Raquete de tênis: a comparação

Ter uma boa raquete é essencial para qualquer tenista, independentemente do seu nível. Para que possa desfrutar ao máximo do seu desporto favorito e melhorar o seu rendimento, é importante escolher cuidadosamente o seu equipamento, tendo em consideração alguns critérios que irá encontrar no guia de compras que preparámos para si.

Você pode escolher sua raquete de tênis visitando: Bola de Tênis Delivery.

Qual é a melhor raquete de tênis?

Todo tenista deseja encontrar sua raquete ideal, mas se você nem sempre sabe que tipo de raquete está procurando e em quais critérios se basear, não será fácil contornar a oferta. fora do mercado. Após as comparações que a nossa equipa foi capaz de efectuar seleccionamos 3 das melhores raquetes de ténis do momento, podendo escolher de acordo com as suas necessidades e o seu orçamento.

Como escolher uma raquete de qualidade?

Tamanho

O comprimento da raquete

Essa é a primeira característica a levar em consideração na hora de comprar uma raquete. Para adquirir o equipamento ideal, aconselhamos que escolha o tamanho do seu equipamento de acordo com o seu nível e estilo de jogo Observe que os modelos standard com comprimento de 68,5 cm são ideais para iniciantes, pois oferecem mais manobrabilidade.

As raquetes de tênis com comprimento superior a 69 cm são mais indicadas para jogadores que priorizam a potência.

A superfície da peneira

O tamanho da tela correspondente à superfície da linha é um critério essencial. Podemos distinguir o equipamento em 3 categorias. Destinadas a jogadores com estilo de rebatida plana, as pequenas telas de 600cm² têm a vantagem de maximizar o controle, mas reduzir a potência.

Versáteis, os modelos com tela média de 630 cm² a 645 cm² são adequados para amadores e profissionais, bem como para todos os estilos de jogo. Por fim, para grandes peneiras com área de superfície entre 660 e 740 cm², apresentam a particularidade de aumentar a potência, porém menos eficientes em termos de controle de bola.

Tamanho da alça

Além do comprimento e da superfície da peneira, é fundamental que você verifique o tamanho do cabo para uma pegada ideal.

O tamanho varia entre 0 e 6, mas para não errar aconselhamos segurar a raquete e manchar de forma que fique 1 cm entre a palma da mão e a ponta dos dedos. Na dúvida, opte pelo tamanho menor, já que você sempre terá a opção de adicionar um overgrip e aumentar a circunferência do cabo.

O peso

Depois de considerar o tamanho, o próximo passo é verificar o peso da raquete. Escolha aquele que melhor atende às suas necessidades e corresponde ao seu nível.

Na verdade, se os modelos leves pesando entre 225 e 260 gramas são perfeitos para iniciantes graças ao seu conforto e manobrabilidade, os de 300 a 315 gramas são especialmente dedicados a profissionais que têm um estilo de jogo rápido.

Se você ainda não se considera um jogador de ponta, mas já tem algum conhecimento técnico, a melhor alternativa seria ir com uma raquete de 300-315 gramas.

A corda

Além do tamanho e peso da sua raquete, saiba que o padrão das cordas que corresponde ao número de cordas verticais e horizontais também é um critério que não deve ser desprezado.

Por um lado, existe primeiro o padrão de cordas 16/19, ou seja, 16 cordas ascendentes e 19 cordas descendentes. Recomendado para crianças e também para todos aqueles que desejam aprender sobre tênis. Também é projetado para jogadores que priorizam efeitos.

Além disso, o padrão de cordas 18/20 oferece mais controle e precisão. É perfeito para jogadores que têm um jogo poderoso.

O poder

A potência de uma raquete de tênis é condicionada pelo equilíbrio. Expresso em centímetros, corresponde à distância da base do cabo ao ponto de equilíbrio do equipamento.

Se estiver abaixo de 34 cm, a raquete tem um equilíbrio de alça oferecendo mais controle e manobrabilidade, mas menos potência. Por outro lado, se ficar além dos 34 cm, o equilíbrio na cabeça dá mais força, mas dá uma impressão de peso.

Porém, fique atento que também existem raquetes com balanceamento central, onde a ponta é de aproximadamente 34 cm, que são mais indicadas para iniciantes.

Rigidez

Expressa em Rahmen (RA), a rigidez é uma característica importante de uma raquete de tênis, pois condiciona sua reação aos golpes.

Diz-se que é flexível quando tem uma rigidez entre 55 e 60 RA. Neste caso, a estrutura da raquete se deforma ainda mais com o impacto, absorvendo as vibrações.

Este tipo de equipamento irá, portanto, permitir que você tenha mais controle e dê mais giro à bola. Já em relação aos quadros rígidos de mais de 60 RA, estes têm a particularidade de entregar mais potência. Essas raquetes são especialmente recomendadas para jogadores iniciantes que não terão que bater com tanta força para dar velocidade à bola.

O material

O material de fabricação também está entre os importantes critérios de seleção por estar vinculado à durabilidade da raquete.

As melhores marcas de raquete de tênis, como Babolat, Head e Wilson, usam materiais de qualidade, resistentes e leves, como fibra de carbono, resina, titânio, fibra de vidro ou mesmo Kevlar para o design dos quadro, Armação.

Já o fio vem em diversos modelos, que vão de intestinos a híbridos, passando por multifilamentos e monofilamentos. Cada tipo de raquete possui características próprias e cabe a você escolher de acordo com suas expectativas.

Nível

Vimos que para escolher a raquete certa, primeiro você deve determinar seu nível. É verdade que as melhores raquetes de tênis para iniciantes são mais rígidas, mais leves, com um perfil mais largo e equilíbrio central, e apresentam um padrão de cordas 16/19. No entanto, também seria benéfico para você optar por materiais versáteis que podem ser usados ​​em suas progressões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *