AAJ - Associação de Ajuda a Jovens
Preparada para o verão? Saiba as tendências para a estação

Preparada para o verão? Saiba as tendências para a estação

Preparada para o verão? Saiba as tendências para a estação

Após um período, que parecia interminável, a vida começa a andar novamente. Depois de tanto tempo em casa, usando meias e pantufas confortáveis no seu lar, ao retornar para a rotina, as pessoas encontram certa dificuldade em saber o que usar ou como estar na moda agora.

Atualmente tudo que envolve as novas tendências para o verão, estão bombando e as sandálias não poderiam ficar de fora dessa. Se tornou um assunto interessante, com acesso a informações que ajudam a montar looks extravagantes com sapatos diferenciados para ocasiões especiais e  até mesmo em como  usar o básico, mas com estilo, como no verão usar uma sandália extremamente confortável e ainda assim estar com o look mais em alta da estação.

Preparada para o verão? Saiba as tendências para a estação

Confira os modelos que estarão em alta

Bico quadrado

Apesar de ser conhecido por muitos na década de 90  esse é um modelo que voltou com força e ainda é o queridinho das mulheres, ele vem com um toque mais futurista, moderno e que esbanja charme. Podendo ser utilizado em festividades transmitindo elegância e conforto ao mesmo tempo.

Slip on

Extremamente práticos e confortáveis, eles ainda permanecerão em alta nesse verão, podendo ser usados em estilos variados, desde o mais casual até o mais formal. As opções estão vindo com muitas cores e estilos diferentes, dessa forma, assim, eles servem como uma boa ferramenta para manter o estilo e são práticos já que combinam com  uma variedade grande de roupas para o dia e para a noite também.

Papete

Ah, esse é para matar a saudade e reviver histórias! Item antigo, mas que sempre tem seu modelo renovado, exatamente por ser confortável e prático. Aos poucos tem ganhado espaço novamente e caído no gosto das mulheres.

Salto Baixo

O salto alto jamais perderá seu charme e lugar, porém, a pandemia trouxe à tona a necessidade do uso do salto baixo. Para retomar o ritmo, depois de tanto tempo parado, nada melhor do que andar com estilo sem exigir muito. Usando o salto baixo no dia a dia no trabalho e voltando ao ritmo com elegância.

Salto Grosso

Para quem não consegue viver sem salto, mas não abre mão do conforto, esse é o modelo ideal. Os que possuem tiras trazem mais estabilidade para os pés e passam a imagem de elegante, mas também podem ser despojados.

Sapatilha

Essa, definitivamente, nunca sai de moda. Oferece conforto, transparece elegância e com tanta instabilidade climática acaba sendo uma carta na manga importante. Com ou sem salto, pode ser usada tanto com vestido quanto com calça jeans pelas diversas personalidades. Item extremamente necessário, que toda mulher deveria ter.

Cores

Definitivamente o verão é exaltado pelo uso de sapatos com cores quentes e vibrantes!! E vem à tona o uso das cores verde, laranja, roxo e muitas vezes em um mesmo sapato. A diversidade de cores no calçado traz alegria e leveza.

Facilidade

Um dos benefícios que a tecnologia trouxe é tornar acessível a possibilidade de estar na moda, saber sobre as tendências e elevar a auto estima sem ao menos sair de casa. Com inúmeros sites, está ao alcance de um clique inovar o estilo

Continue lendo nosso site!

Novos painéis solares ‘reversos’ geram eletricidade do céu noturno – e podem transformar a ‘vastidão do universo’ em fonte de energia

O gadget funciona um pouco como um painel solar

Você poderá em breve reduzir suas contas de energia, fornecendo energia à sua casa usando nada além do céu noturno.

Cientistas afirmam ter inventado uma nova fonte de energia renovável que usa a “frieza do universo” para gerar eletricidade.

Usando um condutor especial apontado para o céu, o gadget coleta energia da diferença de temperatura entre a Terra e a vastidão congelante do espaço profundo.

Saiba mais sobre a importância da Energia solar.

Ao contrário dos painéis solares, a tecnologia funcionaria 24 horas por dia e independentemente do clima, afirma uma equipe internacional de cientistas.

Eles mostraram que o dispositivo tem potencial, embora leve alguns anos antes que ele seja poderoso o suficiente para operar sua televisão.

Funciona sentado na Terra e voltado para o espaço, que tem temperaturas frias.

Uma saída de energia térmica passa pelo gadget em direção ao céu na forma de radiação infravermelha.

O painel reverso coleta essa radiação e a converte em eletricidade, da mesma forma que uma célula solar absorve a radiação solar ao passar do Sol para o nosso planeta.

O gadget pode revolucionar a forma como fornecemos energia às nossas casas, gerando eletricidade como células solares, mas com a capacidade de fornecer energia elétrica à noite.

“A vastidão do Universo é um recurso termodinâmico”, disse o membro da equipe, Dr. Shanhui Fan, da Universidade de Stanford, na Califórnia.

“Há realmente uma bela simetria entre a coleta de radiação que chega e a coleta de radiação que sai.”

Por enquanto, é apenas uma prova de conceito, mas os primeiros testes mostraram que o dispositivo pode produzir minúsculos 64 nanowatts de potência por metro quadrado.

Para efeito de comparação, o painel solar médio produz um bilhão de vezes mais energia do que isso, então ainda há um longo caminho a percorrer.

Mas, com o avanço da tecnologia material, poderíamos ver o sistema alimentando nossas casas em um futuro próximo.

No entanto, haverá momentos em que você estará usando mais eletricidade do que os painéis estão produzindo, como em dias nublados ou noites escuras. Nestes momentos a eletricidade extra será importada da rede nacional, como era antes de você ter os painéis, e você será cobrado pelo seu fornecedor de energia à taxa normal. Para saber como fazer o melhor uso dessa energia, você precisa ter uma ideia de quanta eletricidade os diferentes aparelhos consomem, você deve escalonar o uso de aparelhos de alta potência para aproveitar ao máximo a eletricidade gratuita disponível. Isso pode significar esperar que a máquina de lavar termine antes de colocá-la em funcionamento.

Como resolver a crise de mudança de tripulação da COVID e proteger as cadeias de abastecimento globais

Mais de 1 milhão de marítimos trabalham em condições difíceis para sustentar 80% do comércio global.

A pandemia de COVID-19 deixou um grande número desses trabalhadores-chave no mar.

Descrevemos o apoio urgente e as medidas de proteção da saúde necessárias das partes interessadas em toda a cadeia de abastecimento.

Cerca de 80% do comércio global é transportado por navios, e a cadeia de abastecimento marítimo é apoiada por mais de 1 milhão de marítimos, que são essenciais na prestação dos serviços necessários ao funcionamento de nossas sociedades. Mesmo enquanto o mundo desacelerava como resultado da pandemia, os marítimos não pararam, mas mantiveram a cadeia de abastecimento funcionando para garantir que os produtos pudessem chegar ao seu destino. Isso permitiu que o comércio mundial continuasse, mas o fez com grande custo para os marinheiros.

A pandemia COVID-19 criou uma crise de troca de tripulação sem precedentes que levou centenas de milhares de marítimos sendo impactados e, em muitos casos, deixados presos em navios após o término de seus contratos.

A crise já dura há mais de um ano e meio, e os dados mais recentes mostram que a situação está piorando – apesar dos esforços da comunidade marítima, incluindo mais de 800 organizações que assinaram a Declaração de Netuno . A Declaração foi lançada em janeiro de 2021 para responder à crise de troca de tripulação, delineando as principais ações que precisam ser tomadas para resolvê-la por governos, empresas e outras partes interessadas.

Nossa falha coletiva em abordar adequadamente a crise da mudança de tripulação coloca os marítimos, que são essenciais no apoio ao comércio global, em uma situação inaceitável. Impede que voltem para casa com seus entes queridos e os longos períodos no mar têm consequências significativas em seu bem-estar físico e mental. Se não forem resolvidas, as dificuldades em realizar mudanças de tripulação podem aumentar à medida que os marítimos, compreensivelmente, começam a considerar se desejam retornar ao mar, o que pode representar uma ameaça à resiliência das cadeias de abastecimento globais.

Confira a seguir: Profissões com vagas de emprego indústria naval.

Há uma necessidade urgente de abordar a crise de mudança de tripulação que se deteriora ainda mais. Dados dos 10 maiores gestores de navios, publicados por meio do Indicador de Mudança de Tripulação da Declaração de Neptune, relataram um aumento de mais de 50% entre maio e julho na proporção de marítimos a bordo de navios além do vencimento do contrato.

Com a variante delta de rápida disseminação, os governos endureceram as restrições, fecharam as fronteiras e interromperam as mudanças de tripulação, muitas vezes impondo requisitos mais rígidos para os marítimos do que para os cidadãos ou outros viajantes, apesar do papel crítico que os marítimos desempenham nas cadeias de abastecimento globais.

Medidas importantes podem ajudar a resolver a crise

A proteção das cadeias de abastecimento globais e o bem-estar dos marítimos exigirá, portanto, que os governos permitam que as trocas de tripulação ocorram da maneira mais segura possível. Isso pode ser feito por meio da implementação de protocolos de saúde de alta qualidade com base nos mais altos padrões praticáveis, como The Recommended Framework of Protocols para garantir mudanças seguras de tripulação de navios e viagens durante a pandemia de Coronavirus (COVID-19) , que foi reconhecida pela International Organização Marítima ou STAR Crew Change Protocols , que se baseiam nas melhores práticas existentes.

Todas as partes interessadas na cadeia de logística marítima também devem cumprir sua responsabilidade compartilhada para garantir que as mudanças de tripulação necessárias possam ser realizadas. Nenhuma empresa, incluindo afretadores, deve usar contratos que proíbam as mudanças necessárias, como tem sido freqüentemente relatado. Em vez disso, os armadores e fretadores devem compartilhar informações relevantes de forma transparente e colaborar para garantir que as mudanças de tripulação necessárias possam ocorrer com o menor impacto possível em termos de custo e atrasos, e protocolos de saúde de alta qualidade devem ser implementados de acordo com as melhores práticas desenvolvidas por um grupo de afretadores líderes e descrito nas Melhores Práticas para Afretadores da Declaração de Netuno .

Programas de vacinação necessários com urgência

Embora seja necessário permitir que as mudanças de tripulação ocorram na situação atual, isso apenas ajudará a aliviar os sintomas da crise. A resolução desta crise exigirá que os marítimos tenham acesso às vacinas. Houve algum progresso, pois um número limitado de marítimos internacionais começou a ter acesso às vacinas, por exemplo, nos Estados Unidos, onde programas de vacinação estão sendo implementados para marítimos nacionais e estrangeiros. No entanto, a grande maioria dos marítimos, especialmente dos países em desenvolvimento, ainda não pode ser vacinada.

Partes interessadas de grandes nações marítimas, como as Filipinas, estão relatando escassez de vacinas e capacidade limitada. Enquanto isso, alguns marítimos vacinados também continuam enfrentando restrições de viagem, limitando sua capacidade de voltar para casa ou viajar para os portos de embarque. Portanto, é urgente que os países que têm doses sobressalentes de vacinas priorizem os marítimos internacionais, que cerca de 60 países designaram como trabalhadores-chave, ao distribuir as vacinas excedentes.

É hora de a comunidade global se intensificar

Os marítimos são os trabalhadores-chave que sustentam mais de 80% do comércio global. Nos últimos meses, vimos a fragilidade das cadeias de abastecimento globais com o bloqueio temporário do Canal de Suez e a cessação das operações portuárias de Yantian. Temos a responsabilidade como comunidade global de tomar medidas para proteger os marítimos que desempenham este papel crucial nestas circunstâncias muito difíceis, não apenas para o bem dos marítimos e de suas famílias, mas também para os bilhões de pessoas como nós que são dependentes no transporte marítimo internacional para trazer alimentos, energia e produtos manufaturados de que todos nós dependemos em nossas vidas diárias.

Como acabar com os tártaros nos dentes

Como acabar com os tártaros nos dentes

O tártaro nos dentes é uma placa bacteriana dental dura na superfície dos dentes e que, muitas vezes, se forma nas gengivas. 

Outra característica é que ele dá à placa bacteriana um espaço com maior crescimento e isso causa problemas mais sérios como a cárie e a gengivite.

Além de prejudicar a saúde da gengiva e dos dentes, ele também causa problemas estéticos, ele facilita e causa mais manchas aos dentes, uma formação com maior visibilidade. 

Isso causa uma cor amarelada ou marrom nos dentes, principalmente próximo a região da gengiva. 

Riscos que o tártaro causa

A placa bacteriana, formada através do tártaro, quando em condições avançadas, atinge a gengiva e causa a temida gengivite. Ademais, leva à sensibilidade, ao sangramento espontâneo com a escovação ou com o uso de fio dental.

Veja alguns problemas mais sérios causados pelo tártaro:

  • Gengivite;
  • Doença periodontal;
  • Halitose;
  • Escurecimento dos dentes;
  • Cáries;
  • Perda do dente;
  • Sensibilidade severa.

Como evitar os tártaros

Evitar a formação de tártaro é por meio de uma escovação correta com o uso de um creme dental antitártaro, soluções químicas que auxiliam na higienização bucal, o uso do fio dental e visitas regulares ao dentista. 

Esses hábitos podem reduzir a formação da placa bacteriana e do tártaro, que se não forem tratados a tempo, podem acarretar em graves problemas. 

Quando o tártaro não está calcificado, uma higienização, após as refeições, cerca de 3 vezes ao dia, pode resolver o problema. Não deixar de escovar os dentes antes de dormir é fundamental.

Enxaguantes bucais também costumam ser bons aliados. Ele finaliza a higienização e protege a boca dos microorganismos.

Ter uma boa dieta também é importante na hora de evitar a formação de tártaros, pois alimentos açucarados e com carboidratos propicia a formação deles.

Fazer limpezas no consultório odontológico é de grande importância, pois o profissional sabe exatamente quais as técnicas mais eficazes para remover essas placas prejudiciais à saúde da boca sem prejudicar a gengiva ou outros dentes. 

Fazer visitas a cada seis meses ou, no máximo, um ano é essencial para garantir a saúde e a beleza de seu sorriso.

Depois de formado, somente o profissional dentista pode retirá-lo dos dentes. O processo de retirada do tártaro é feito com instrumentos específicos que chamamos de raspagem. Por isso, é importante estar atento aos benefícios de uma boa limpeza nos dentes.

Conheça tratamentos que aperfeiçoam o sorriso

Assim como alguns tratamentos estéticos que, inclusive, estão cada vez mais desejados pela sociedade, clareamento dental quanto custa é uma ótima opção para quem sonha com um sorriso mais branquinho.

Esse procedimento consiste na utilização de produtos à base de peróxido de hidrogênio e, conseguem quebrar as moléculas pigmentadas, quando entram em contato com a superfície dos dentes.

É uma demanda crescente, pois as pessoas estão mais preocupadas com a aparência do rosto e isso envolve diretamente o sorriso.

Pessoas que sofrem com tártaro, além do tratamento de remoção, também podem recorrer ao preço de limpeza de dente. Essa técnica pode ser repetida a cada seis meses e com bons hábitos de higiene bucal e alimentação, os resultados são ainda mais satisfatórios.

Essa limpeza pode ser feita na superfície dos dentes e na área da bolsa entre os dentes e a gengiva. Ela deve ser feita em consultórios com instrumentos que removem toda a placa bacteriana e os tártaros.

Para quem precisa recorrer ao procedimento de extração de dente valor, seja por motivos funcionais ou estéticos, é muito importante seguir algumas orientações que ajudarão na recuperação. Veja algumas dicas: 

  • Repouso;
  • Alimentação leve;
  • Higienização da área;
  • Não fumar;
  • Ir ao consultório;
  • Não tomar bebidas alcoólicas.

São cuidados essenciais a serem tomados, para que o paciente desfrute de uma ótima recuperação. 

Um problema que pode incomodar muito, mas que o mercado odontológico oferece uma excelente solução é o bruxismo – movimento involuntário, que faz o paciente apertar e ranger os dentes, geralmente causado por situações de estresse. 

O aparelho para bruxismo valor conta com uma tecnologia que impossibilita ou dificulta essa movimentação em excesso e impede o encaixe dos dentes, induzindo o corpo a desistir de fazer esses movimentos prejudiciais.

O aparelho é um tipo de placa semelhante à placa de clareamento, podendo ser de uso diário ou noturno.

Toda essa tecnologia, além de proporcionar conforto e solucionar problemas funcionais, também aumenta a autoestima, corrigindo imperfeições. Muitos desses procedimentos podem ser feitos de maneira discreta, como no caso do aparelho lingual preço

Esse tipo de aparelho corrige o alinhamento dos dentes de forma discreta e eficaz sem alterar a aparência do rosto. O seu funcionamento é parecido com os aparelhos tradicionais, porém, esse tipo de aparelho é posicionado na face interna dos dentes, atrás da dentição.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Passos para a Contratação de um Advogado Penal

Sempre que nos deparamos com um processo penal em que seja pedida a condenação, seja ela privativa de liberdade, multa ou de qualquer outra natureza, é importante que tenhamos um advogado especializado em direito penal que o aconselhe do princípio ao fim.

A intervenção do advogado criminal não é importante apenas no ato do julgamento oral, mas a sua participação a partir do momento em que ocorre a prisão alcançará o sucesso final do processo.

Não podemos esquecer que as condenações que comportam o processo penal são acompanhadas, na maioria dos casos, de antecedentes criminais ou policiais, o que impossibilita determinadas ações futuras, como o acesso a uma oposição, a renovação dos documentos de imigração, etc. tenha advogado criminalista que conheça perfeitamente não só as particularidades do processo e o tipo de crime pelo qual é investigado, no caso de ser titular dessa condição, mas também as consequências na sua vida quotidiana que uma condenação pode representar-lhe.

No caso de instaurar ação penal, deverá contar também com advogado especializado em direito penal, pois só ele poderá defender os seus direitos com as garantias e o rigor que o processo penal exige.

Você pode ver como escolher um advogado criminal para você.

Que ramos existem no direito penal?

Um dos ramos fundamentais do advogado penal é o direito penal e, sobretudo, todos os procedimentos necessários para que o espanhol condenado no estrangeiro cumpra a pena privativa de liberdade no nosso país. 

Nestes casos, o grau de especialização que o advogado criminal deve ter é muito maior, pois não se trata apenas de direito penal, mas também de direito internacional.

Os crimes de violência de gênero e falta de pagamento de alimentos são uma constante em nosso escritório. No exercício da defesa em processos familiares, não raro deles derivam processos penais de violência de género ou de falta de pagamento de pensões. 

Aí é importante que o advogado criminal também tenha pleno conhecimento do processo familiar, uma vez que as medidas que vierem a ser adotadas no processo penal estarão vinculadas ao processo civil. Falamos, por exemplo, de limitação do exercício do poder paternal, suspensão do regime de visitação ou medida cautelar; Todas essas são medidas que, sem dúvida, desempenharão um papel importante no processo familiar.

Também estamos acostumados a defender crimes contra a propriedade, furto, roubo com violência, apropriação indébita ou usurpação; crimes todos eles que sem dúvida os nossos advogados criminais defenderão perfeitamente graças aos anos de experiência que carregam “nas costas”.

Os crimes com bafômetro também são muito comuns em escritórios de advocacia criminais. Aqui, o papel do advogado criminal e a sua negociação com o Ministério Público a respeito da sentença solicitada assume especial importância. 

Referimo-nos ao fato de que na maioria dos casos o cumprimento dos fatos garante a redução da pena que vale a pena avaliar, principalmente naqueles processos em que não há condenações anteriores, foram praticados os dois testes regulatórios, os bafômetros fizeram após controles regulatórios, o nível de álcool está muito alto, etc. Assim, a estratégia e o trabalho negocial desenvolvido pelo advogado especialista em direito penal no Processo Rápido que dá ensejo ao crime do álcool é vital para o melhor resultado do processo.

O que faz um advogado criminal?

Como dissemos, o advogado criminal intervém a partir do momento em que ocorre a prisão na sede da polícia. Aí é importante que o seu advogado especialista em direito penal o aconselhe sobre a melhor forma de depor, se é ou não adequado para prestar depoimento e sobre os direitos que o assistem nesse momento. Para isso é sempre aconselhável escolher o melhor.

Uma vez levado à justiça, o trabalho do advogado criminal continua. Assim que tiver conhecimento exaustivo dos factos pelos quais foi detido, do relatório completo e dos procedimentos de investigação, eles o aconselharão sobre a melhor forma de depor.

A próxima fase da investigação, a investigação, não é menos importante, já que será aí quando o seu advogado criminal de Madrid solicitará a obtenção das provas necessárias para obter a absolvição perseguida.

Por fim, na fase final do julgamento oral, não só deve haver a preparação da audiência pelo advogado em seu escritório, mas também deve preparar sua declaração de acordo com as provas do processo, explicando em detalhes os prós e contras que você enfrentar, bem como as possíveis perguntas que o resto das partes podem fazer a você.

Somente assim, com o trabalho diário do advogado criminalista desde o início, o melhor resultado será alcançado no processo.

O que os advogados criminais costumam solicitar para defender seus interesses?

A primeira coisa que pedimos de nossos assuntos criminais é a verdade; Seu advogado criminal deve saber a verdade dos fatos e seu envolvimento neles, caso contrário, todo o trabalho que eles fizerem será deixado em ouvidos surdos.

Além disso, a confiança também facilita o trabalho; Saber que o advogado conta com a tranquilidade e a confiança de seus clientes permite que eles trabalhem de forma mais dinâmica e eficiente, o que sem dúvida repercute no bom resultado final.

Como se processa a separação de estrangeiros na Espanha?

Da mesma forma que os estrangeiros podem se casar na Espanha, também podem se separar ou se divorciar. Os tribunais espanhóis são competentes para conhecer dos procedimentos de separação e divórcio entre estrangeiros ou quando um dos cônjuges é estrangeiro.

Veja também sobre o processo de Homologação de sentença estrangeira

Os tribunais espanhóis são competentes em matérias relacionadas com divórcio, separação conjugal e anulação do casamento, desde que sejam cumpridos quaisquer dos seguintes requisitos:

  • Se for a residência habitual dos cônjuges.
  • Se, sendo o último local de residência dos cônjuges, um dos cônjuges aí continuar a residir.
  • Se for a residência habitual do arguido.
  • Se esta for a residência habitual do requerente, desde que o requerente aí tenha residido durante pelo menos um ano imediatamente anterior à propositura da ação.
  • Se esta for a residência habitual do requerente, desde que o requerente tenha residido lá por pelo menos seis meses imediatamente antes da apresentação da reclamação e seja um nacional desse Estado, ou no caso do Reino Unido e Irlanda, se ele tiver lá seu domicílio.

Como se processa a separação de estrangeiros na Espanha?

Para resumir, em casos de nulidade, separação e divórcio, os tribunais espanhóis não serão competentes quando nenhum dos cônjuges for nacional e também não residir em Espanha, e aqueles outros em que o requerente tenha residência na Espanha por um período inferior a seis meses ou um ano, consoante sejam espanhóis ou não, e desde que não queiram submeter-se à jurisdição espanhola. Por outras palavras, quando os estrangeiros pretendem casar ou proceder ao divórcio em Espanha.

Se for cumprido algum dos requisitos acima mencionados, os procedimentos de nulidade, separação e divórcio serão processados ​​de acordo com as disposições do Código Civil Espanhol.

No que diz respeito ao reconhecimento e execução de decisões estrangeiras de separação e divórcio,  será necessário distinguir se provêm de tribunais da União Europeia (exceto Dinamarca) ou de países terceiros.

No primeiro dos casos, a resolução judicial será reconhecida nos demais Estados membros sem a necessidade de recorrer a qualquer procedimento e para o seu registro no Registro Civil deverá ser apresentada cópia autêntica da resolução, preencher o formulário correspondente, e em caso de sentenças proferidas à revelia (o processo tramitou na ausência do arguido) cópia do documento que certifica a notificação ao arguido (publicação de editais, em diários oficiais, etc.).

Se a resolução tiver sido emitida por um Tribunal de um país não membro da União Europeia, será necessário primeiro cumprir as disposições dos acordos bilaterais que a Espanha assinou e, se for caso disso, terá de ser solicitada perante o Tribunal de Primeira Instância do domicílio ou residência da parte contra a qual é requerido o reconhecimento, a declaração de executoriedade anteriormente denominada exequatur.

O que preciso para financiar a compra de uma casa?

Assumir o preço de uma casa é, para alguns, impensável. No entanto, quase uma década após a explosão da bolha imobiliária na Espanha e com a alta dos preços dos aluguéis nos últimos anos, há quem comece a pensar em comprar uma casa.

Veja também – advogado especialista em direito imobiliário | Sua segurança está aqui

O que preciso para financiar a compra de uma casa

De onde vem a casa?

Em primeiro lugar, será necessário diferenciar de onde vem a casa, já que, se for do mesmo estoque do banco, costuma financiar 100% da sua compra. Porém, nem sempre será assim e teremos que apresentar mais requisitos que dêem confiança à instituição financeira.

Assim que o processo de negociação começar, você precisará enviar os detalhes dos candidatos. Todos os dados indicam o nível de renda, o valor líquido que é recebido por ano para os salários recebidos na família, etc. E, além disso, apresentar uma nota simples com a qual o banco verifica a situação do imóvel e sua titularidade. 

Por outro lado, o banco irá gerir um avaliador para calcular o preço do imóvel por metro avaliado. Na maioria dos casos, o banco concorda em financiar no máximo 80% do total avaliado, ou 100% do preço da casa se for inferior ao que o profissional enviado pela entidade avaliou.

Avalista o Hipotecante no deudor

Por esse motivo, é essencial ter 30% economizado pelo menos do que você acha que o banco poderia avaliá-lo. 20% para pagar o restante até atingir o total de 100% e 10-15% para impostos. 

Além disso, existem dois tipos de números que podem ajudá-lo a facilitar o financiamento. Por um lado, seria um endosso e se você não conseguisse uma pessoa que pudesse se comprometer dessa forma, contrate um credor hipotecário não devedor.

A primeira cifra concorda em assumir a hipoteca se o solicitante deixar de pagar todas as letras da hipoteca corretamente. Dessa forma, o banco teria uma garantia de conformidade financeira. No entanto, em muitas ocasiões, quando você está prestes a comprar uma casa, não recebe pessoas que podem servir de garantia.

Há alguns anos, vem se formalizando a segunda figura de que falamos antes, o credor hipotecário negativa devedor. Essa pessoa entraria em jogo caso a pessoa que deseja comprar não tenha poupança e não tenha 20% suficiente para chegar a 100% de financiamento. 

O hipotecário se comprometeria a hipotecar 20% da casa que possui. Este tipo de compromisso não é um compromisso tão difícil quanto a garantia, uma vez que você não perderia a casa inteira caso o devedor não pudesse arcar com os pagamentos.

Em todo caso, financiar 100% de uma casa hoje é quase impossível, pois, depois da crise econômica dos últimos anos, os bancos reduziram muito suas concessões de empréstimos para fazer frente ao pagamento de uma casa. Mas sim, como vimos, com ajuda profissional, você pode obter financiamento de até 80% ou, em alguns casos, 100%.

Que fatores você deve levar em consideração ao decidir comprar um imóvel com e sem financiamento?

1. Orçamento que você tem

Na hora de comprar um apartamento ou casa, devemos ter feito uma análise da nossa economia atual, saber com quanto dinheiro podemos contribuir com nossa renda atual e se temos economia para nos ajudar nas despesas.

É por isso que devemos avaliar se temos dinheiro para fazer a compra do imóvel sem hipoteca intermediária ou se vamos acessá-lo para cobrir essa despesa mês a mês, considerando neste último ponto a economia inicial necessária para podermos acessar o empréstimo hipotecário.

Uma boa ideia é usar os simuladores de empréstimo para ter uma ideia de como será o pagamento da hipoteca e por sua vez poderemos saber junto com nosso corretor de imóveis se os preços na área em que estamos interessados ​​estão caindo ou para cima. Assim podemos fazer uma oferta melhor e negociar quando chegar a hora.

2. Pague em dinheiro ou acesse um empréstimo hipotecário

Uma vez que contemplamos nossa situação econômica e decidimos pagar em dinheiro ou acessar um empréstimo, devemos conhecer a fundo quais são as vantagens de cada cenário e investigar as diferentes condições que os bancos oferecem para selecionar aquela que mais nos convém. você evita perda desnecessária de dinheiro.

O crédito hipotecário é o empréstimo mais vantajoso que obterá porque está garantido contra um ativo.

E, em geral, para acessá-lo, os bancos costumam oferecer até 80% do preço de compra. Portanto, é importante considerar que devemos fazer uma contribuição mínima de 20% do valor total do apartamento ou casa. 

Claro, com aconselhamento profissional e negociando com o banco você pode obter até 100% do valor de venda. Se você tem economia e é solvente é mais fácil conseguir, mas de qualquer forma se você quiser saber se consegue 100%, entre em contato conosco.

Você também deve verificar quais são os juros que serão aplicados e saber que quanto mais longo o prazo, maiores são os juros, mesmo que a taxa seja menor. E é para este último que destacamos a importância da poupança e que o pagamento da hipoteca não ultrapassa 30% do seu rendimento mensal.

3. Valor avaliado

Outro ponto importante a se ter em mente é o tipo de casa que você focou ao procurar o apartamento escolhido. Se está interessado numa casa completamente nova, que não tenha sido habitada, ou numa casa usada, mesmo na ausência de remodelações.

Obviamente, o preço da propriedade será atribuído em relação, entre outras coisas, ao estado da propriedade. Convidamo-lo a avaliar as diferentes moradias que temos na nossa secção de imóveis em repouso, anotar as que mais lhe interessam e ainda visitá-las, de forma a avaliá-las melhor, conhecendo preços, condições, estado atual da moradia etc.

O empréstimo está sempre atrelado ao valor de avaliação do apartamento que se pretende adquirir. Desta forma, se deseja que o orientemos sobre o referido valor de avaliação, podemos ajudá-lo. 

Por outro lado, no nosso site encontrará um sistema de avaliação online muito útil quando se trata de saber uma estimativa do preço de mercado da casa que pretendemos comprar.

A sustentabilidade – O que você Precisa Saber

Hoje, em comparação com outros tempos, a comunidade internacional e o ser humano individual estão cada vez mais conscientes da necessidade de cuidar da terra. Por esse motivo, as recomendações em nível estadual e nacional são cada vez mais frequentes. Todos eles buscam um desenvolvimento econômico e social que não agrida ainda mais o meio ambiente .

É por isso que sustentabilidade e sustentabilidade são dois conceitos que estão na ordem do dia. No entanto, existem muitas pessoas que não conseguem diferenciar os dois termos. Portanto, neste artigo queremos explicar a diferença entre sustentabilidade e sustentabilidade.

Veja também – O que são Passivos Ambientais?

A sustentabilidade

Resumindo, sustentabilidade se refere à capacidade de atender às necessidades de hoje sem prejudicar as gerações futuras .

O conceito de sustentabilidade foi inicialmente definido pelas Nações Unidas e surgiu da necessidade de lidar com os efeitos que a globalização estava tendo sobre o meio ambiente . Dessa forma, sustentabilidade se refere à forma como o desenvolvimento social e econômico pode evoluir causando o menor dano possível ao planeta.

Para isso, é estabelecido um uso de recursos renováveis ​​para alcançar uma qualidade de vida satisfatória. O objetivo é alcançar igualdade de riqueza em todo o mundo , por meio do desenvolvimento sustentável.

Como você deve ter visto, dentro da sustentabilidade existem três vértices fundamentais: sustentabilidade econômica, sustentabilidade social e sustentabilidade ambiental. A sustentabilidade econômica visa que a sustentabilidade social e ambiental seja lucrativa para nações e estados em todo o mundo. 

No que diz respeito à sustentabilidade social , visa criar estabilidade na população, eliminando a desvantagem sofrida por algumas comunidades. A forma de realizar a sustentabilidade social é garantindo que a atividade económica desenvolvida pelo ser humano não destrua os locais onde se realiza e nem consequentemente as suas populações.

Talvez seja do seu interesse: 10 maneiras de Cuidar do meio Ambiente

Sustentabilidade

Por outro lado, sustentabilidade é um conceito intimamente relacionado à sustentabilidade, mas com algumas diferenças. De modo geral, algo é sustentável quando pode se sustentar. Esse termo, assim como sustentabilidade, também surge da necessidade de estabelecer diretrizes fiéis para o cuidado do planeta Terra.

Assim, foi em 1972, na Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, em Estocolmo , que se começou a falar de uma forma inédita de sustentabilidade. Vinte anos depois, a Agenda 21 se tornaria realidade , um plano de ação assinado por mais de 178 países no Rio de Janeiro. Nele, são estabelecidas diretrizes que buscam uma relação mais respeitosa e solidária com o meio ambiente.

Como resultado, foram acordados 27 princípios relacionados ao termo sustentabilidade. Desta forma, ao longo dos anos e do maior conhecimento sobre o assunto, o conceito de sustentabilidade tem resultado na capacidade de alcançar um bom crescimento econômico, que seja sustentável ao longo do tempo e proporcione uma ótima qualidade de vida, sem que isso prejudique os sistemas naturais da Terra. .

Para lá chegar, existem algumas paragens obrigatórias, como a autossuficiência regional , a atividade de reciclagem e reaproveitamento, o uso de tecnologias limpas e a recuperação dos ecossistemas que têm sofrido consequências negativas devido à atividade humana.

Sustentabilidade ou sustentabilidade?

Possivelmente, neste ponto você ainda não está claro sobre o que é sustentabilidade ou sustentabilidade. Em suma, o que é sustentável é algo que é autossustentável e o que é sustentável é um conjunto de ações que precisam de um agente externo para sustentá-lo. Em outras palavras, o  que é sustentável vem de dentro e o que é sustentável vem de fora.

Segundo as Nações Unidas, o desenvolvimento sustentável é aquele que inclui formas positivas de atender às necessidades econômicas e sociais da população, levando em consideração os fatores culturais e ambientais e sempre focando nas gerações futuras. Para o desenvolvimento sustentável , a Organização das Nações Unidas explica que também busca proteger os recursos naturais do planeta para deixar um bom legado para nossos descendentes, mas as questões culturais, sociais e políticas não são levadas em consideração

Como Escolher um bom Advogado Criminal

Embora pareça fácil invocar a presença de um defensor em qualquer situação, escolher um bom advogado criminal pode ser complexo. Antes de tomar a decisão final, é necessário levar em consideração vários fatores, pois disso dependerá o sucesso do nosso sinistro. Além disso, será necessário escolher um especialista no tipo de crime que deseja acusar ou defender. 

É por isso que oferecemos algumas dicas para a escolha do seu advogado criminal. Entendemos que enfrentar processos judiciais pode ser complicado, mas com a ajuda de um especialista na área não terá que ser.

Qualidades que acompanham um excelente advogado criminal

Antes de escolher um advogado criminalista é necessário que você determine vários pontos, tais como: 

1. Qualidade humana

Esse é o primeiro fator, pois é necessário que o advogado consiga gerar empatia com você e com o caso que você tem a apresentar. Por isso, devem ser uma pessoa respeitosa, profissional, serena, que inspire aquela proteção ou defesa que todos buscamos na situação criminal. 

2. Conhecimento da jurisprudência atual e doutrina jurídica

Será necessário procurar um advogado criminalista que cuide das últimas notícias, portanto, deve ser um homem ou uma mulher que permita as atualizações geradas pela lei constantemente. 

Além disso, você deve ter o tempo necessário para estudar o caso e tratar da jurisprudência e da doutrina científica sobre o assunto. Em suma, está atualizado e atualizado. 

3. Experiência, conhecimento e histórico

Embora isso possa ser uma coisa lógica, você realmente deve prestar muita atenção a esse aspecto. Quanto mais bem preparado estiver o profissional, mais assertivos podem ser os resultados. Portanto, um jovem advogado pode não ter a experiência de que você precisa. 

Por outro lado, o nome do advogado e sua carreira podem ser afetados por boas campanhas de posicionamento na web . Ou seja, embora possam ser os primeiros na busca, será necessário verificar sua eficácia. 

4. Primeiro encontro sem obrigação

Quando as pessoas visitam um advogado pela primeira vez, devem poder fazê-lo sem qualquer compromisso, ou seja, o advogado não tem o dever de cobrar algum tipo de salário ou comissão para julgar o caso. Sem dúvida, este aspecto determina um bom advogado, uma vez que se concentra não apenas na obtenção de um empréstimo, mas na defesa e no aconselhamento de um processo que pode tomar sem qualquer problema. 

Com base nos aspectos anteriores, pode ter ficado claro que muitos são os pontos a serem considerados antes de escolher um advogado criminalista para defender nossos direitos. 

Portanto, não hesite em entrar em contato com nossos assessores, estamos aqui para ajudá-lo a solucionar seu caso e obter o melhor resultado. 

Como os diamantes são formados

Os diamantes não são apenas uma das pedras preciosas mais bonitas e caras do mundo, mas também as mais duráveis. O nome diamante deriva da palavra “Adamas”, um termo grego que significa indestrutível, invencível ou invencível.

O próprio diamante é a substância mais dura conhecida pelo homem que pode ser encontrada na natureza. Os diamantes também são raros devido ao fato de serem as únicas gemas que ocorrem naturalmente e são compostas por apenas um elemento, o carbono. O fato de o carbono ser comprimido com tanta força durante a formação do diamante leva ao fato de que as próprias pedras são muito densas.

Como os diamantes se formam?

Simplificando, um diamante é formado quando os átomos de carbono se formam juntos em uma cadeia e se cristalizam, criando um arranjo cúbico. Eles costumam ser criados entre 75 e 125 milhas abaixo da superfície dos planetas. A maioria dos geólogos estima que, de acordo com o que sabemos sobre a composição da Terra, o primeiro diamante foi criado há cerca de 2,5 bilhões de anos.

Diz-se que é o derretimento de rochas no manto superior do planeta que cria o carbono que acabará por formar a pedra. Assim que as rochas derretem, elas são empurradas para o subsolo, onde se solidificam novamente. Dados a composição de rocha e os níveis de pressão corretos, os átomos de carbono começarão a se combinar e a se cristalizar para dar início à formação do diamante. Se, e quando, um diamante se formar, milhares de anos devem se passar antes que ele seja capaz de se desenvolver o suficiente até a superfície da Terra para ocorrer uma mineração com sucesso.

Onde eles se formam?

Mesmo que os diamantes sejam simplesmente formados por átomos de carbono, o carbono deve existir em um ambiente específico para produzir um diamante. Rochas ígneas são aquelas que se formam quando a rocha derretida, também conhecida como magma, esfria e se solidifica.

Um tipo específico de rocha ígnea é conhecido como kimberlito. Com o nome de uma cidade na África do Sul onde um diamante de 83,5 quilates foi encontrado em 1871, o kimberlito é um tipo de rocha vulcânica encontrada na crosta terrestre. O kimberlito se forma verticalmente e cria uma série de formações semelhantes a tubos, também conhecidas como tubos de kimberlito.

Os diamantes, entretanto, não são as únicas pedras preciosas encontradas no kimberlito, e muitas vezes também podem ser encontrados com granadas e mica. Existem dois tipos gerais de kimberlito, categorizados principalmente por sua cor. Eles são conhecidos como solo azul quando encontrados no subsolo ou como solo amarelo quando expostos ao ar. A raridade dos diamantes é parcialmente impulsionada pelo fato de que, em média, apenas 1 em cada 200 ou mais depósitos de kimberlito realmente contém diamantes de qualidade. Mesmo assim, apenas cerca de 25 dos diamantes extraídos eventualmente se tornarão joias.

Variações de diamante durante a formação

Embora tenhamos afirmado que os diamantes são feitos exclusivamente de carbono, a presença de outros oligoelementos no kimberlito, bem como níveis incomuns de alta pressão ou radiação, podem na verdade criar diamantes coloridos em oposição a transparentes ou incolores. Se o nitrogênio estiver presente durante a formação, um tom amarelo ou laranja pode resultar. O boro nas proximidades criará vários tons de diamantes azuis, enquanto o hidrogênio pode criar tons de violeta.

Onde a pressão é mais alta do que o normal para a formação de diamante padrão, tons de rosa, vermelho, roxo ou marrom podem ser criados. Por último, se um diamante já formado for exposto a altos níveis de radiação, pode mudar de incolor para verde. Outras variações criadas por várias exposições elementares incluem diamantes pretos, cinza, verde-oliva e branco leitoso. Embora os diamantes incolores em si ainda sejam raros, os diamantes coloridos ocorrem em apenas cerca de 1 em cada 10.000 diamantes extraídos hoje.

Onde os diamantes foram encontrados

Descobertos pela primeira vez na Índia há mais de 6.000 anos, os diamantes foram extraídos pela primeira vez na região entre 800 e 600 aC Até que os diamantes foram descobertos em minas em Bornéu em 600 dC, a Índia era o único local conhecido das gemas. Hoje, as principais minas foram encontradas no Brasil, Rússia, Austrália e Estados Unidos. A maior concentração de diamantes, no entanto, está localizada na África do Sul.

Nada mais do que uma simples cadeia de carbono cristalizada em uma formação cúbica, os diamantes continuam sendo as pedras preciosas mais impressionantes e estimadas no mercado hoje.

Page 2 of 45

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén