AAJ - Associação de Ajuda a Jovens

Autor: Gbriel Page 1 of 3

Como escolher uma Raquete de Tênis: As Dicas Definitivas

Como escolher uma raquete de tênis e desfrutar deste emocionante jogo? Não perca este post, pois nós lhe daremos o conselho definitivo.

A questão de como escolher uma raquete de tênis é complexa e entre muitos fãs de tênis isso cria um certo estresse devido à grande quantidade de modelos existentes no mercado.

É muito lógico ter esse estresse antes de comprar, da primeira ou da próxima raquete.

E a verdade é que é muito importante saber responder bem a essa pergunta porque uma raquete de tênis pode melhorar ou piorar seu jogo.

Mas o mais importante é que uma escolha errada pode causar lesões . Ou seja, estamos falando sobre sua saúde e saúde é a coisa mais importante.

Antes de entrar em questões mais técnicas sobre como escolher uma raquete de tênis, gostaríamos de lhe dar alguns conselhos gerais:

  • Você não precisa basear sua decisão única e exclusivamente na estética . Na verdade, achamos que é o último a considerar.
  • Esqueça a moda .
  • Não compre aquele que o seu jogador de tênis favorito usa . Precisamente por isso, porque se trata de um jogador profissional. Certamente, as características do seu jogo não serão as mesmas.
  • Deixe-se aconselhar por especialistas do mundo do tênis. Na Bola de Tênis Delivery podemos oferecer as melhores dicas para que você tenha a raquete perfeita.

O que ter em mente ao escolher uma raquete de tênis

Passamos agora aos principais pontos a ter em consideração na escolha da sua raquete de ténis:

1. Peso

Se você escolher um muito pesado, mais força você terá que fazer e o movimento de bater ou balançar será mais longo. Os pesados ​​geram mais força, você tem mais controle sobre eles e menos vibrações. Mas eles são menos controláveis, a menos que você tenha movimentos perfeitos.

2. Tamanho da cabeça

Estamos nos referindo à superfície impressionante. Esta superfície tem entre 600 cm2 e 780 cm2 . Aqueles com uma superfície maior permitirão que você tenha mais erros . Eles têm cordas mais longas para que a batida na bola seja mais suave . Agora, quanto maior a superfície de rebatida, menos controle você terá sobre a raquete.

3. Comprimento

Uma raquete típica mede 68,5 centímetros . Quanto mais longos forem, maior será a velocidade e, portanto, maior será a potência, desde que você consiga manter a mesma velocidade com cada movimento e com um mais curto. Os mais longos têm mais alcance. Mas esse poder pode significar que você não tem controle total sobre a empunhadura. Os longos são menos manejáveis ​​e você notará isso principalmente quando for fazer um vôlei e quando a bola estiver muito perto do seu corpo. Será mais difícil acertar a bola.

4. Como escolher uma raquete de tênis de acordo com o padrão

Por padrão, queremos dizer o número de cordas verticais e horizontais que constituem a superfície das raquetes de tênis. 

O padrão é fechado se o espaço entre as cordas for pequeno e aberto se for grande. Se estiver aberta, a raquete terá mais potência e será mais fácil para você realizar determinados efeitos. Os padrões abertos fornecem mais conforto ao jogador. Pelo contrário, em padrões fechados, a sensação de controle é maior. A meia-vida dos padrões abertos é maior do que a dos fechados. É um aspecto que você também deve levar em consideração.

5. Equilíbrio

Equilíbrio ou equilíbrio que é determinado pela distribuição do peso da raquete. Se o ponto de equilíbrio for na cabeça a raquete ficará mais pesada , mas elas são mais potentes e transmitem menos vibrações. Contra eles, deve-se dizer que são menos gerenciáveis ​​e têm menos controle

6. Rigidez

E, finalmente, vamos dar uma olhada na rigidez. Os rígidos têm mais potência e mais controle, mas aumentam as vibrações da raquete que são transmitidas ao braço. Os flexíveis são menos potentes, mas absorvem melhor as vibrações.

Como escolher uma raquete de tênis com base no movimento

Como você viu, escolher uma raquete de tênis tem muito a ver com os movimentos que você faz para bater na bola. E, claro, você terá que escolher de acordo com seus conhecimentos sobre tênis. Dependerá se você faz movimentos ou balanços longos, médios ou curtos.

Dentro de toda a gama de raquetes de tênis você pode escolher entre gama baixa, média ou alta. Aqui já estamos dentro do seu orçamento. É lógico pensar que os mais sofisticados são mais caros do que os demais.

Em resumo. Quando você se pergunta como escolher uma raquete de tênis, deve levar em consideração todos os aspectos que listamos neste artigo. Repetimos que existe uma vasta gama de raquetes e que é melhor que se deixe ser aconselhado por especialistas.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

Sustentabilidade corporativa: pilares a serem adotados em sua empresa.

Para uma empresa ter uma gestão sustentável, é fundamental definir estratégias éticas que integrem as questões econômicas, sociais e ambientais. Saiba mais aqui.

As discussões sobre os impactos ao meio ambiente gerados pelo sistema produtivo começaram há 30 anos. Os principais debates conduzidos pelas Nações Unidas no final da década de 1980 culminaram no Relatório Brudtland, no qual o conceito de desenvolvimento sustentável foi priorizado e, consequentemente, suscitou preocupações com a sustentabilidade empresarial. 

Essa discussão é fundamental, até os dias de hoje, tanto para o desenvolvimento das organizações quanto para atender às demandas da população em todo o mundo.

Para que a instituição tenha uma gestão sustentável, é fundamental definir estratégias éticas que integrem as questões econômicas, sociais e ambientais.

Pilares de sustentabilidade:

Sustentabilidade social – Direitos humanos e trabalhistas

O primeiro pilar refere-se ao capital humano como um todo, desde os colaboradores até os impactos sociais. A sustentabilidade social representa o compromisso de respeitar os direitos humanos em todos os aspectos da cadeia de suprimentos. 

Os direitos humanos e trabalhistas incluem programas de direitos em áreas como: inclusão e diversidade, trabalho escravo, discriminação salarial, práticas trabalhistas, incluindo saúde e segurança.

Sustentabilidade ambiental – Energia e mudanças climáticas

Os impactos gerados no meio ambiente pelos processos da organização enquadram-se no segundo pilar da sustentabilidade do negócio. Este ponto representa a gestão responsável das operações de uma empresa para minimizar os impactos no clima, melhorando a eficiência e reduzindo o uso de recursos naturais. 

Monitorar e reduzir o impacto da poluição ambiental e das mudanças climáticas são algumas das práticas ambientais que podem e devem ser aplicadas, além de serem avaliadas em todos os níveis da multifacetada cadeia de suprimentos.

Sustentabilidade econômica – Construindo comunidades sustentáveis ​​por meio de aquisições sustentáveis

Além de focar apenas na rentabilidade da empresa, o terceiro pilar da sustentabilidade se baseia em olhar quanto é investido no desenvolvimento da sociedade. 

Essa fundação representa o compromisso de melhorar a qualidade de vida e apoiar os negócios nas comunidades onde as organizações atuam. Esse pilar também ajuda os parceiros de negócios a realizar transações de acordo com padrões éticos de negócios, como regulamentações contra trabalho infantil, suborno e corrupção. 

A compra responsável envolve a seleção de fornecedores com a atitude, prática e capacidade certas de construir parcerias consistentes que impactem as comunidades e pratiquem a sustentabilidade com impacto mensurável.

Todas as soluções estão alinhadas com os três pilares da sustentabilidade para ajudar as empresas a contratar fornecedores que atendam aos requisitos do programa e, em última instância, ajudam a atender à crescente demanda dos clientes por empresas que adotam práticas de negócios.

Dicas para fazer o SEO de seu site

Saber fazer o SEO de seu site é uma técnica fundamental para ter espaço no mundo digital. A sigla, que significa Search Engine Optimization, ou otimização de motores de busca, é uma peça-chave para você conseguir ser encontrado.

O SEO é na verdade um conjunto de atividades, cujo principal objetivo é conseguir um ranqueamento melhor em sites de busca. Dessa maneira, você consegue uma visibilidade e autoridade muito mais amplas no mercado.

Assim sendo, com estas ferramentas, uma empresa de reforma e construção, bem como qualquer outra, independentemente do segmento, pode conquistar resultados muito mais expressivos.

Ademais, o cliente de hoje é altamente proativo. Quando uma necessidade surge, o primeiro pensamento é utilizar uma destas plataformas de pesquisa para encontrar soluções possíveis para a resolução de seu problema.

As ferramentas, então, ativam seus algoritmos, que buscam em bancos de dados extensos as melhores respostas de acordo com as palavras-chave digitadas pelo usuário, elencando em uma lista do conteúdo mais relevante ao menos relevante.

Normalmente, o cliente encontra o que precisa ainda entre os primeiros links oferecidos, o que cria uma necessidade de estar no topo dessa lista. Por isso, as técnicas de SEO são tão necessárias.

Business analysis concept. Businesswoman analyzing business documents, finacial report, working on laptop computer, mobile smart phone on office desk, close up.

Entenda mais sobre o que é SEO

O principal sobre esse modelo de engajamento é que ele é completamente orgânico. Isso significa que o consumidor encontrará seu site de maneira natural, sem que você precise gastar dinheiro com isso.

Entretanto, é preciso ter em mente que este é um trabalho de médio a longo prazo. Você precisa começar a aplicar as técnicas de SEO para que seu site, então, comece a escalada nas listas de resultados dessas plataformas.

Para ações mais diretas e rápidas de marketing digital, existem outras opções que podem ser utilizadas, enquanto você vai estruturando seu site para receber os benefícios desse tipo de ferramenta.

Por isso, é importante que você saiba trabalhar estes recursos para conseguir conquistar mais clientes para sua empresa de locação de andaimes ou qualquer outro negócio.

Então, a otimização de seu SEO pode ser realizada de diversas maneiras, desde o próprio texto que será digitado até as configurações que você escolheu para seu site. Mesmo imagens e outros conteúdos multimídia têm um impacto direto nas suas ações.

Não há um limite para as ações que você pode tomar quando estiver criando seu SEO. O ideal é que quanto mais aplique os conceitos e técnicas apresentadas, mais chance de retorno você conseguirá.

Isso significa que você pode trabalhar bem cada uma de suas páginas, otimizando cada vez mais seu site e aumentando as chances de que ele apareça entre os primeiros resultados das ferramentas de busca.

Dessa maneira, seu site será muito mais atrativo para seus consumidores, seja por questão de conteúdo, vendas ou o que mais for oferecido em sua página. 

SEO on e off-page

Para conseguir compreender todo o potencial do SEO, é possível dividi-lo em duas categorias, o SEO On-Page e o Off-Page.

O primeiro engloba todas as técnicas de SEO que são realizadas dentro de seu próprio website. Isso significa todos os conteúdos publicados, palavras-chave colocadas estrategicamente, landing pages e outras situações criadas para gerar mais engajamento.

Esse tipo de ferramenta é fundamental para que empresas de terraplanagem e pavimentação, ou quaisquer outras, consigam estruturar melhor suas páginas na internet.

Já o segundo engloba técnicas que são aplicadas externamente. Isso significa links que você pode usar para criar uma referência de seu site. Esse tipo de ação costuma ser muito comum e se chama backlink.

Por que fazer o SEO?

Um dos pontos mais importantes para a utilização dessa técnica é a visibilidade. A internet é um ambiente altamente competitivo, e novas empresas concorrentes surgem a cada dia. Por isso, conseguir se tornar conhecido é fundamental.

Quando você aplica as técnicas corretas de engajamento, acaba aumentando seu ranqueamento e aparecendo mais vezes nas primeiras páginas de pesquisa. Isso acaba sendo fundamental para esse tipo de recurso.

Além disso, é importante estar aberto a novos públicos. Então, se você possui uma empresa de paisagismo e jardinagem, por exemplo, terá muito mais chance de crescimento se as pessoas começarem a procurar estes termos.

Hoje em dia, dificilmente um consumidor digita o endereço web de um estabelecimento, a não ser que ele já esteja ativamente interessado nele. Por isso, é fundamental pensar em como se engajar com seus consumidores de maneira correta.

Encontrar o sucesso de sua empresa deve ser o foco de qualquer ação de marketing que você esteja planejando, e para isso é importante conseguir uma expansão em seu conteúdo e na qualidade de seu trabalho.

Dicas para fazer um bom SEO

Existem diversas formas de aplicar as técnicas de SEO corretamente em sua empresa. A procura por este tipo de dicas é muito grande, uma vez que é uma dúvida que muitas empresas iniciantes possuem.

Por isso, é importante que você compreenda que cada situação é única, e você deve pensar em maneiras de explorar suas ações de forma mais prática. Quanto melhor você conseguir se sair, mais a ferramenta abrirá portas para você.

Entretanto, embora muito se fale sobre as técnicas de SEO, poucas pessoas detalham que técnicas são essas e como você pode utilizá-las para crescer ainda mais seus resultados com seu site de distribuidor de telha sanduíche ou de outro serviço.

Entendendo o usuário

O primeiro passo é compreender como seus consumidores buscam suas ferramentas e interagem com você. Conhecer seu público é uma parte fundamental do sucesso de qualquer empresa.

Para isso, comece delimitando seu público-alvo. Este grupo de pessoas terá vários pontos em comum, sendo o principal deles o interesse em realizar negócios com sua empresa. 

Dessa forma, você identifica alguns padrões que podem ser úteis para o SEO. Se você for uma empresa de terceirização de portaria, por exemplo, é importante entender como os clientes estão chegando até você.

Essas pessoas normalmente têm padrões de fala, escrita e outros elementos que podem ser fundamentais para conseguir compreender o que você pode fazer dentro de um determinado contexto.

Para conseguir respostas mais complexas, você pode investir na criação de uma persona. A persona nada mais é do que uma figura fictícia criada com base em seu público-alvo e nas interações anteriores que você obteve.

Uma persona é muito mais do que um conjunto de dados, entretanto. A persona quando é construída, é pensada em cada mínimo detalhe, desde elementos comuns como:

  • Idade;
  • Gênero;
  • Classe social;
  • Endereço.

Até situações e conceitos filosóficos e ideológicos, como desejos, medos e anseios. Uma persona é quase tão real, que você consegue explorar suas futuras ações e verificar se há um impacto nos resultados.

Trabalhe as palavras-chave

A principal forma de as pessoas encontrarem seu site é com a construção de palavras-chave de qualidade. Por isso, é importante que você saiba como utilizar estas palavras com sabedoria. 

Um dos primeiros pontos que você deve se atentar é na quantidade que elas ficam no texto. Algumas empresas de manutenção industrial, por exemplo, podem acabar criando um conteúdo muito mais relevante com a utilização correta de suas palavras-chave.

É bom utilizar diversas palavras-chave, mas o excesso pode tornar o texto raso ou confuso de ler, o que acaba prejudicando os resultados de sua empresa. Por isso, é importante usá-las com muita responsabilidade.

Além disso, é importante usar pelo menos uma ou duas sentenças-chave. Tratam-se de frases pequenas, com três ou quatro palavras, que ajudam as ferramentas adequadas a encontrar mais facilmente seu site.

Quando você usa palavras mais extensas e frases que facilitem as ferramentas para encontrar seu site, acaba conseguindo um resultado mais especializado, gerando um recurso mais interessante para seu site.

Utilização de sinônimos

Quando você tem definidas quais serão as palavras-chave usadas em seu texto, é importante identificar que elas não devem ser repetidas à exaustão. Os algoritmos identificam palavras muito repetidas em um texto como uma tentativa de burlar suas regras.

Dessa forma, os algoritmos acabam derrubando a visibilidade de sites que utilizam esse tipo de recurso. Para conseguir aproveitar o texto e as palavras-chave, você precisa pensar em sinônimos e outros elementos de referência, para conseguir trabalhar corretamente.

Qualidade no conteúdo

Esse tipo de ação é básica. Você precisa ter qualidade em sua escrita, de maneira que atraia os consumidores para conhecerem mais sobre seu site e o que você tem a oferecer.

A criação de conteúdo se torna uma importante ferramenta para o crescimento de qualquer site. É assim que uma construtora de galpão comercial pode aproveitar para apresentar seu trabalho.

Entretanto, um dos principais pecados que você pode cometer com relação ao SEO é a cópia de outros produtos externos. Esse tipo de ação além de ser extremamente antiético e com potencial de prejuízos reais, é passível de processo.

Considerações finais

A aplicação do SEO é um dos passos mais importantes da atualidade, uma vez que as ferramentas digitais têm tomado grande parte do mercado. Por isso, é fundamental que você saiba realizar as aplicações corretamente.

Quanto mais você conseguir explorar esses recursos, melhor será o retorno que sua empresa conseguirá receber, principalmente com relação a explorar suas possibilidades e retornos com as ferramentas de busca.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Veja por que fazer com que suas equipes de marketing e vendas trabalhem em conjunto

Começamos este artigo, ressaltando que quando suas equipes de marketing e vendas trabalham juntas, as chances de crescimento da empresa ficam, consideravelmente, mais altas.

Infelizmente, existe ainda no mercado uma resistência para que estes dois setores se unam, mas isso só leva ao desperdício de recursos. No caso de empresas de prestação de serviços de contabilidade, ou quaisquer outras, é importante trabalhar a união

Isso porque quando estes dois setores estão desalinhados, as vendas podem cair consideravelmente. Assim, a equipe de marketing é formada de pessoas que estão empenhadas em criar uma boa estrutura para conquistar clientes.

São eles que utilizam todas as ferramentas possíveis de engajamento com público, idealizando novos meios de alcançar o público-alvo. O principal elemento de trabalho da equipe de marketing é atrair o que são chamados os leads.

Um lead é o consumidor que se interessa pelo conteúdo que sua empresa tem a oferecer, mas ainda não está pronto para comprar.

Ele então é guiado por uma série de ações de marketing, que o deixam no ponto para a comunicação com sua equipe de vendas. Assim, é muito mais fácil conseguir vender maquinas de cafe para consultorio, por exemplo.

O problema é quando as duas equipes não se comunicam, seja porque elas acabam buscando objetivos diferentes ou porque não estão prontas para lidar com esta mudança no setor.

Por conta disso, é fundamental que você explore todos os recursos à sua disposição, criando um ambiente mais adequado para gerar novos leads e conseguir tratá-los com sua equipe de vendas, conseguindo a conversão.

Entenda como atua a equipe de vendas

Uma equipe de vendas tem uma série de funções, sendo a principal delas convencer os potenciais consumidores a comprarem produtos e serviços oferecidos. A maioria dos vendedores busca ativamente o contato com este possível consumidor.

Dessa maneira, ele pode iniciar um diálogo mais humanizado, tirando-o das estratégias mais genéricas exploradas anteriormente, bem como criando uma ambientação propícia para conseguir convencer o consumidor a comprar mais produtos.

Além disso, é parte da função da equipe de vendas conseguir explicar corretamente todas as ações e tirar todas as dúvidas que um consumidor possa apresentar. Muitas vezes, existem receios ou objeções ao ato de consumir um produto ou serviço.

Nestes casos é importante ter uma boa equipe de vendas, para conseguir contornar todos estes impeditivos dos clientes e conseguir direcioná-lo por todo o processo de compra, seja dentro de uma empresa de portaria e limpeza ou de qualquer outro ramo.

Saiba qual a função do time de marketing

O papel do marketing está na mesma linha da equipe de vendas, mesmo que isso ainda seja um problema para muitas empresas. Na verdade, o marketing é quem deve iniciar o processo.

A ideia por trás das ações de marketing é gerar os leads, que serão trabalhados até o ponto de iniciar o processo de vendas com a equipe certa.

O marketing é um primeiro contato da empresa com o consumidor, e muitas vezes não é responsável por resultados concretos. Ademais, é com o marketing que você consegue encontrar o cliente para empilhadeiras para venda ou outros produtos.

A ideia do marketing é entender como o mercado está funcionando e como sua empresa pode se posicionar dentro dele. Então, você pode usar várias estratégias para conseguir atrair mais público para sua empresa.

Alguns exemplos podem ser:

  • Inbound marketing;
  • Marketing de conteúdo;
  • Marketing de relacionamento;
  • Marketing de influência.

Dentre todas estas opções, o objetivo final é conseguir desenvolver estratégias que atraiam o cliente para mais perto da empresa.

Recentemente, algumas empresas têm aberto os olhos para o potencial que o marketing pode alcançar quando aliado a equipe de vendas. Uma fábrica de aparelho para medir pressão digital, por exemplo, pode aumentar seus números consideravelmente.

Assim, nasce um híbrido desses dois tipos de serviço, conhecido apenas como vendarketing. As ações de trabalho em conjunto das duas equipes têm tudo para alavancar a empresa de maneira impressionante.

Conheça os benefícios desse tipo de união

Existem algumas vantagens de unir as equipes de marketing e vendas. A primeira e mais visível dessas vantagens é a financeira. Isso porque suas vendas acabam aumentando consideravelmente, uma vez que suas equipes acompanham o trabalho de convencimento do consumidor.

Além disso, a retenção de clientes acaba sendo muito maior, uma vez que as equipes se complementam. Assim, uma distribuidora de muletas, por exemplo, consegue aumentar bastante suas vendas.

Empresas que decidem utilizar esse tipo de benefício acabam se tornando mais relevantes no mercado, aumentando assim seu próprio reconhecimento e estrutura. Por isso, essas equipes devem trabalhar sempre juntas para conseguir alcançar objetivos ainda melhores.

Um dos maiores problemas de empresas que ainda lidam com os dois grupos separados, é que a estruturação do público-alvo pode acabar sendo diferente, o que gera leads para os quais a equipe de vendas não está acostumada a trabalhar.

Por isso, as vendas acabam não acontecendo e ambos os times culpam um ao outro, ainda que isso seja um problema de administração e gestão.

Já quando há a união no trabalho, os custos de desenvolvimento diminuem, enquanto o retorno acaba sendo muito maior. Algumas empresas de seguros, bem como quaisquer outras, conseguem excelentes resultados com essa união.

Como colocar as equipes juntas?

Existem diversas maneiras de equiparar as duas equipes. O mercado como um todo agradece, uma vez que será mais fácil compreender e identificar como os times podem trabalhar juntos.

Dessa maneira, você acaba com uma estrutura muito mais completa para sua empresa. Entre os principais pontos estão:

Trabalhando o cliente

A primeira vantagem para o trabalho em conjunto é unir o processo de vendas. Este processo costuma ser lento e demorado, e muitas pessoas acabam desistindo no meio do caminho.

Entretanto, quando você consegue trabalhar corretamente o cliente, acaba conseguindo resultados muito mais satisfatórios, sobretudo por conta das possibilidades de conexão.

Toda vez que um consumidor perde o interesse em uma equipe, a outra surge para substituir. Assim, você mantém o interesse do cliente em seu alarme de presença para carros, ou outro produto que você venda.

Isso mantém o ritmo da jornada de compra em movimento, não deixando o cliente ficar muito tempo parado e mantendo-o com informações, principalmente, para que ele siga o caminho até a conversão em vendas.

Crie uma persona de qualidade

A persona é uma peça fundamental para compreender melhor como funciona seu trabalho. Trata-se de uma figura fictícia, que será criada com base nas experiências anteriores e análises das duas equipes.

Uma persona costuma ser muito próxima da realidade, sobretudo pela forma de como ela é construída, pensando no psicológico e no físico de uma pessoa real. Assim, você conseguirá identificar todos os pontos principais de suas estratégias e como fazê-los.

Normalmente, as equipes criam suas próprias personas para lidar com desafios mais comuns para aquela etapa do trabalho. Entretanto, isso pode gerar personas completamente diferentes, que têm resultados distintos na hora da aplicação.

Por isso, unir as duas equipes acaba criando uma persona muito mais qualificada, com todos os detalhes necessários para você poder utilizá-la em suas estratégias de marketing e vendas.

Saber a hora de agir

Quando as equipes não estão juntas, cada uma segue seu próprio ritmo. Por conta disso, muitas oportunidades acabam sendo perdidas, unicamente por falta de comunicação e contato entre os próprios setores internos da empresa.

Por isso, é fundamental que você consiga compreender a hora de cada equipe entrar em ação.

Enquanto a equipe de marketing é predominante durante o início do processo, o time de vendas já começa a se preparar para entrar em ação nos clientes captados pelos colegas.

Dessa maneira, você consegue um espaço muito mais adequado para conseguir explorar todo o potencial de sua empresa.

Avalie as métricas em conjunto

A avaliação é uma etapa fundamental do trabalho. É importante que você e sua equipe consigam explorar todo o potencial dessa união, e para isso você deve avaliar constantemente o desempenho e o contato com as ferramentas de métrica.

Estas ferramentas possuem resultados importantes, e é preciso saber como ler esse tipo de relatório. Muitas vezes algumas informações são muito relevantes para um grupo, e pouco relevantes para outros.

Por isso, é importante que você faça uma análise conjunta de dados, utilizando todas as informações que foram analisadas e estruturadas dentro da empresa.

Ouça seu cliente

Um dos feedbacks mais importantes para qualquer empresa são aqueles que estão sendo apresentados pelos clientes no momento da compra.

Essas informações são fundamentais para você conseguir entender a mentalidade do cliente e conseguir explorar estes resultados. O consumidor precisa de atenção e comunicação, e isso é fundamental para você conseguir melhores resultados.

Considerações finais

Quando você une suas equipes de vendas e marketing, consegue um trabalho muito mais adequado para seus consumidores. Assim, você garante que as ações planejadas por uma equipe, encontrarão as informações da outra.

Esse tipo de serviço acaba sendo fundamental para a empresa, que consegue muito mais recursos de vendas a partir das ações tomadas pelas equipes em conjunto, aproveitando melhor a situação.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Saiba como o acompanhamento odontológico ajuda na saúde do seu sorriso

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 11% da população brasileira nunca foi ao dentista. Isso quer dizer que 23,2 milhões de pessoas não tiveram acesso aos procedimentos básicos da odontologia, o que é muito grave, já que o acompanhamento odontológico previne doenças e mantém a saúde do sorriso e do corpo.

Como diversas áreas da saúde, os cuidados com a cavidade bucal também precisam estar alinhadas com o acompanhamento profissional para manter a qualidade do sorriso e do corpo.

Para isso, existe o segmento conhecido como odontologia preventiva, que visa atender e tratar toda a estrutura bucal, incluindo gengiva e língua, de modo a evitar que as doenças bucais aconteçam e se agravem.

Isso significa que o setor mantém a saúde da cavidade oral com procedimentos de prevenção de bactérias e doenças bucais, como a análise detalhada do estado da boca e tratamentos como a limpeza do tártaro e aplicação do flúor.

Para garantir esses cuidados as visitas ao dentista devem acontecer regularmente, de preferência a cada seis meses.

Para isso, de modo a facilitar e melhorar o acompanhamento, um convenio odontologico pode ser uma adesão interessante.

Isso porque pagar por cada consulta separadamente tende a ter um custo mais elevado do que o pagamento mensal do plano.

Para quem teve um problema bucal identificado, as visitas ao consultório do profissional serão ainda mais frequentes para que o tratamento seja feito da forma adequada, demandando um ajuste ainda maior do orçamento.

Nesse sentido, já que as consultas serão regulares, quem é colaborador de alguma empresa pode verificar a adesão junto a um plano odontologico empresarial, visto que o serviço pode trazer benefícios ainda mais ampliados.

Isso ocorre porque esses planos devem cobrir os procedimentos básicos preventivos da saúde bucal, ampliando o acesso aos serviços.

Além disso, outra vantagem é que o plano pode ser estendido para o atendimento dos dependentes do beneficiário, para que assim todos sejam contemplados com os serviços odontológicos de modo seguro e eficaz.

Importância da saúde bucal

A boca é extremamente importante para o restante do corpo, pois ela é a porta de acesso de nutrientes e bactérias para o restante do organismo e, se não houver os devidos cuidados, é por ela que os vírus se espalham e prejudicam outros lugares do corpo.

Portanto, pode-se dizer que a saúde bucal tem bastante influência na qualidade de vida

De forma direta, a cavidade oral é o canal pelo qual se tem a sensação do paladar, mastigação, fala e é um lugar para melhorar a autoestima e estética, possibilitando as relações.

Perder os dentes, por exemplo, afetará negativamente a mastigação e o processo de digestão. 

Além disso, maus cuidados com a saúde bucal podem causar a halitose, um problemas extremamente desconfortável na comunicação; ou mesmo imperfeições dentárias, diminuindo a beleza estética e a funcionalidade, o que pode causar inseguranças que afetam a autoestima. 

Recursos

A odontologia preventiva, além de realizar os procedimentos básicos necessários para a manutenção da saúde bucal, também realiza análises profundas sobre a cavidade e possíveis problemas existentes.

Muitas complicações, por exemplo, podem estar escondidas, não podendo ser vistas a olho nu e ocasionando problemas mais sérios, que atingem os demais tecidos corporais e fragilizam a dentição.

Com isso, alguns exames podem ser solicitados durante os exames de rotina e auxiliam na identificação de problemas menos visíveis.

Assim, quem possui um plano odonto empresarial ou individual, por exemplo, terá acesso a recursos como a radiografia para que o dentista tenha a visão completa da arcada dentária e seus tecidos próximos.

Vale ressaltar que quanto antes um problema é localizado, mais fácil é de tratar. Por isso, é importante manter as idas ao consultório odontológico frequentes para que a saúde geral seja preservada. 

Isso não vale apenas para os dentes. É importante lembrar que as consultas aos dentistas de plano dental coletivo empresarial ou individual também contribuem com o bem-estar das gengivas, língua e toda a cavidade oral – bem como para os demais tecidos.

Importância do plano odontológico

Como foi dito anteriormente, um plano odontológico pode baratear os custos de acesso a serviços odontológicos para manter uma boa saúde bucal, tanto para o beneficiário quanto para os seus dependentes. 

É importante frisar que um plano odontológico traz mais segurança e tranquilidade a todos. Isso porque o plano não atua apenas de forma preventiva, devendo prestar atendimento nos casos de emergência também, conforme regulamentação da Agência Nacional de Saúde (ANS).

Tal cuidado é ainda mais importante em casos em que é preciso uma intervenção cirúrgica urgente, independentemente do tempo de carência, seja para os beneficiários ou seus dependentes.

Visto a importância do plano para manter a saúde geral, outras opções para a contratação dos convênios são proporcionadas.

Deste modo, para quem não é colaborador de nenhuma empresa e é dono de seu próprio negócio, por exemplo, também é possível encontrar pacotes adequados a essas necessidades.

No caso do pequeno empreendedor, existe o plano odontologico para MEI, que possibilita o acesso aos serviços odontológicos básicos e/ou complexos, conforme a necessidade e orçamento disponível a esse perfil profissional, permitindo um serviço dental mais barato e com qualidade.
Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Networkflow, especializada em materiais para network, empreendedorismo e dicas para a saúde e qualidade de vida.

Como aplicar inteligência artificial em sua estratégia de marketing?

A inteligência artificial deixou de ser algo futurista para se tornar parte de nosso dia a dia de muitas maneiras. Este termo, tão difundido hoje em dia, logo nos lembrava cenas de filmes que nos faziam sentir admirados frente a tantas possibilidades tecnológicas.

Mas se dermos uma olhada em nosso dia a dia, vamos perceber que passamos por tantas evoluções que a inteligência artificial passou a se integrar em nossas atividades.

Por exemplo, quando você conversa com uma empresa pela internet às 2 da manhã, provavelmente está falando com um atendimento eletrônico, que está lá por conta dessa tecnologia.

Este é apenas um exemplo, mas o fato é que, por conta de todas as possibilidades trazidas pela inteligência artificial, muitas empresas voltaram seus olhares para ela, principalmente para enriquecer suas estratégias de marketing.

Na verdade, esses dois conceitos caminham juntos há um tempo, formando uma parceria que beneficia organizações de todos os segmentos. E muitas tendências ainda estão por vir.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar o que é inteligência artificial, como ela pode ser aplicada em marketing e quais são as vantagens desta aplicação. Confira o texto!

Positive young woman in wireless headphones sitting at table with laptop and studying at home. Concept of people, technology and education.

O que é Inteligência Artificial?

Inteligência Artificial (IA) é uma tecnologia que permite que as máquinas ajudem os seres humanos em diferentes tarefas. Por ser algo muito amplo, não é fácil resumir isso em apenas um único conceito.

O fato é que essa tecnologia simula a inteligência humana, por meio de um software ou mecanismo. Uma de suas aplicações mais comuns são os bots de atendimento, muito usados em sites e blogs de empresas.

Com eles, um escritorio de contabilidade e consultoria, por exemplo, pode fazer atendimento ao cliente em maior escala, o que permite que seus colaboradores se dediquem a problemas mais complexos.

Essa tecnologia está evoluindo continuamente, o que amplia seu leque de possibilidades de aplicações, e uma das mais usadas atualmente é o marketing digital.

Aplicação da inteligência artificial em marketing digital

Quando se fala em marketing digital, entramos em um dos campos mais abrangentes para a aplicação de inteligência artificial. Então, dentre as possibilidades temos:

Qualificação de leads

Saber o quanto o time de marketing está colaborando com a receita da empresa ficou mais fácil. Consequentemente, é possível saber o que gera mais leads qualificados, e este é um dos benefícios de um dos braços da IA: o Machine Learning.

Com ele, é possível qualificar de modo mais preciso e rápido a lista de leads e clientes, com base em dados disponíveis online.

Assim, toda vez que uma empresa de segurança do trabalho fecha num novo contrato, ou sempre que uma loja de roupas faz uma venda, esses dados são atualizados, o que acaba por melhorar o prognóstico de novas vendas.

Consequentemente, o time responsável economiza tempo, uma vez que passam a priorizar os leads mais qualificados.

Prever o comportamento do consumidor

Com os recursos que temos hoje, conseguimos rastrear praticamente todos os passos dos consumidores pela web. Com isso, fica mais fácil prever o seu comportamento e quais serão suas próximas ações.

A partir disso, fica mais fácil criar estratégias que se encaixam nesse tipo de comportamento, melhorando as chances de conversão.

Automatizar o atendimento

Muitas plataformas usadas pelas empresas para comunicação fazem uso de chatbots, como no caso do Facebook. Essa ferramenta automatiza o atendimento, e vem sendo cada vez mais explorada pelas companhias.

Inclusive, o mercado está cada vez mais concorrido e o cliente cada vez mais exigente, e para se destacar, um dos diferenciais é oferecer um bom atendimento.

As empresas de folha de pagamento, por exemplo, que desejam atender várias pessoas ao mesmo tempo, conseguem fazer isso usando a inteligência artificial, por meio dos chatbots.

Automatizar o gerenciamento de comunidades

O gerenciamento de comunidades é um trabalho muito importante, que tem como missão cuidar da comunicação com os seguidores de uma marca nas redes sociais.

O uso dessas plataformas é cada vez maior por parte das pessoas, o que exige que as marcas estejam presentes em vários canais desse tipo ao mesmo tempo.

Só que gerenciar todas, mantendo-as sempre atualizadas, de acordo com os costumes e regras da marca é um grande desafio.

Hoje em dia, as companhias podem contar com aplicativos variados, que além de agendarem as publicações, comentam publicações, seguem e deixam de seguir outros usuários.

Criação de anúncios pagos

A inteligência artificial também é um ótimo recurso para criação de anúncios pagos, de modo que sejam personalizados e correspondam a diferentes personas.

Com base nas informações fornecidas para criar os anúncios, o machine learning entra em ação para saber qual combinação faz mais sentido para cada perfil de cliente, baseando-se, também, nas informações passadas pelos consumidores.

Elas se referem a dados e ao comportamento do usuário na internet, e essa prática é tão eficaz que o Google já anunciou que as campanhas em sua plataforma contarão com o auxílio do machine learning.

Precificação de produtos

Toda empresa, como uma administradora predial SP, precisa se basear em muitos fatores no momento de precificar seus produtos e serviços, como:

  • Preço médio no mercado;
  • Ciclo de vida do produto;
  • Histórico de vendas;
  • Época do ano.

Esses e outros fatores devem ser levados em conta, porque erros de precificação podem reduzir os lucros e até mesmo afetar o desempenho da empresa.

A inteligência artificial disponibiliza ferramentas que precificam os itens automaticamente, comparando várias implicações para definir o melhor preço.

Vantagens do uso da inteligência artificial em marketing

Usar a IA em suas estratégias de marketing pode trazer muitas vantagens. Além de garantir excelencia operacional para empresas, ela também ajuda em outros pontos, como:

Automação de tarefas

A automação de tarefas de forma eficiente e escalável é uma das principais vantagens da inteligência artificial. O trabalho automatizado libera os profissionais para tarefas estratégicas, que tornam o negócio mais estruturado e rentável.

Isso se aplica, principalmente, a tarefas simples e manuais, mas que demandam tempo. Mas ela também pode ser aplicada em atividades mais complexas que exigem atenção total por parte do colaborador.

Aumento da produtividade

Uma vez que essa tecnologia permite que algumas tarefas sejam automatizadas, naturalmente a produtividade também melhora.

Por exemplo, por meio de um software de tradução, os serviços de tradução técnica são mais ágeis, o que acaba por liberar os tradutores para focarem em termos que se adaptam melhor a cada contexto.

O serviço, além de ser mais rápido, terá mais qualidade, o que acaba por impactar na satisfação dos profissionais.

Otimização de resultados

Se parte do trabalho é automatizado, menos tempo será necessário para que as tarefas sejam realizadas.

Assim como a produtividade aumenta, os erros diminuem, principalmente quando nos referimos a sistemas que ajudam a avaliar o desempenho das estratégias de marketing usadas pelo negócio.

Ao usar essas ferramentas, seu negócio consegue acompanhar e otimizar as ações continuamente. Isso é muito importante porque a eficácia do marketing digital está diretamente relacionada à eficiência de suas estratégias.

De nada adianta investir nas principais tendências se as campanhas não são mensuradas. Além de perder tempo, a marca perde dinheiro.

Investimentos inteligentes

Por meio da inteligência artificial, uma empresa de consorcio de veiculos contemplados, por exemplo, vai muito além de facilitar ou melhorar suas interações com o público.

Então, por meio dela, conseguimos criar soluções que analisam onde os recursos devem ser investidos, para que o retorno sobre investimentos também seja positivo.

É importante lembrar que as soluções evoluem continuamente, o que pode deixar as análises de praxe ultrapassadas.

Melhora do atendimento ao cliente

Um dos principais objetivos do uso de inteligência artificial em marketing é aumentar a satisfação dos clientes em relação às marcas.

Uma das formas de fazer isso é oferecendo um atendimento rápido e personalizado. Lembre-se, o atendimento é a ponte de ligação entre os consumidores e uma empresa de serviços de seguros de automóveis.

Consequentemente, a companhia consegue evitar ou resolver os problemas de seus clientes com mais facilidade, o que ajuda no processo de fidelização.

Conclusão

A tecnologia é desenvolvida ininterruptamente para que possa nos auxiliar nas mais diferentes necessidades. Uma prova disso é a inteligência artificial, que traz várias possibilidades para melhorar tudo o que diz respeito a uma empresa.

O marketing digital é um dos setores que podem ser beneficiados, e isso é importante porque ele se tornou o principal meio de divulgação de marcas, produtos e serviços.

Se ele é trabalhado com todo o respaldo que a tecnologia tem a oferecer, torna-se muito mais assertivo e eficiente, trazendo os melhores resultados para as empresas.

Neste artigo, você aprendeu um pouco mais sobre o conceito de inteligência artificial, de que modo ela pode ser aplicada em marketing digital e as vantagens dessa prática. Assim, vai sentir uma melhora significativa em qualquer ação que investir.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Dicas para capacitar seus vendedores

Muitas empresas estão investindo cada vez mais em tecnologia de produção. Inclusive, conforme o mundo avança e as atualizações aparecem, a necessidade de capacitar seus vendedores se torna mais presente no dia a dia das empresas. 

Porém, poucas sabem como realizar a capacitação de maneira concreta e sem perder o dinheiro investido. Outras têm medo de investir e acabam achando irrelevante ou de obrigação dos colaboradores saberem se atualizar.

Ambos os pensamentos acabam por prejudicar a linha de raciocínio das empresas e gerar grandes problemas no futuro. É preciso capacitar todos os vendedores, principalmente, para eles aprenderem a melhorar suas técnicas de vendas e conseguirem mais clientes.

Empresas que fazem camisetas personalizadas, muitas delas pelo menos, entenderam que o que faz elas venderem mais é uma divulgação via redes sociais, mas para que a venda seja concretizada nas redes, uma série de fatores internos precisam ser organizados.

Esses fatores acabam por resultar na forma como os vendedores farão a cativação de clientes via online. Porém, dependendo do caso, é impossível que isso seja concretizado sem a realização de treinamentos capazes de capacitá-los.

Neste artigo abordaremos algumas dicas de como fazer essa capacitação. Desta forma seus vendedores estarão prontos para aumentar o lucro da empresa, seja a que tem foco em fornecedores de brindes corporativos ou qualquer outra.

Close up of sales manager in black suit selling the car to the customer.

Entenda como funciona a tecnologia para capacitação 

Os avanços da tecnologia não servem apenas para aumentar a facilidade de compra dos clientes, também auxiliam no treinamento dos vendedores, capacitando-os a vender cada vez mais, independentemente do método ou plataforma que for utilizada para isso. 

Inclusive, pensando nisso, alguns cursos onlines podem ser feitos para capacitar os vendedores a entenderem melhor como que o novo software instalado funciona. 

Por exemplo, uma fabrica de mochilas que redesenha seus modelos para atender um novo tipo de cliente, deve pensar como essa ideia poderá ser passada a todos. Assim, essa situação abre possibilidade para dois pontos importantes desse artigo. 

O primeiro deles é a inovação que todas as empresas precisam passar para que isso seja implementado da melhor forma, então, será necessário construir uma equipe ciente e capacitada para vender sob essa nova esfera. 

O segundo é a implementação de novas tecnologias e o surgimento dos clientes digitais. Vender olhando no rosto de uma pessoa pode ser mais fácil do que digitar em um chat online. Saber trabalhar esses dois universos se faz cada vez mais necessário. 

Conheça algumas situações que incomodam 

Existem algumas situações que podem incomodar os vendedores e os clientes. Essas situações acabam sempre por ocorrer de maneira inesperada e precisam ser contornadas para não pender ou, até mesmo, conseguir conquistar aquele cliente em potencial.

Entre os principais pontos que devem ser avaliados, estão os seguintes:

  • Diferentes métodos de pagamento;
  • Controle e conhecimento de estoque;
  • Tecnologia para reconectar ou retomar a comunicação;
  • Construir uma identidade para sua empresa.

Adotar essas medidas dentro da sua empresa física, seja ela uma empresa de totem ou qualquer outra, fará com que situações inoportunas possam ser ao máximo evitadas. Deixar toda essa informação à disposição dos vendedores fará com que eles estejam preparados.

Muitas pessoas acabam deixando de comprar produtos por problemas simples. Seja pelo  método de pagamento ou quando a ligação cai no processo de venda. Tudo isso pode impedir uma compra em potencial. 

Os vendedores precisam saber agir quando esse tipo de situação ocorrer, e a empresa precisa investir ao máximo para que eles não ocorram. Quando tudo isso for construído, uma identidade será criada e as vendas aumentarão. 

Conheça a sua equipe

É de responsabilidade dos líderes saberem os pontos fortes e fracos de sua equipe, afinal, não é possível identificar os pontos a serem melhorados sem que ao menos saiba o nome de todos. Um grande erro dos líderes das empresas é estar longe de quem faz o lucro.

Sabemos que a rotina de liderança é complicada e exige uma compreensão e tempo a mais para realizar diversos tipos de tarefas, mas é preciso observar de perto como sua equipe trabalha.

Somente por meio dessa observação que você saberá como apontar erros e acertos para o crescimento mútuo de todos. Isso faz toda a diferença no momento em que novas estratégias chegam ou exigem uma mudança de postura. 

Conheça o produto oferecido

O produto deve ser conhecido por todos, para que ele seja vendido da maneira correta. É preciso saber a ficha técnica, a quantidade existente no estoque, o número de cores, outras opções parecidas e mais em conta ou até mais caras. 

O consumidor atual pesquisa sobre todos os produtos antes de finalizar uma compra. Ele acredita fielmente que conhece mais do produto do que o próprio vendedor, e infelizmente é o que acaba ocorrendo na maioria das vezes.

Pense em uma empresa de maquina de suco de laranja, o consumidor vai até o local e pergunta ao vendedor se a máquina também faz suco de limão. Caso sim ou não, o vendedor precisa fazer uma explicação para convencer o cliente. 

A pior coisa é quando vamos em uma loja e o profissional sabe menos do produto do que você mesmo. Por isso, conhecer os produtos ou tentar montar uma cola sobre a ficha técnica para consulta é essencial no final das vendas.

Trabalhe a motivação dos seus vendedores 

A motivação é algo que precisa vir de dentro, todos precisam resgatar em si mesmos os motivos de estarem realizando algum tipo de trabalho ou estudos, mas nem todos sabem disso. Por isso, é interessante investir no ânimo de seus vendedores e motivá-los. 

A motivação pode ser feita de diferentes formas que consigam atingir o mesmo objetivo, mas tenha em mente que nada consegue motivar mais uma pessoa que está trabalhando do que um bônus.

Uma boa comissão é sempre bem-vinda, ainda mais para aqueles que conseguiram bater as metas e nitidamente se dedicam a vender para a empresa. É uma via de duas mãos, enquanto a empresa cresce graças a colaboração do vendedor, ele é recompensado.

É claro que a motivação pode ser feita por meio de palestras, por exemplo, elas são sempre muito bem vistas, ainda mais quando são feitas por pessoas famosas ou técnicas que aumentam o astral dos funcionários

Auxilie vendedor por vendedor

Existe ainda a possibilidade de trabalhar individualmente com cada vendedor. Esse é um trabalho um pouco mais específico e levará um pouco mais de tempo e até maiores investimentos, mas talvez seja a estratégia mais eficaz para capacitá-los.

Cuidar de um vendedor de maneira única e exclusiva, o fará se sentir querido pela empresa, além de mostrar seus erros individuais, existem formas de fazer isso utilizando o que chamamos de avaliação 360º.

Pense que esse vendedor é um distribuidor de etiqueta adesiva, mas está com dificuldades de conseguir realizar as vendas. Pois bem, a avaliação 360º busca justamente pegar um histórico das vendas e todos os feitos do vendedor e montar uma análise.

Ao mesmo tempo que esse colaborador é avaliado, ele também avalia o líder e em seguida a empresa. Com esse método, é possível apresentar diversos pontos interessantes de uma única pessoa e gerar resultados muito positivos. 

Quando o vendedor apresenta seus pontos, o líder apresenta o deles, mas sempre com a visão de gerente da situação. Um consenso é montado e todos os lados ganham com isso. 

Por fim, você pode recomendar para o vendedor caminhos que ele poderá seguir e até auxiliá-lo a buscar escolas de cursos profissionalizantes SP, que o ajudarão a conseguir melhores resultados dentro de um curto espaço de tempo.

Permita o espaço criativo 

Existem os processos que precisam ser respeitados como uma espécie de rotina, mas os vendedores precisam ter a liberdade para usarem sua criatividade sem serem penalizados por isso. 

Dar espaço aos vendedores para usarem da criatividade para momentos em que ela é exigida, os capacitará a lidar com as mais diferentes situações. Quem nunca foi persuadido de forma positiva por um vendedor? Ou simplesmente se achou bem tratado e voltou à loja?

É muito comum vermos esse tipo de estratégia sendo utilizada em uma empresa de call center SP, lá os vendedores seguem os protocolos e, ao mesmo tempo, conseguem ter uma conversa quase que informal com os clientes.

O fato de lidarem com diferentes perfis, gerou neles a capacidade de entender como cada um desses perfis reage aos diferentes tipos de abordagem. 

É importante destacar que essa abordagem dependerá exclusivamente do segmento de cada empresa, existem locais, como é o caso das funerárias, que a linguagem informal pode soar um desrespeito. Defina a estratégia e, como já dissemos, conheça o seu produto. 

Considerações finais 

Ao longo do artigo vimos a necessidade de capacitar os vendedores e como fazer isso. Todas as dicas dadas podem ser aplicadas por qualquer empresa, mas precisará ser feito um investimento para isso. 

Esse investimento com toda certeza será melhor aproveitado pelas empresas que estão dispostas a capacitar todos os seus vendedores, seja lá qual for o método, e conseguir aumentar suas vendas.

O mercado se atualiza e as empresas precisam estar de olho nisso. Busque pessoas capacitadas e dispostas a estarem inovando.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Canais de comunicação omnichannel: veja como aplicar

Muitas empresas têm usado canais de comunicação omnichannel para melhorar a experiência de seus clientes e potenciais clientes. Inclusive, essa estratégia é muito positiva e pode ser usada por qualquer tipo de organização.

Só que ela não se trata de estar presente em todos os canais ao mesmo tempo, apenas. Um bom exemplo de omnichannel é quando um cliente olha um produto na loja física, e lá mesmo procura esse produto na loja online para ver se está mais barato.

Além de quando o cliente compra o produto na loja online, estando na loja física, pagando um valor mais baixo por ele, mas podendo retirá-lo ali mesmo. Essa e outras facilidades vêm transformando o comportamento do consumidor moderno, que está mais informado e mais exigente.

Ele deseja ser bem atendido em todas as etapas e pontos de contato que tiver com seu negócio, além de procurar informações constantemente para garantir o melhor negócio.

Apesar de parecer difícil agradar um cliente assim, a internet oferece todo o respaldo que as empresas precisam para uma comunicação omnichannel.

Neste artigo, vamos explicar o conceito dessa comunicação, suas vantagens e como aplicá-la. Fique com a gente até o final.

young stylish smiling man in co-working office, startup freelancer holding using tablet, modern office room workplace, student education online

O que é comunicação omnichannel?

Comunicação omnichannel é a conexão de todos os canais de uma organização, como sua loja física e online, de modo que o consumidor não sinta a diferença entre eles.

A interação entre suas ferramentas é feita de maneira natural, principalmente para que o público possa comprar em qualquer uma delas, sem dificuldades.

Por exemplo, uma pessoa pode contratar os serviços de uma empresa terceirização de serviços de portaria tanto em seu site quanto em seu estabelecimento.

Então, se o síndico entrou em contato com a companhia pelo chat para fazer um orçamento, ele também pode fechar negócio com ela pelo telefone, depois de fazer uma pesquisa de preço. Outros canais também podem ser integrados, como:

  • Redes sociais;
  • Aplicativos de mensagem;
  • Áudios;
  • Vídeos;
  • Blog;
  • Aplicativo.

Importante dizer que há uma diferença entre omnichannel, multichannel e crosschannel. O segundo ponto é quando uma empresa disponibiliza vários canais de atendimento, sem que haja uma integração. No terceiro caso, trata-se do cruzamento de canais.

Pois bem, sobre a comunicação omnichannel, ela já é uma estratégia muito usada em outros países, como os Estados Unidos e os países da Europa. No Brasil, ele vem sendo cada vez mais aplicado, por conta  de seus benefícios. Veja a seguir.

Vantagens da comunicação omnichannel

Pense só, se um escritorio de contabilidade e consultoria, bem como qualquer outro, souber aplicar essa estratégia, ele terá acesso a uma série de vantagens. Dentre as mais principais, podemos citar:

Clientes mais satisfeitos

Ao oferecer vários canais integrados, a experiência do cliente com a marca é muito melhor, visto que seus problemas são resolvidos mais rapidamente.

Consequentemente, as pessoas que compram com você se sentirão mais satisfeitas. E o próprio negócio poderá saber como foi a experiência do cliente nas redes sociais, bem como sua central de atendimento saberá as últimas compras feitas no aplicativo.

O e-mail marketing também serve como uma ferramenta para identificar os produtos que despertam o interesse das pessoas em outros canais.

Ademais, os problemas do cliente são resolvidos rapidamente e com mais facilidade pela equipe, independentemente do canal que ele utilize, uma vez que todas as informações sobre ele são centralizadas.

Informações alinhadas

Todos os dados da empresa estão alinhados, sendo assim, os times seguirão as mesmas regras em relação ao atendimento ao cliente, independentemente do canal que ele entre em contato.

Além disso, as escolas de cursos profissionalizantes SP, por exemplo, podem embasar seu atendimento em suas missões, visões e valores, ou seja, seguindo seus princípios.

Aumento da taxa de conversão

A taxa de conversão é uma métrica que mostra quantos leads (potenciais clientes), de fato foram convertidos em cliente. Ela é muito utilizada para mensurar as estratégias de Marketing Digital e ajudar a identificar a eficácia dos canais de comunicação.

Conforme as estratégias omnichannel impactam um número maior de clientes, as conversões aumentam, o que acaba por melhorar a experiência do cliente como um todo.

Relatórios mais detalhados

Todos os relatórios recebidos pela empresa de call center SP serão mais detalhados, visto que passarão a contar com dados sobre as vendas, qualidade do atendimento, dentre outras informações dos demais canais.

Por meio de informações mais amplas e completas, a organização consegue elaborar planos de comunicação mais adequados ao seu negócio.

Customização avançada

Os negócios possuem características individuais, assim como cada cliente tem suas prioridades. Para melhorar ainda mais a qualidade do atendimento, ele deve ser customizado, para que se encaixe nas individualidades das pessoas.

Para conseguir isso, a companhia pode investir em uma plataforma omnichannel, com layout e atendimento customizados.

Como aplicar a comunicação omnichannel

Para ter acesso a todas as vantagens dessa estratégia, é necessário investir em algumas práticas para aplicá-la do jeito certo. São elas:

Integrar o conceito à cultura da empresa

O primeiro passo é integrar o conceito à cultura da empresa, fazendo com que os colaboradores se conscientizem quanto à sua importância. É dessa maneira que a estratégia será completamente adotada pela companhia.

A cultura organizacional diz respeito aos princípios e valores que constituem o ambiente de trabalho. Ela exerce influência no modo como os colaboradores interagem entre si, dentre outros fatores.

Assim, se as empresas de contabilidade desejam aproveitar ao máximo uma comunicação omnichannel, precisam cultivar uma cultura organizacional voltada à inovação e com foco no cliente.

Desenvolva um documento que descreva as regras e valores a serem seguidos, e alinhe os objetivos da empresa aos dos colaboradores, para que todos compartilhem dos mesmos princípios e ideias.

Contrate pessoal que se identifique com esses princípios e invista em estratégias que ajudem a promover o engajamento da equipe.

Ter um site responsivo

Com o aumento exponencial do uso dos smartphones, a quantidade de pessoas que compram pela internet também aumentou.

O site da sua empresa precisa ser responsivo, porque dessa forma ele pode ser acessado tanto por dispositivos móveis quanto desktops.

Um site responsivo conta com design intuitivo, links bem posicionados, letras legíveis, layout agradável e boas palavras-chave.

Ademais, oferece um ambiente seguro, conteúdo objetivo, boas imagens e botões posicionados estrategicamente, como no caso das funções de busca.

Alinhar interesses das áreas

As lojas físicas e online de qualquer empresa, como um fornecedor de papel toalha e higienico, têm interesses distintos, mas eles serão unificados por meio da estratégia omnichannel.

Entretanto, é necessário estruturar um plano de comissões para que os dois espaços trabalhem juntos, sem competições.

Toda mudança adotada deve ser pensada de modo a beneficiar todos os canais igualmente, o que envolve elaborar um novo plano de comissões. Além disso, é necessário elaborar novas estratégias de marketing.

Capacitar a equipe

É normal que as equipes tenham dúvidas quanto à comunicação omnichannel, sistema ERP e outras particularidades.

O sistema adotado vai impactar de maneira positiva os setores das empresas de alimentação, como vendas, TI, marketing, financeiro, atendimento, entre outros. Portanto, todos devem ser treinados para que conheçam as funcionalidades.

Escolha um desenvolvedor de qualidade, que ofereça um software ágil e completo, para que você possa ser bem atendido sempre que precisar.

Integrar todos os canais

Algumas empresas acreditam que é suficiente integrar apenas os canais de venda, como site e loja física, o que não é verdade. Também é essencial integrar os canais de relacionamento.

Garanta que eles sejam homogêneos, de qualidade e façam uma boa coleta de dados, assim, serão capazes de oferecer um atendimento ao cliente realmente eficaz e personalizado.

Por exemplo, a central de vendas de uma empresa de dedetização deve ser capaz de identificar as necessidades de cada consumidor, permitindo, dessa forma, a elaboração de uma estratégia de e-mail marketing mais assertiva.

Essa mesma central pode coletar informações sobre os consumidores. Isso pode ser feito com a criação de um algoritmo que ajude a prever o comportamento do usuário, e assim padronizar a interação com as pessoas e todos os canais de atendimento.

Padronizar os processos

Todo e qualquer procedimento adotado pela empresa deve ser padronizado, pois é dessa forma que o consumidor terá a mesma experiência, sempre que entrar em contato, independentemente do canal.

Ou seja, não importa se ele fala com seu negócio pelo chat ou por telefone, ou se faz a compra no site ou na loja física, ele sempre terá o mesmo padrão de qualidade e atendimento.

Conclusão

Sua empresa é uma só, então ela deve ser única em todos os seus pontos de contato com o cliente. É isso o que a comunicação omnichannel faz, permitindo que o cliente sinta a essência e alma de uma marca.

Com isso, ele vai se sentir mais seguro e confortável. Ademais, uma vez que sua experiência é positiva, ele voltará para fazer negócios mais vezes.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Dez diretrizes para ter uma empresa sustentável

A sustentabilidade está na moda. Boa parte das empresas usa a sustentabilidade como parte do marketing empresarial , afinal a ideia de que uma empresa é sustentável, “vende”.

Mas a sustentabilidade não é apenas uma forma de publicidade, mas um conjunto de valores e atitudes que impactam positivamente na sociedade, na economia e no meio ambiente.

Se você seguir um plano de negócios sustentável bem desenvolvido, será bom para a publicidade de sua empresa. Sim, mas também terá um impacto positivo na sociedade e no meio ambiente e, se não bastasse, representará uma economia significativa para a empresa.

Quer ter uma empresa sustentável em Campinas? Faça agora mesmo a consultoria ambiental campinas

Como melhorar a sustentabilidade da empresa?

A sustentabilidade como conceito consiste na adoção de um conjunto de medidas que têm um impacto positivo no meio ambiente e na sociedade , e que reduzem o impacto negativo da atividade empresarial no meio ambiente.

Aproveitar os recursos naturais do meio ambiente, contar com o comércio sustentável ou participar ativamente de atividades sociais são apenas algumas formas comuns de se chegar a uma empresa sustentável. Claro que existem muitas maneiras de o conseguir, estas são algumas medidas básicas.

1. Escolha um valor, mas não abra mão da sustentabilidade como conceito.

Escolher o valor, ou valores, em que a empresa se concentrará é o primeiro passo para alcançar uma empresa verdadeiramente sustentável.

Não se trata de escolher aquele que a priori parece mais atraente do ponto de vista mercadológico, mas aquele em que gestores e trabalhadores podem estar diretamente envolvidos . Ou seja, escolher valores que motivem os colaboradores e com os quais sintam que estão agindo em benefício de sua própria comunidade.

A contratação de jovens da comunidade onde a empresa está inserida, o apoio ao comércio local ou o uso responsável dos recursos naturais do meio ambiente são fórmulas comuns de sustentabilidade, mas muito eficazes.

2. Envolva toda a empresa.

Quando os valores propostos pela empresa são escolhidos tendo em conta as preocupações dos trabalhadores, é mais fácil fazer com que uma boa parte dos colaboradores se sinta identificada com estes objectivos.

Mas o sucesso está em garantir que todos os trabalhadores se sintam identificados com valores sustentáveis ​​relacionados aos seus próprios e que usem meios para promover o cumprimento desses valores com o menor impacto negativo.

3. Escolha empresas que trabalhem por valores relacionados aos seus.

Da mesma forma que é imprescindível o envolvimento dos colaboradores, há que ter em consideração que a empresa não trabalha isoladamente , mas necessita de outras empresas para o desenvolvimento da sua actividade empresarial.

A escolha de negócios que promovam ações sustentáveis ​​relacionadas às suas próprias melhora o impacto geral.

4. Estabeleça metas de sustentabilidade.

A sustentabilidade é mensurável e avaliada de acordo com seu impacto no curto, médio e longo prazo. Definir metas específicas é uma boa forma de conhecer o impacto das medidas no meio ambiente e, além disso, corrigir ou modificar possíveis erros para melhorar os objetivos com previsão.

5. Promova a cultura da reciclagem.

Reciclar é um gesto que custa muito pouco e é muito fácil de implementar em qualquer negócio. Papel, toner, plásticos são alguns dos produtos que podem ser reciclados e que a maioria das empresas usa regularmente.

6. Opte pela digitalização de documentos.

A emissão de faturas digitais e a promoção de comunicações através de emails são outra das formas mais simples de reduzir o impacto da empresa no ambiente. Além disso, representa uma economia significativa nos custos de negócios.

7. Promover o uso sustentável dos recursos da empresa.

A sensibilização é importante, mas tem que se traduzir em medidas concretas, e mais, a sustentabilidade é mais fácil de se desenvolver na empresa se se traduzir em ações concretas, como o uso responsável de materiais de escritório , veículos da empresa, uso de medidas de segurança. .

8. Recompense os funcionários que usam transporte público ou bicicletas.

É comum as empresas incluírem entre os conceitos de folha de pagamento um diferencial para os funcionários que utilizam o próprio carro para acessar o escritório, o que não ocorre com alternativas que reduzam o impacto ao meio ambiente, como o uso do transporte público e, muito menos, com colaboradores que utilizam meios sustentáveis, como pedalar ou caminhar.

Em algumas empresas periféricas sem possibilidade de transporte público ou alternativas sustentáveis, pode ser interessante ter um veículo comum para transportar trabalhadores .

9. Incentive os trabalhadores a apresentarem ideias para a sustentabilidade.

Ter um propósito e objetivos sustentáveis ​​não significa que este seja um compartimento estanque no qual apenas os gestores têm voz e decisão.

Ouvir as ideias e propostas dos trabalhadores favorece um maior envolvimento por parte deles e favorece o cumprimento dos objetivos de forma mais simples.

10. Entre em contato com uma consultoria de sustentabilidade.

Existem ações sustentáveis ​​que são óbvias e fáceis de implementar, mas cada empresa trabalha de uma forma específica e utilizando determinados recursos, às vezes saber as melhores opções para ser uma empresa sustentável de uma forma fácil não é tão simples como pode parecer.

Nesse caso, uma boa solução é contratar os serviços de uma consultoria que identifique os valores da empresa e promova estratégias para melhorar sua sustentabilidade.

Sustentabilidade como objetivo

A sustentabilidade não deve ser vista como uma forma de publicidade, mas sim como uma preocupação com o impacto da atividade empresarial no meio ambiente, procurando deixar a menor pegada, ou seja, como objetivo que a atividade empresarial tenha um impacto positivo no meio ambiente. que trabalha.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

Escolher o sapato perfeito é uma questão de saúde

Quando se trata de selecionar calçados, principalmente para mulheres, muitas vezes nos deixamos levar pelo que chamamos de “amor à primeira vista”, seja porque são ideais para a moda ou porque seu preço é uma verdadeira tentação, sem parar para pensar. sobre outras características que podem transformar aquele sapato ideal em uma experiência inesquecível.

A primeira coisa que os sapatos devem ter, além de serem mais ou menos bonitos ou pelo custo, é que sejam confortáveis. Do contrário, tudo o que gastamos com eles será como jogar dinheiro fora. 

Não há nada menos atraente em uma mulher do que não ser capaz de andar naturalmente devido aos sapatos que machucam seus pés.

Não se trata apenas de calçar os saltos, plataformas, botas, calçado desportivo ou qualquer outro tipo de calçado que esteja na moda ou seja a tendência do momento. 

Em primeiro lugar, deve-se pensar na saúde dos pés, pois más escolhas nesse sentido, com o tempo, podem se transformar em sérios problemas que condicionam a vida de uma pessoa.

Existe algo mais agradável do que tirar os sapatos que têm feito você viver no inferno o dia todo? Bem, sim, precisamente não tendo que passar por aquela provação. 

Além disso, devemos levar em consideração que, embora a dor desapareça com o passar do tempo, esse uso contínuo de calçados inadequados para os pés pode acabar se transformando em joanetes, dedos deformados ou até mesmo causar lesões como entorses que podem causar danos aos toda a vida.

Compre agora mesmo os Incríveis Air Jordan – Conforto e Saúde para seu pés.

Sapatos funcionais e o material certo

Para escolher o calçado ideal, não só temos de ver se cabe e se sente bem nos pés, mas também temos de olhar para o material com que é feito. Calçados sintéticos podem causar problemas de pele devido ao acúmulo de umidade, uma vez que apresentam maiores problemas de transpiração do que o couro natural. Seja como for, a ventilação e a respirabilidade têm de ser sempre as melhores possíveis.

Você também não deve negligenciar o material da sola. Lembre-se de que é comum pisar continuamente em superfícies duras ou muito duras e, portanto, nossos pés e joelhos precisam do amortecimento que uma sola de qualidade pode proporcionar. 

Use o tamanho correto

De acordo com um estudo do College of Podiatry no Reino Unido, um terço dos homens e metade das mulheres não sabem o tamanho exato do pé. Isso, somado às diferenças de tamanho e durabilidade existentes entre os fabricantes, torna mais complicado encontrar o tamanho do sapato perfeito do que poderíamos imaginar.

Do Conselho Geral das Faculdades Oficiais de Pediatras da Espanha recomenda-se verificar se existe uma margem de um centímetro, pelo menos entre a ponta dos dedos e a ponta do sapato. 

Para referência, devemos ser capazes de colocar um dedo entre a ponta do pé e a ponta do sapato. Ou o que é igual, levantando o pé o mais para a frente possível, deve ser possível inserir um dedo do pé atrás do calcanhar, dentro do sapato.

Outra diretriz que pode servir de guia na hora de provar calçados é ter em mente que nem todas as pessoas têm a mesma largura do pé, não existe largura padrão, então um calçado que para um pode ser perfeito, para outro pode ser largo ou estreito. 

Nesse sentido, devemos ter em mente que existem calçados de larguras especiais para mulheres e homens que são fáceis de encontrar nas sapatarias e que permitem um conforto extra e evitam a sensação de “sobrecarga” no pé.

As duas últimas dicas podem ser as mais difíceis de seguir. Nossos pés mudam com o tempo, então o que vale um dia pode não valer alguns anos depois. Por isso, é aconselhável não comprar sapatos se não pudermos experimentá-los antes. 

Além disso, o ideal é poder experimentá-los no final do dia, quando o pé está mais dilatado e conseguimos o melhor ajuste. O outro conselho é não seguir recomendações genéricas e visitar o podólogo periodicamente para tentar prevenir danos que possam estar ocorrendo e que, com um remédio oportuno, serão fáceis de resolver.

Veja também as 8 Técnicas que todos os atletas usam para ganhar força

Page 1 of 3

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén