sua vida e que conversar com alguém em quem confia não é suficiente, tente consultar um psicólogo.

 

Leads

Como obter mais leads – Confira agora Mesmo

A tradução de “lead” do inglês significa “chumbo”. Isso se refere ao fato de um lead já ser um usuário interessado em seu conteúdo ou produtos, e não um usuário que o encontrou por acaso … portanto, é considerado um usuário qualificado e de qualidade, com mais possibilidades de compra em seu site do que um usuário aleatório.

Os leads são, na verdade, usuários que confiaram alguns dados por meio de uma plataforma digital . Eles são os assinantes famosos, aqueles usuários que preenchem seu formulário de contato e se tornam potenciais clientes em seu banco de dados. A partir daí, você deve “trabalhar” e fornecer a eles mais valor e segurança para que eles acabem comprando.

Consiga Leads B2B e aumente a sua rede de cliente

Leads

Como obter mais leads

As técnicas de geração de leads estão em operação há muitos anos. A verdade é que 1 em cada 10 empresas reconhece uma melhoria notável com essas estratégias, ou seja, a maioria das empresas que usam essas técnicas não obtém resultados tangíveis . Isso pode ser devido a vários motivos:

– A página de destino “assusta” os usuários.

– O conteúdo não é útil ou de qualidade

– A estratégia de geração de leads não é adequada

– Rastrear seus leads não está correto

– Você não identificou corretamente seu público-alvo

Geração de leads

Desde o momento em que um usuário pensa em comprar um produto ou contratar um serviço on-line , até comprá-lo, muitas coisas acontecem. Na maioria dos casos, não compramos on-line ao mesmo tempo em que pensamos em comprá-lo . Costumamos ir a vários sites para comprá-lo, comparamos preços, qualidades, vantagens como tempo de entrega … Além disso, costumamos fazê-lo em diferentes dispositivos.

A geração de leads começa desde o início. Desde a fase de atração do seu público, na qual  você tenta alcançar o maior número possível de usuários que atendem ao perfil do cliente-alvo; Até o final, na fase de conversão , quando os usuários já se tornam clientes e começam a se identificar positivamente com sua marca .

Entre esses dois pontos, existe uma verdadeira “jornada de compra” do usuário. Nessa viagem, você deve fornecer um conteúdo valioso e pontos fortes de seus produtos e serviços . Dessa forma, você poderá ver quais usuários “passam” para uma fase mais próxima da compra.

Como obter mais leads?

Para que um gerente de marketing digital responsável pela estratégia de captura de leads seja bem-sucedido, você deve:

1- Defina o perfil do cliente em potencial ou o cliente ideal.

Quem é o tipo ideal de cliente que compraria seus produtos? Quantos anos ele tem? Onde ele mora? Que hobbies ele tem? …

2- Atrair o perfil do cliente para que ele se torne um lead.

Em outras palavras, é necessário que eles deixem suas informações de contato  usando um formulário para fazer parte do banco de dados do assinante. Geralmente eles oferecem algo grátis em troca, um ebook, um “guia de SEO na página”, por exemplo. Dessa forma, é mais provável que os usuários sejam seus assinantes

3- Agregue valor aos seus assinantes

Depois de ter uma boa lista de assinantes , você deve agregar valor a esses leads . Geralmente através de conteúdo relacionado ao seu assunto de utilidade real . Nesta fase, você começa a converter leads de usuários em clientes . Nesta fase, os leads são nutridos com um conteúdo valioso. Dessa maneira, você gera confiança e autoridade em seu setor como uma marca.

4- Identifique seus “hot leads”

Quando você identifica leads “quentes” ou praticamente prontos para comprar, é hora de levá-los à compra. Aqui, estratégias diferentes são geralmente aplicadas, como descontos ou ofertas exclusivas, para dar ao usuário o último empurrão para finalmente decidir comprar.

Diferentes maneiras de atrair leads

Marketing por e-mail para capturar leads

É um dos meios mais utilizados para atrair leads e durante toda a jornada do cliente. Recomendamos que seus e-mails sejam atraentes e tenham um bom conteúdo persuasivo que incentive seu lead a tomar uma ação específica. Uma das ferramentas mais usadas para essas estratégias é o mailchimp .

Valorize o conteúdo dos seus leads

Costuma-se dizer que “o conteúdo é rei” e, em grande medida, é esse o caso. Um bom conteúdo ajudará você a melhorar seus resultados, sem dúvida, principalmente se forem úteis para seus usuários. Embora exija tempo e esforço, a longo prazo beneficiará você não apenas para o seu público, mas também para o seu posicionamento natural dentro do seu setor.

Anúncios de aquisição de leads

Os anúncios são uma ótima maneira de ganhar visibilidade, principalmente no início. Nesse caso, publicidade paga ou PPC oferece maior alcance. Eles são orientados à conversão, pois requerem investimento. Uma boa opção para atrair leads qualificados pode ser realizada em diferentes plataformas:

  • Anúncios de Pesquisa do Google
  • Anúncios sociais (facebook, instagram, twitter twitter …)
  • Publicidade em outros sites (exibição)
  • Publicidade em aplicativos

Redes sociais

As redes sociais são um ótimo gateway para dar visibilidade aos seus negócios. Sem ter anúncios em redes sociais , você pode compartilhar seu conteúdo através de seus perfis de redes sociais e conectar-se mais com seu público, poder se comunicar diretamente com eles e tentar conhecê-los mais, descobrir o que você pode trazer com sua marca … em resumo ganhar confiança. Dessa forma, é muito mais fácil conseguir mais assinantes.

O importante é a qualidade dos leads

No final, o importante é a qualidade dos leads que você obtém. Será de pouca utilidade para você obter leads em massa se eles não tiverem interesse em seu setor ou produtos. Uma das chaves é identificar qual perfil de cliente tem maior probabilidade de comprar seus produtos. Com isso, é infinitamente melhor ter poucos leads, mas de qualidade do que muitos leads desinteressados.

Ferramentas para geração de leads

Todo o processo de geração de leads e criação de leads  é muito complexo se você não tiver uma ferramenta de marketing de entrada disponível para ajudá-lo a identificar os leads que estão se aproximando da fase de compra.

Para isso, existem inúmeras ferramentas que permitem gerenciar toda essa imensa quantidade de informações . Dessa forma, você terá controlado as fases pelas quais cada um de seus assinantes passa e, portanto, poderá enviar a eles conteúdo específico e personalizado.

 

Empresas que não fazem marketing digital podem sofrer mais na crise?

Atualmente, a pandemia do Covid-19 está afetando todo o mundo. Contudo, essa não é a primeira e muito menos a última crise que enfrentaremos. Mesmo que não seja possível prever e estar totalmente blindado a ela, existem alguns fatores relacionados ao marketing digital que podem auxiliar e minimizar os impactos de um futuro período de tensão, ou até mesmo do atual momento. E se o seu negócio ainda não faz parte do mundo online, pode ser que ele esteja ficando para trás.

Pequenos negócios

Por mais que pequena e médias empresas sejam responsáveis por 80% dos empregos formais no Brasil, elas são as que mais estão sofrendo com a pandemia, principalmente aquelas com sede e operação física. Além do caixa ser menor do que o de empresas maiores, o marketing digital não era levado a sério e ainda possuía muita resistência em grande parte de pequenos negócios. Contudo, os métodos tradicionais já não são mais suficientes, visto que devido ao período de incerteza a prioridade das pessoas mudaram e o ciclo de venda está mais longo, obrigando negócios tradicionais a mudarem o comportamento para não ficarem para trás e se adaptar ao novo comportamento:

  • Escolas tradicionais e de idiomas oferecendo aulas à distância;
  • Negócios locais explorando cada vez mais os canais digitais, como as mídias sociais, para aumentar as vendas;
  • Autônomos, como personal trainer, oferecendo consultoria e aulas online.

Negócios que se adaptaram rapidamente já estão à frente de seus concorrentes. E você, quer ficar pra trás?

Marketing digital na crise

Muitas empresas ainda têm a mentalidade de que Marketing está relacionado apenas a despesas e não visualizam como ele pode oferecer um retorno financeiro, fazendo com que em períodos de crise essa seja a primeira área a ser cortada. O Marketing Digital é um investimento que além de gerar resultados a longo prazo, também pode ajudar a aumentar as vendas no curto prazo. Isso porque com o distanciamento social, as pessoas não estão nas ruas para encontrar sua loja, e sim no universo online. Inclusive, até mesmo imóveis estão sendo procurados e “visitados” na internet. Ou seja, se você não está nesse mundo, como espera ser encontrado por seus clientes ou até mesmo atingir mais pessoas?

Facebook e Instagram

É preciso ser visto para ser lembrado, certo? Por isso, utilizar as mídias sociais, como Facebook e Instagram pode ser o começo do Marketing Digital em sua empresa. Por meio deles você possui infinitas possibilidades para, além de se comunicar e aproximar de seu público, também realizar vendas diretas e fazer propagandas de seus produtos.

Contudo, é importante deixar claro que não se deve pensar nessas ferramentas apenas como um canal de vendas, é importante gerar conteúdo relevante para seu público. Afinal, mostrar que sua empresa se importa com as pessoas é uma ótima maneira de fortalecer a sua imagem como marca e consequentemente vender mais por isso. As redes sociais possuem recursos para contas comerciais para facilitar o processo de venda, além de oferecer métricas relevantes e exatas para seu negócio, facilitando as análises.

SEO e Google Ads

Entretanto, além das redes sociais é importante estar presente em outros canais. E qual o melhor canal senão o maior buscador da internet? Sim, o Google. Até mesmo se as pessoas quiserem te encontrar nas redes sociais, elas podem realizar pesquisas. Mas como ser encontrado?

O Google Ads é uma plataforma totalmente voltada para anúncios e links patrocinados que são vendidos por meio de leilões de palavras-chave. Ou seja, seu anúncio irá aparecer quando realizar alguma pesquisa na web, acessar sites ou blogs, e até mesmo quando assistir vídeos no YouTube. O melhor de tudo é que o público impactado com seu anúncio será totalmente qualificado, aumentando as chances de conversão.

O Google Ads é uma forma mais rápida de ser encontrado e estar no topo é algo que todo mundo quer. Agora, você sabia que é possível estar no topo sem precisar patrocinar suas campanhas? O SEO é um conjunto de técnicas de otimização de páginas da web (sites, blogs, vídeos) para ranqueá-las nas primeiras colocações do buscador por meio de resultados orgânicos. Estar na primeira página do Google, principalmente dentre os primeiros colocados traz autoridade para sua marca e consequentemente mais vendas, visto que recebe mais cliques do que o restante.

É importante lembrar que ambas as ferramentas necessitam que a utilização das palavras-chave seja feita de forma natural e inteligente. Por exemplo, se você possui um restaurante italiano em Balneário Camboriú, utilize palavras-chave como “perto de mim”, “próximo de mim” ou “em Balneário Camboriú”. Com isso, você será encontrado sem dificuldades por seus clientes e ainda irá atrair novas pessoas.

Como você pode ver aqui neste artigo do site, o Marketing Digital não é gasto, mas sim investimento. Principalmente em épocas de crise, é preciso estar aberto a novas ferramentas que podem agregar ao seu negócio. Não seja aquela empresa que fica pra trás durante a crise.

Mercado de Consórcios

Durante a crise econômica um dos mercados que mais crescem é o de consórcios

A crise econômica foi o estopim para muitas empresas que tiveram até mesmo que fechar suas portas, para muitas pessoas a crise econômica impossibilitou fazer investimentos que em tese já estavam em preparação para serem feitos nesse período.

Porém é perceptível que teve alguns setores da economia que acabaram ganhando com a crise e cresceram enquanto o resto do mercado continua estagnado em questão ao crescimento, um dos mercados que mais cresceram durante a crise foi o de consórcios que vem tendo grande crescimento nesse período em seus diferentes setores.

Segundo o G1, os consórcios em diferentes setores estão sendo alternativas viáveis de investimentos para quem quer continuar investindo em seus projetos e ao mesmo tempo economizar e essa procura acabou ajudando no crescimento do mercado mesmo nesse período de crise econômica.

Podemos encontrar hoje em dia uma procura enorme por informações sobre os segmentos de consórcios e a forma como de fato eles funcionam afinal nem todos nós conhecemos esse setor, e o que podemos perceber com esse crescimento é que hoje em dia podemos encontrar muitos anúncios referente à compra e venda de cotas de consórcios.

Os anúncios do tipo compramos consórcios ou apenas compro consorcio é cada vez mais comum de serem encontrados hoje em dia do que eram anunciados a pouco tempo atrás o demostra o aumento da procura por diferentes tipos de consórcios atualmente.

Esse tipo de anuncio é comum porque existem como sabemos consórcios que podem ser iniciados do zero, mas que nem todos têm a paciência de esperar e essas pessoas buscam então por consórcios em andamento que possuem prazos menores e por isso é mais comum versos anúncios de compro consorcio em andamento do que de outros tipos de consórcios.

A procura por anúncios de consórcios

O intuito do brasileiro em tempos de crise é reduzir gastos, o intuito é economizar e apara isso muitas pessoas estão querendo s e desfazer de muitos tipos de investimentos ou até mesmo buscando fontes de investimentos que sejam bem mais baratas ou econômicas.

Nesse intuito acabamos esbarrando nos consórcios que é um mercado que está tendo um crescimento muito positivo nesse período de crise e isso se deve em parte pelo fato de que muitas pessoas estão vendo o consorcio como uma fonte alternativa de investimento.

São diferentes segmentos de consórcios que estão fazendo a cabeça das pessoas como uma nova alternativa de investimentos, já que a maioria dessas pessoas não querem desistir de continuar a investir mesmo em período de crise econômica.

Hoje em dia se tronou muito comum encontrarmos anúncios do tipo compro consórcio do que encontraria a pouco tempo atrás, a procura por esse tipo de anuncio é cada vez maior, já que muitas pessoas preferem comprar consórcios diretamente das pessoas ou empresa especializada e que são consorcio que geralmente podem ser adquiridos em curto prazo, enquanto muitos outros consórcios são feitos a longo prazo por iniciar do zero.

imoveis

Como escolher um terreno para construir uma casa

Quando compramos um imóvel, não investimos apenas no terreno para construir uma casa, mas também investimos em tempo e dinheiro; por esse motivo, é importante pensarmos em todos os aspectos envolvidos em encontrá-lo e comprá-lo.

Confira – Imóveis em Rivieira – Compre o seu pelo melhor preço

A terra é a base de nossa casa, o local onde passamos a maior parte do tempo e onde vivemos com a família, para que possa ser muito útil. Antes de começar a procurar terras, crie uma lista com idéias e requisitos pessoais para sua terra. e casa ideal.

Se a sua pesquisa for aconselhada por um profissional, a lista ajudará a entender claramente o que você deseja para sua nova casa. Se você decidir pesquisar no seu próprio ritmo e sem a ajuda de ninguém, recomendamos que você continue lendo para descobrir os principais aspectos que você deverá atender antes de tomar a decisão de compra.

imoveis

 

7 fatores a considerar antes de escolher um terreno para construir uma casa:

1- Infra-estrutura

Certifique-se de que os serviços necessários, como eletricidade, telefone, iluminação pública, água corrente / potável, esgotos, gás natural, etc. já estão instalados.

2- Localização

É importante detectar a conexão com as principais estradas / ruas e a segurança geral do bairro. Se o terreno estiver longe da cidade, considere o tempo necessário para acessar serviços como hospitais, farmácias, escolas, playgrounds, lojas e bibliotecas.

Lembre-se de que uma boa terra é próxima ou bem conectada ao núcleo urbano, se a intenção é vendê-la no futuro e, embora não haja intenção de vendê-la, é importante pensar em aumentar o valor da terra no futuro. .

3- Orientação

Devemos levar em conta o sol. Uma recomendação séria de que você visite o local pelo menos três vezes ao dia em diferentes meses do ano para avaliar a rota do sol, isso nos ajudará a determinar possíveis direções para a casa e a viabilidade da mesma no caso de realizar um projeto. A direção e a intensidade dos ventos também são importantes, dependendo do clima do local.

É necessário levar em consideração que, em geral, as salas estarão localizadas ao norte e que a direção dos ventos ajudará a resfriar essas salas ao entrar pelas janelas das salas.

4- Estudo topográfico / geotécnico

Podemos encomendar um estudo geotécnico profissional para conhecer as características do terreno. Isso é necessário porque esta é a única maneira de saber se o terreno atende aos requisitos necessários para poder construir sobre ele.

O estudo fornecerá informações exatas sobre a composição do solo (a consistência do solo é baixa, média ou dura), o modo de escavação, a capacidade do solo de suportar o peso da casa, os fatores de segurança que devem ser adotados durante a execução do projeto e outros.

5- Valor

Para saber se o valor do terreno que você escolheu para construir uma casa é adequado, será necessário descobrir quanto custa o metro quadrado no terreno localizado próximo a ele. Em geral, o terreno é avaliado de acordo com os seguintes critérios: forma e regularidade, topografia (o terreno plano geralmente é mais caro), tamanho, acessibilidade às principais rotas de transporte, conexão com serviços públicos e espaço disponível para construção da casa em relação ao terreno.

6- Inundações

A possibilidade de inundações é frequentemente uma das características menos levadas em consideração e uma das mais importantes no nível da construção. É importante verificar se o terreno não está localizado em uma área baixa e inundável e se possui uma elevação relativamente alta para evitar inundações do terreno. No caso de várzeas, será importante considerar que a casa pode estar elevada em relação ao nível da inundação.

7- Nivelamento

Se o terreno não for plano, teremos mais espaço útil e, portanto, será mais caro. Um terreno irregular do mesmo tamanho custará menos, mas o preço da escavação e movimentação de terra aumentará.

 

viajar ou reformar

Viajar ou reformar? Dúvida cruel, que muitos já compartilharam

viajar ou reformar

Algumas dúvidas que surgem em nossas vidas são boas e chatas ao mesmo tempo. Precisar fazer uma escolha entre uma viagem e uma reforma de apartamento, ao passo que é muito bom, pois qualquer uma das duas coisas são coisas boas, e que nos agregam; também é chata, pois sempre queremos os dois.

Mas não se preocupe, aqui podemos lhe dar algumas dicas para que quando aquele momento chegar, você consiga realizar os dois sonhos, pois quem disse que é necessário escolher? Então vamos iniciar o nosso papo sobre viajar ou reformar.

Pense em destinos alternativos

No momento em que pesamos em uma viagem, taxamos uma localidade que queremos conhecer, e nem sempre pensamos na viabilidade. Para quem quer viajar para fora e reformar o apartamento, mas os dois não parecem viáveis, mesmo com as economias sendo realizadas, lembre-se: o seu país é continental e o mais lindo do mundo. É provável que uma vida inteira não seja suficiente para conhecer parte significativa de nosso país, então na hora de viajar, olhe para dentro, para a nossa natureza, nossas cidades, o que temos de bom e belo, que é muita coisa.

Planeje a sua reforma

Um ponto muito importante, e que não cansamos de repetir: é que a sua reforma seja planejada com antecedência, logo buscar por ajuda profissional, exemplos de uma empresa de reformas que se apliquem ao projeto que você está querendo executar para que sirvam como guia, e por meios que viabilizem a reforma. Quando sua reforma foi planejada de forma adequada, abrange os pontos necessários e é baseada em meios que são viáveis, dentro de suas possibilidades, você conseguirá realizar um orçamento com maior precisão.

Empresas e profissionais do ramo são pessoas que vivenciam diariamente esse processo e conseguirão melhor avaliar tudo que ocorre no processo, e te direcionar nesse processo, além de que ajudará a você a elaborar um orçamento mais assertivo.

Economize com antecedência para conseguir viajar e reformar

É ideal que você comece a cortar determinados custos com coisas supérfluas em seu dia a dia, e para um casal, é necessário uma conversa, para que os dois passem a contribuir de forma adequada para o sonho da reforma e viagem. Com os filhos não é diferente, dentro de casa é preciso haver uma conscientização, para que todos caminhem junto para a meta da casa: reformar e viajar.

Disfunção erétil em homens com diabetes

A Disfunção erétil em homens com diabetes atinge mais da metade dos homens, de acordo com uma nova análise publicada na revista Diabetic Medicine.

Homens diabéticos têm três vezes e meia mais chances de desenvolver disfunção erétil que homens sem diabetes, disseram os autores. Homens com diabetes muitas vezes começam a ter problemas de ereção mais cedo na vida também e passam a usar remédios e suplementos como o x potent  e gel para melhorar ereções.

Estes resultados vêm de uma análise recente de 145 estudos médicos sobre diabetes e disfunção erétil. No geral, os estudos incluíram mais de 88.000 homens com uma idade média de 56 anos.

Com base nos dados, os pesquisadores calcularam uma taxa global de 53% em todo o mundo. A prevalência para disfunção erétil em homens com diabetes tipo 2 foi maior em 66%. Para homens com diabetes tipo 1, a taxa foi de 38%.

Disfunção erétil em homens com diabetes de duas formas

Primeiro, o alto nível de açúcar no sangue pode perturbar o caminho do nervo que transmite mensagens entre o cérebro e o pênis. Quando isso acontece, o cérebro não consegue “dizer” ao pênis para iniciar uma ereção em resposta a estímulos sexuais.

Em segundo lugar, muitos diabéticos desenvolvem aterosclerose – endurecimento das artérias. A placa pode se acumular nas paredes dos vasos sanguíneos e prejudicar o fluxo sanguíneo, até mesmo no pênis. Um homem precisa de um bom fluxo sanguíneo para uma ereção rígida.

Se as artérias estiverem bloqueadas, a ereção não será tão firme quanto poderia ser. Ou pode não acontecer de jeito nenhum.

Os autores do estudo recomendaram que homens diabéticos fossem rastreados para disfunção erétil. E já que a disfunção erétil é frequentemente um sinal precoce de diabetes, é uma boa ideia que homens com a disfunção também verifiquem o nível de açúcar no sangue.

Não só eles, são duas a quatro vezes mais propensos a desenvolvê-lo em comparação com homens sem diabetes, eles geralmente têm casos mais graves também de serem tratados.

Tipos de diabetes e os problemas

No entanto, existem dois tipos de diabetes a considerar. A maioria dos diabéticos tem o tipo 2, no qual o pâncreas fabrica insulina, mas o corpo não o utiliza de forma eficiente.

O tipo 1 ocorre quando o pâncreas não produz insulina. De acordo com a Associação Americana de Diabetes, apenas 5% dos diabéticos têm o tipo 1. Geralmente é diagnosticado em crianças e adultos jovens e antigamente era chamado de diabetes juvenil.

Em um estudo americano recente(Journal of Sexual Medicine), os cientistas analisaram a história da disfunção erétil em um grupo de 600 homens com diabetes tipo 1 que participaram de testes maiores. Seus dados cobriam até 30 anos de informações anuais de DE entre 1983 e 2012.

Eles descobriram que 61% dos homens tiveram disfunção erétil pelo menos uma vez durante o período do estudo. Alguns homens perderam permanentemente sua capacidade de ter ereções. Para outros, o problema tendia a ir e vir.

Os cientistas também relataram o seguinte:

  • Aproximadamente 39% dos homens não tiveram problema de ereção durante o período do estudo
  • Cerca de 7% tinham disfunção erétil por 1 ou 2 anos consecutivos, mas não tiveram problemas de ereção depois.
  • Quarenta e dois por cento tinham problemas de ereção vindo, indo e voltando pelo menos uma vez.
  • 13% tinham o problema persistente.

A idade média do primeiro incidente de emergência dos homens foi de 43 anos.

Homens sem disfunção erétil ou episódios isolados de disfunção erétil eram mais propensos a ser mais jovens, ter um índice de massa corporal (IMC) mais baixo e controlar o açúcar no sangue.

Aposentadoria por tempo de contribuição

Para quem preenche os requisitos da categoria, é bom se aposentar no INSS. Eles precisam de 35 anos de contribuições para os homens ou 30 anos para mulheres até 12/11/2019.

Mostrarei a situação das pessoas que preencheram os requisitos antes da aposentadoria e se aposentaram após a reforma da previdência. Reuni os principais pontos que você precisa saber sobre o tempo de pagamento antes e depois da aposentadoria.

A seguir reunimos informações essenciais para que você saiba o que é aposentadoria por tempo de contribuição antes e depois da reforma previdenciária conforme informa o Empregador Web.

Afinal, o que é aposentadoria por tempo de contribuição?

Existem vários tipos de aposentadorias, porém em todos os casos, você deve pagar ao INSS pelo menos 180 meses antes da aposentadoria (13/11/2019) (o chamado período de carência). Existem três tipos principais: aposentadoria em período integral, aposentadoria baseada em pontos e aposentadoria proporcional.

Como funcionava aposentadoria por tempo de contribuição antes da reforma?

  • 30 anos para as mulheres e 35 anos para os homens;
  • Com fator previdência e sem idade mínima;
  • Carência de contribuição de 180 meses.

Embora eles chamem isso de aposentadoria completa, isso não significa que você se aposentará com seu salário final. Essa é a maior confusão nessa aposentadoria. Para obter uma aposentadoria, você deve concluir uma contribuição de 30 anos ao INSS se for mulher e 35 anos de contribuição se for homens, isso antes da aposentadoria.

Nesta regra, sua aposentadoria terá um fator previdenciário, que geralmente reduz o valor da aposentadoria à medida que a sua idade e tempo de pagamento diminuem.

Para se ter uma ideia, se você é um homem que trabalha há 35 anos e agora tem 55 anos, os fatores de seguridade social irão corroer 25% da sua aposentadoria.

Lembre-se: Essas regras são válidas para aqueles que concluíram o período de pagamento (35/30 anos) antes da reforma da previdência entrar em vigor (13/11/2019).

Depois da reforma previdenciária – Aposentadoria por tempo de contribuição.

Para aqueles que estão prestes a se aposentar, ela poderá participar de algumas das três regras de transição formuladas pela Reforma. Isso se aplica àqueles que contribuíram com o INSS antes da reforma, mas ainda precisam se aposentar por mais de dois anos. Você precisará atender aos seguintes requisitos:

  • Homens com no mínimo 35 anos de contribuição, a partir de 2020 61 anos de idade mais 6 meses por ano, até que atinja 65 anos em 2027.
  • Já as mulheres é com 30 anos de contribuição a partir de 2020 com 56 anos de idade mais 6 meses por ano até atingir os 62 anos em 2031.

Conheça as regras do cálculo

O cálculo desta regra de transição é o seguinte: Desde julho de 1994 ou desde que você começou a contribuir, todos os seus salários serão médios.

Para os homens, você receberá 60% desse valor médio todos os anos durante os 20 anos de contribuição, mais 2%, para as mulheres, obterá no máximo 100% nos 15 anos de contribuição.

pedágio/transição.

O plano se aplica a pessoas que estão a menos de dois anos de idade da aposentadoria. Você precisa atender aos seguintes requisitos para inserir esta regra de transição:

  • Homens com 33 anos de contribuição antes da reforma entrar em vigor. Cumprimento de um período adicional equivalente a 50% do prazo de pagamento de 35 anos que pode não ser alcançado na data efetiva.
  • Mulheres 28 anos de contribuição antes da reforma entrar em vigor. Observe o prazo adicional, que é equivalente a menos de 50% do prazo de pagamento de 30 anos na data efetiva da reforma.

Por exemplo, suponha que você precise de 2 anos para se aposentar. Você precisará completar esses 2 anos + 1 ano de pedágio (50% do preço de 2 anos equivale a 1 ano).

O cálculo será feito da seguinte forma, será pego a média de todos os salários desde julho de 1994 ou quando você começou a contribuir a Previdência Social; esses dados estão informados no Conectividade Social. Esse valor médio será multiplicado pelo o fator previdenciário.

 

Gostou do artigo? Caso ainda tenha duvidas, deixe o seu recado ou entre em contato com a equipe do nosso blog.

 

 

triceps

O que acontece com quem tem baixo testosterona

Pesquisadores estão revelando os mistérios de como a baixa testosterona está relacionada à saúde geral dos homens. Ao longo do caminho, eles estão descobrindo conexões entre baixa testosterona e outras condições de saúde.

Diabetes , síndrome metabólica , obesidade e pressão alta têm sido associados à deficiência de testosterona. Mas há suplementos que aumentam a libido e a testosterona.

A baixa testosterona não é conhecida por causar esses problemas de saúde, e a substituição da testosterona não é a cura. Ainda assim, as associações entre a baixa testosterona e outras condições médicas são interessantes e merecem uma olhada.

A baixa testosterona indica problemas de saúde?

Nos últimos anos, os pesquisadores notaram ligações gerais entre a baixa testosterona e outras condições médicas. Um deles mostrou que em 2.100 homens com mais de 45 anos, as chances de ter baixos níveis de testosterona eram:

  • 2,4 vezes maior para homens obesos
  • 2,1 vezes maior para homens com diabetes
  • 1,8 vezes maior para homens com pressão alta

Os especialistas não sugerem que a baixa testosterona cause essas condições. Na verdade, pode ser o contrário. Ou seja, homens com problemas médicos ou com problemas de saúde geral podem desenvolver testosterona baixa.

Pesquisas sobre a relação entre a baixa testosterona e várias outras condições de saúde estão em andamento. Se a testosterona não estiver tão baixa alguns suplementos naturais como o Xtrabig Force e o tesão e vaca.

Diabetes e baixa testosterona

Uma ligação entre diabetes e baixa testosterona está bem estabelecida. Homens com diabetes são mais propensos a ter baixos níveis de testosterona. E homens com testosterona baixa são mais propensos a desenvolver diabetes posteriormente. A testosterona ajuda os tecidos do corpo a consumirem mais açúcar no sangue em resposta à insulina . Homens com testosterona baixa mais frequentemente têm resistência à insulina : eles precisam produzir mais insulina para manter o açúcar no sangue normal.

Até metade dos homens com diabetes têm testosterona baixa, quando testados aleatoriamente. Os cientistas não têm certeza se o diabetes causa baixa testosterona, ou o contrário. Mais pesquisas são necessárias, mas estudos de curto prazo mostram que a reposição de testosterona pode melhorar os níveis de açúcar no sangue e a obesidade em homens com baixa testosterona.

Obesidade e baixa testosterona

Obesidade e baixa testosterona estão intimamente ligados. Homens obesos são mais propensos a ter baixos níveis de testosterona. Homens com testosterona muito baixa também são mais propensos a se tornarem obesos.

As células de gordura metabolizam a testosterona em estrogênio , diminuindo os níveis de testosterona. Além disso, a obesidade reduz os níveis de sexo globulina de ligao hormona sexual (SHBG), uma proteína que transporta testosterona no sangue . Menos SHBG significa menos testosterona.

Perder peso através do exercício pode aumentar os níveis de testosterona. Suplementos de testosterona em homens com baixa testosterona também podem reduzir um pouco a obesidade.