Saiba como cuidar da sua mente e ser mais saudável

Quando falamos em hábitos saudáveis, logo nos vem à cabeça os cuidados com o corpo, incluindo a prática de atividades físicas, diminuição do sedentarismo e adoção de uma dieta mais equilibrada.

Sim, tudo isso é muito importante, afinal, o corpo é como se fosse a nossa morada e precisamos cuidar bem dele.

Porém, não podemos esquecer a nossa mente, pois ela é a principal responsável pelo nosso bem-estar. 

Quer dizer que, podemos estar muito bem fisicamente, mas se a nossa cabecinha não ajudar…. 

Dessa forma, é importante saber conciliar os cuidados com o corpo e mente para ser mais saudável.

Portanto, se você está buscando dicas de como zelar pela sua saúde, está no lugar certo. No artigo de hoje, vamos mostrar como cuidar da sua mente e ser mais saudável. 

como_cuidar_da_sua_mente

A importância da saúde mental

Falar de saúde mental não significa tratar especificamente de doenças mentais, ou a ausência delas, mas sim, compreender como a nossa mente afeta diretamente o corpo, compreendendo que todos os seres humanos possuem limitações.

O próprio Ministério da Saúde reconhece a importância de tratar a saúde mental, pois ela ajuda:

  • No seu próprio bem-estar;
  • No bom relacionamento com os outros;
  • Na aceitação de exigências da vida;
  • A lidar com boas e más emoções;
  • A reconhecer seus limites;
  • A buscar ajuda, quando necessário.

Sabemos que aliar a rotina, trabalho, estudos e as atividades doméstica não é algo fácil. Por causa disso, às vezes nos distraímos dos cuidados com a saúde mental – o que pode causar vários problemas.

Não é à toa que o Brasil está entre os países com maior número de pessoas com depressão e ansiedade.

De acordo com dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), 5,8% dos brasileiros sofrem de depressão, o que significa 12 milhões de pessoas, aproximadamente. É a maior taxa na América Latina.

Além disso, estima-se que 20% a 25% da população teve, em ou terá depressão em algum momento da vida.

Já a ansiedade afeta 9,3% dos brasileiros (cerca de 19 milhões de pessoas), fazendo com que o Brasil ocupe o primeiro lugar no ranking entre os países mais ansiosos do mundo.

Os principais problemas incluem fobia, transtorno obsessivo-compulsivo, estresse pós-traumático e ataque de pânico.

Portanto, diferentemente do que muitos pensam, cuidar da saúde mental não é um luxo. É uma necessidade.

Por isso, vários estabelecimentos, como uma empresa de enfermagem domiciliar Brooklin Paulista, não somente se preocupam com o físico do paciente, mas se especializam em cuidados com a mente também.

7 dicas de como cuidar da sua mente e ser mais saudável

Diante de números alarmantes sobre depressão e ansiedade no Brasil, é preciso mudar hábitos para que a população se torne mais saudável.

Isso vale não só para pessoas com doenças mentais, para todo mundo que vive uma rotina corrida. Ou seja, todos nós!

Sendo assim, separamos algumas dicas de como cuidar da sua mente e ter uma vida mais saudável. Veja mais abaixo:

1 – Pratique exercícios físicos

Engana-se quem acha que os exercícios físicos servem somente para emagrecer ou criar músculos. Eles também ajudam a nossa mente, além de fazer bem para todo o organismo.

Claro que, você pode aliar sua rotina de atividades físicas com uma alimentação saudável e, até mesmo, com uma receita de remédios manipulados para emagrecer, se esse for o seu objetivo.

Durante a prática de exercícios, o seu corpo libera uma substância conhecida como endorfina, produzida na glândula hipófise, que é responsável pela sensação de bem-estar e plenitude.

Além disso, as atividades físicas também aumentam a plasticidade sináptica, afetando diretamente as células neurais e o fornecimento de sangue no cérebro. 

Isso aumenta a capacidade neural e reduz a incidência de doenças neurodegenerativas (Alzheimer e Parkinson, por exemplo).

Vale ressaltar que os exercícios também contribuem para:

  • Melhorar as funções cognitivas;
  • Elevar a autoestima;
  • Diminuir o estresse e ansiedade;
  • Melhorar a memória;
  • Reduzir a incidência de doenças crônicas.

Portanto, se você acha que permanecer deitado no sofá é uma boa, está na hora de mudar seus conceitos.

2 – Tenha uma alimentação equilibrada

O nosso corpo é semelhante a uma máquina. Nós precisamos de combustível para funcionar e essa fonte é oriunda da nossa alimentação.

Sendo assim, para manter a mente saudável, também é preciso ter cuidados com o que comemos.

Vários estudos já comprovaram a relação da má alimentação com o estresse e ansiedade, especialmente os fast foods. Isso não significa que você precisa abandonar aquela comida que você tanto gosta, mas é preciso ter equilíbrio.

Por exemplo, um biscoito de polvilho sem lactose é um ótimo aliado para quem não quer abandonar aquele gostinho nostálgico da casa de vó, mas ao mesmo tempo, quer se cuidar.

Assim, para manter a mente e ser saudável, dê preferência para alimentos ricos em nutrientes, inclua mais frutas e legumes na sua dieta e evite produtos industrializados.

3 – Beba muita água

A maior parte do nosso corpo é formada por água – e não seria diferente com o nosso cérebro. 

Diversos estudos mostram que beber a quantidade suficiente de água durante o dia pode evitar o surgimento de doenças neurodegenerativas, especialmente na velhice.

Isso, porque a falta de água pode afetar diretamente a nossa coordenação motora, atenção, bem como a memória a curto prazo.

Então, se você quer cuidar da mente e ser mais saudável, tenha em mãos sempre uma garrafinha de água e se mantenha hidratado(a).

4 – Tenha uma boa noite de sono

Alguma hora o nosso cérebro precisa descansar. Afinal de contas, com uma rotina corrida, ficamos sobrecarregados durante o dia, por isso, precisamos dormir para recarregar as baterias e ter energia para aguentar tudo de novo.

No entanto, sabemos que muitas pessoas negligenciam a importância do sono. Mas saiba que dormir bem também é parte de ser saudável.

A boa noite de sono é responsável por melhorar o nosso humor, consolidar memórias, ajuda a combater a depressão e até melhora a nossa aparência física.

A OMS recomenda uma noite de sono de, aproximadamente, 8 horas. Mas esse número pode variar, porque cada indivíduo é único. Quer dizer que, algumas pessoas precisam dormir mais, enquanto outras, menos.

Para saber se você está realmente dormindo bem e cuidado da sua mente, perceba como anda a sua sonolência diurna. Se você se sentir muito cansado durante o dia, é possível que esteja com problemas para dormir.

5 – Faça meditação

A prática da meditação pode ser uma das maiores aliadas no cuidado com a mente. Pesquisas já demonstraram como ela afeta diretamente o nosso cérebro, sendo capaz de auxiliar no tratamento de doenças como depressão e ansiedade.

Além disso, a meditação ajuda no controle da postura corporal, na respiração e na concentração. E você não precisa meditar por longas horas, basta 15 minutos do seu dia para já ver as diferenças.

A meditação também ajuda na diminuição de pensamentos distrativos e ruminantes, que podem prejudicar a sua produtividade. 

Desse modo, quando meditamos, podemos aumentar consideravelmente nossa atenção, saúde física, emocional e mental.

6 – Vá ao médico

Esqueça aquela história de ir ao médico somente em casos emergenciais. A sua saúde mental e o seu corpo precisam de um check up periódico, ainda mais devido à existência das chamadas “doenças silenciosas”, isto é, assintomáticas.

Além disso, há profissionais da área da saúde especializados em saúde mental, que podem te ajudar – e muito! – em quadros de depressão e ansiedade.

Não sinta vergonha de pedir ajuda. Ter uma vida saudável nem sempre é tão fácil quanto parece, por isso, existem pessoas qualificadas para isso.

Para indivíduos acima de 40 anos, a atenção deve ser redobrada. Essa é a fase de surgimento de várias enfermidades, daí a importância de consultas regulares.

7 – Tenha momentos com a família e amigos

Nem só de trabalho se vive. A nossa mente e o nosso corpo precisam relaxar, curtir e se divertir. E nada melhor que curtir os bons momentos em família e com os amigos.

Portanto, quando estiver em um encontro com pessoas queridas, viva o momento. Esqueça o celular por algumas horas e se concentre na sua diversão.

Além do mais, seus amigos e familiares podem ser uma excelente rede de apoio, principalmente caso você esteja sofrendo com sintomas de ansiedade e depressão. Eles podem ser as primeiras pessoas a quem você pode confiar ajuda.

Assim, procure o que te faz feliz: uma boa leitura, um passeio no parque, dançar… Enfim, saiba que ter momentos de distração também é parte de uma vida mais saudável.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *